sábado, 24 de março de 2012

"ME EXPULSANDO DA POLÍCIA MILITAR"

SITE: DO HAMUDE
A poeira de todo movimento

Muita coisa aconteceu.
Muitos dos nossos feitos foram suprimidos por uma mídia tendenciosa. Tantas outras coisas nos são atribuídas por autoridades corrompidas.

A verdade é que as forças de Segurança Pública no Estado do Rio de Janeiro pararam no dia 10 de fevereiro passado.
Pensando que teriam suas ilegalidades justificadas com eventual vandalismo (inspirado nas notícias vindas da Bahia) este Governo determinou prisões arbitrárias, sem os devidos amparos.

 

"ME EXPULSANDO DA POLÍCIA MILITAR"

Eu, ainda militar da ativa, servidor público de conduta ilibada, fui trancafiado em um presídio de segurança máxima onde ficam os criminosos que outros regimes não contiveram. Digo "ainda" pois agora, depois de uma prisão sem motivos (até agora não fizeram uma acusação que fosse justa) estão me excluindo da corporação.
Todos esses passos podiam muito bem ser calculados desde a minha prisão: que governo me coloca, erradamente, numa cadeia e depois recua demonstrando que admite o engano? Certamente me excluirão... não importando que outras leis terão que descumprir pra isso. Afinal, o Governador e o Comandante Geral tem uma imagem a zelar.
Observem em que data posto estas palavras. Se houver comprometimento destes homens com a justiça e com a moral provarão que estou errado ao não me excluir, do contrário confirmarão minhas palavras.


"OCUPEM O HAMUDE ENQUANTO LIMPO ESSA BAGUNÇA"

Respondo atualmente "uma meia dúzia" de procedimentos apuratórios (investigações de autorias) de fatos que desconhecia, de locais onde nunca estive, de pronunciamentos que nunca tomei conhecimento e de ilegalidades que nunca cometi. Mas por que tanta falácia e falsas acusações? Porque me mantendo ocupado, me mantendo cansado (boa parte dos procedimentos exige que eu viaje 3 vezes a capital por semana), eu fico prejudicado em fazer defesas elaboradas, recolher documentos e nisso as provas das atrocidades e perseguições vão desaparecendo.
Assim funciona a perseguição política nos nossos tempos.
Perseguição política? Sim, perseguir-me por ter opinião contra a administração atual. Apenas por ser ouvido em coisas que tenho razão. Se não tivesse razão teriam me mantido preso até hoje, não acha?
Contarei os detalhes da minha prisão em breve, o momento é de deixar ciente que, mesmo solto, estou na mira daqueles que te roubam e te prejudicam como cidadão. Que fazem obras superfaturadas com seus impostos e usam a máquina pública a próprio favor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário