segunda-feira, 20 de abril de 2015

Deputado pede habeas corpus para PMs acusados de matar o "pedreiro" Amarildo

PODERONLINE

O deputado federal Cabo Daciolo (PSOL-RJ) entrou com um pedido de habeas corpus para liberar da prisão 12 policiais militares acusados de torturarem e assassinarem o pedreiro Amarildo dias de Souza, na Rocinha, em julho de 2013.

O processo foi recebido nesta quinta-feira pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e será relatado pelo desembargador Marcus Quaresma Ferraz, da oitava câmara criminal.

Entre os policiais presos desde o ano passado está o major Edson Santos, ex-comandante da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Rocinha. De acordo com Daciolo, “há evidências e documentos que apontam para a inocência deles”. “Faz um ano e seis meses que esses PMs estão na prisão preventiva. O que explica essa demora?”, questiona o deputado.

sexta-feira, 17 de abril de 2015

PM morre baleado durante tentativa de assalto em Vargem Grande


O policial militar Raphael Barros lotado no 31º BPM, morreu depois de ser baleado na Estrada dos Bandeirantes durante uma tentativa de assalto. Os bandidos reconheceram o policial e dispararam contra a cabeça e a perna da vítima. Um dos criminosos já foi reconhecido pelas testemunhas.

Vídeo mostra momento em que dançarina de funk é assassinada pelo marido

MANCHETE ON LINE
Imagens de câmeras de segurança, flagraram o momento exato em que a dançarina de funk Amanda Bueno é morta pelo marido Milton Severiano Vieira, de 32 anos, conhecido como Miltinho das Vans. O crime aconteceu na tarde desta quinta-feira (17), em Nova Iguaçu na Baixada Fluminense. Nas imagens, divulgadas nas redes sociais, é possível ver Milton jogando a vítima no chão, ele espanca a moça a socos e em seguida, e bate a cabeça da dançarina várias vezes contra o chão. Ela parece estar desacordada quando ele se levanta pega uma arma de calibre 12mm e faz 5 disparos contra Amanda. As câmeras também mostram o momento da fuga. Vieira aborda dois homens e rouba um carro. Para assusta-los ele chega a disparar contra o chão. O acusado foi preso por policiais da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense, momentos depois do crime. Ele capotou com o veículo na Rodovia Presidente Dutra durante a fuga e foi socorrido para o Hospital da Posse. Com ele, a polícia encontrou três pistolas, um revólver, munição além da espingarda utilizada no crime Milton foi autuado pelo crime de feminicídio, roubo majorado com emprego da arma de fogo, e porte ilegal de armas. De acordo com testemunhas, momentos antes da morte, o casal havia discutido.


quinta-feira, 16 de abril de 2015

Mãe do menino Eduardo morto no Alemão, diz que vai processar coordenador do AfroReggae

A mãe do menino Eduardo, Terezinha Maria de Jesus, afirmou na porta da Delegacia de Homicídios (DH) - onde prestou depoimento ao lado do marido na noite desta quarta-feira - que vai processar José Júnior, coordenador do AfroReggae. No mesmo dia da morte do menino, no último dia 2, Júnior postou no Facebook que "segundo informações, o menino era bandido". Após a repercussão negativa, ele, primeiramente, excluiu a frase do texto para depois apagar toda a postagem.

"Quero mandar um recado para o José Junior, que disse que meu filho é bandido. Bandido é ele. Meu filho estudava e participava de projetos da escola. Nunca se envolveu com o tráfico. Ele era muito bom. Bandido não estuda e não tira nota dez. Ele disse também que meu marido mexia com coisa errada, só que meu marido trabalhava com carteira assinada. Vou processá-lo por isso", disse Terezinha.

FOTO DO CRIMINOSO QUE ASSASSINOU SARGENTO EM IRAJÁ


Uma câmera de segurança flagrou a cena do crime e o rosto do assassino, do policial militar Sargento Marco André Fagundes, do 41º BPM, . A vítima levou seis tiros e morreu na hora. O assassino  fugiu levando a pistola do sargento e um cordão. 
Quem tiver alguma informação a respeito da identificação, localização e paradeiro do criminoso, denuncie, enviando uma mensagem de texto, ou fotos do criminoso para o aplicativo de mensagens do WhatsApp do Portal dos Procurados (21) 96802-1650, ou entre em contato com a Central Disque-Denúncia pelo (21) 2253-1177 ou 0300-253-1177, para quem estiver fora da capital. O Anonimato é garantido.

quarta-feira, 15 de abril de 2015

PMERJ VAI TRANSFERIR 500 POLICIAS MILITARES

A Polícia Militar anunciou, na noite desta quarta-feira, que vai transferir 500 agentes lotados em Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) e, dessa forma, reforçar batalhões da Baixada Fluminense, Niterói, São Gonçalo e interior do Estado. As comunidades pacificadas terão seus quadros recompostos por policiais recém-formados.

Segundo a corporação, esta movimentação visa a melhora na qualidade de vida dos PMs que passarão a trabalhar em locais próximos de suas residências. Por iniciativa do Comando da PMERJ foi feito um levantamento que identificou 1.300 policiais residentes em outros municípios. A troca de unidades obedece a ordem de antiguidade e já começa a ser realizada nesta semana.

"É nosso objetivo o retorno dos policiais oriundos do interior do Estado para unidades policiais o mais próximo possível de suas residências. Esta é uma situação que aflige nosso policiais e suas famílias, mas já estamos tomando medidas necessárias e nossa intenção é solucionar todos os casos", afirmou o comandante-geral da PMERJ, coronel Alberto Pinheiro Neto.

Os batalhões que receberão reforço com as transferências são: o 11° BPM (Nova Friburgo), 30º BPM (Teresópolis), 15° BPM (Duque de Caxias), 20° BPM (Nova Iguaçu), 24º BPM (Queimados), 32° BPM (Macaé), 35º BPM (Itaboraí), 21° BPM (São João do Meriti), 39° BPM (Belford Roxo), 7º BPM (São Gonçalo) e o 12° BPM (Niterói). JORNAL O DIA 

PM é morto em São Gonçalo,

Lotado no 7°BPM, o soldado Mike Rocha da Cruz, 31 anos, morreu após ser baleado durante ataque de criminosos que controlam a venda de drogas no Morro da Cabrita, no bairro Tribobó, em São Gonçalo. Segundo o comando do 7° BPM (São Gonçalo), Mike Cruz fazia um patrulhamento de rotina e a viatura foi alvejada por criminosos.

Vídeo: Bandidos executam PM em Campo Grande


As imagens do depósito de bebidas, em Campo Grande, Zona Oeste do Rio, de onde o policial Cleber Sebastião da Silva saiu antes de ser baleado e morto, mostram a ação dos criminosos que atacaram o PM na manhã desta quarta-feira. A câmera flagrou o momento em que o trio vai em direção da vítima — à paisana —, que estava com o porta-malas de seu carro aberto, na Estrada do Cambota. 
O policial, lotado no Serviço Reservado (P-2) do 40º BPM (Campo Grande), chegou a ser jogado ao chão e teve sua arma roubada pelos bandidos. No momento da ação, uma pessoa que circulava na via saiu de seu carro e correu em direção à calçada. 

O vídeo ainda mostra o momento em que o subtenente Cleber foi atingido nas costas e, em seguida, os criminosos fugindo em um Polo prata. Ele foi levado para o Hospital Estadual Rocha Faria, no mesmo bairro, em estado gravíssimo, e morreu na unidade.

De acordo com a Delegacia de Homicídios (DH/Capital), as investigações estão em andamento para apurar as circunstâncias da morte do policial. Uma perícia foi realizada no local e imagens de câmeras de segurança foram solicitadas. Testemunhas também estão sendo chamadas para prestar depoimento.

sábado, 11 de abril de 2015

Viatura da PM é atacada a tiros


Uma viatura da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Chatuba, no Complexo da Penha, foi atacada a tiros neste sábado. Policiais realizaram patrulhamento na localidade conhecida como Fortaleza, quando foram atacados pelos criminosos. Os PMs revidaram e os traficantes conseguiram fugir. Ninguém ficou ferido.

Vídeo mostra o momento em que PM é morto em Irajá

Vídeo do Jornal Atual Rio

video

O sargento Marco André Maia Fagundes do 41º BPM não teve nem tempo de reagir. Ele foi atingido com um tiro na cabeça e outro nas costas, numa tentativa de assalto em Irajá