quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Policiais militares, civis e Bombeiros se encontram em Angra

SITE: DIÁRIO DO VALE

Angra dos Reis

Policiais militares, civis e Bombeiros se reuniram na noite de ontem para uma assembleia geral, na Praia do Anil, em Angra dos Reis. O encontro serviu para expor à população as principais reivindicações da categoria.
Os manifestantes pedem um piso salarial de R$ 3mil a R$ 3,5 mil, o fim das gratificações, vale transporte e caso o governo estadual não negocie com as categorias, os servidores prometem cruzar os braços a partir da meia noite de amanhã.
Caso realmente haja a paralisação, os serviços emergenciais serão mantidos. Durante o dia de hoje, uma panfletagem ocorreu na cidade de Paraty, para que os moradores possam entender e aderir ao movimento.
Amanhã à noite haverá um grande ato, na Cinelândia, às 18h, que definirá se as forças de segurança e o Corpo de Bombeiros irão entrar em greve.
O grupo reafirmou que apesar de o estado do Rio ter o segundo maior PIB (Produto Interno Bruto) do país, os policiais e bombeiros recebem o pior salário do Brasil.

3 comentários:

  1. Nossa Consituição Federal (Arts. 7º e 9º ) garante o direito de greve e de salário digno a todos os trabalhadores (só os militares do Exército, Marinha e Aeronáutica não podem fazer greve). Mas a meu ver os serviços essenciais (saúde, transporte coletivo, segurança pública etc.) não poderiam ser objeto de greve, visto que podem por em risco bens maiores: direitos essenciais dos brasileiros, ou mesmo vidas humanas. Por isto, acho que o ideal é os sindicatos criarem conselhos jurídicos que levem ao Poder Judiciário cobranças de reajuste salarial amparadas naqueles dois artigos da Constituição.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a população fluminense não vai ser abandonada, porém só dessa forma nós vamos conseguir a nossa dignidade,até para atender melhor a nossa população, não se esqueçam que nós moramos no mesmo Estado E SOMOS CONSUMIDORES DO PRODUTO QUE VENDEMOS OU SEJA NECESSITAMOS DE UMA POLÍTICA DE SEGURANÇA PÚBLICA EFICAZ

      Excluir
  2. Caro amigo nós não vamos abandonar a população fluminense,

    ResponderExcluir