sábado, 11 de fevereiro de 2012

GREVE NA BAHIA - Em Itabuna, oficiais voltam ao trabalho, mas soldados da PM continuam aquartelados

SITE: CORREIO 24 HORAS
Oito oficiais da Polícia Militar, divididos em dois carros, realizaram rondas pela cidade de Itabuna, no Sul da Bahia, com o apoio de homens do Exército ao longo de toda a manhã deste sábado (11). Por outro lado, os soldados da instituição continuam aquartelados no 15º Batalhão de Polícia Militar, aguardando a decisão da assembleia da categoria, que acontece em Salvador às 16h de hoje.
Na assembleia em Salvador estarão presentes os membros da Associação dos Cabos e Soldados (APPM), da Associação de Policiais e Bombeiros do Estado da Bahia (APRA) e da Associação de Sargentos e Sub-Tenentes de Polícia Militar.
Os grevistas deverão fazer um balanço da greve e decidir sobre os rumos do movimento. Mais uma vez, não será permitida a presença da imprensa dentro do ginásio. O grande entrave das negociações está relacionado ao pagamento da Gratificação por Atividade Policial IV (GAP IV), pela liberação dos policiais presos, incluindo Marco Prisco, principal nome da greve e pela revogação dos demais decreto de prisão feitos pela Justiça. O governador Jaques Wagner afirmou que o pagamento das gratificações só poderiam ser feitos a partir de novembro e de forma escalonada. A proposta do governo é o aumento de 6,5% da remuneração retroativo ao mês de janeiro deste ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário