sexta-feira, 27 de abril de 2012

Advogado de PMs presos por torturar e estuprar moradora da Rocinha pede habeas corpus no Plantão Judiciário

JORNAL EXTRA
O advogado Marcos Espínola, responsável pela defesa dos três PMs presos temporiamente na madrugada do último sábado por suposta agressão sexual e tortura a uma moradora da Rocinha, entrou nesta quinta-feira com pedido de habeas corpus no Plantão Judiciário do Tribunal de Justiça do Rio. Estão presos no Batalhão Especial Prisional (BEP), em Benfica, os PMs Renan Ribeiro de Souza, Cid Lima dos Santos e Rodrigo Bernardo Gama de Almeida.
Os pedidos de habeas corpus têm como base laudo de um médico do Hospital Miguel Couto, que atendeu a mulher após ela ter sido levada à 14ª DP (Leblon) pelos PMs. Na ocasião, a mulher foi presa pelos PMs acusada de ter furtado a bolsa de uma outra moradora da Rocinha. A prisão ocorreu no dia 18. De acordo com o advogado, o documento diz que a mulher não apresentava lesões e nem sangramento na mucosa anal.
- A acusação contra os PMs é que a mulher teria sofrido violência sexual no ânus. Com esse laudo, a versão cai por terra. Além disso, tem também o depoimento da moradora que teve a bolsa furtada, que diz que ficou o tempo todo com os PMs na casa da mulher. E que não presenciou tortura e violência sexual - disse Espínola.
Já o laudo de exame de corpo de delito feito no Instituto Médico-Legal (IML) pela ladra deu positivo para lesão corporal e para ato libidinoso sem conjunção carnal.
A mulher continua presa pelo crime de furto.

3 comentários:

  1. Retorno da escala 24 x 72, já não é favor é obrigação. Caso contrário braços cruzados.

    ResponderExcluir
  2. é uma grande injustica o que estáo fazendo com essa policial. do choque. preso??? eles são policial do bem mesmo?mais eu crer deus está com eles é tudo vai se resolver

    ResponderExcluir
  3. Estou de olho em você Cel. Bombeiro PEDÓFILO28 de abril de 2012 10:02

    Bom dia a todos.
    Estamos de olhos bem abertos.
    Todos se lembram do CEL. pego em motel com dois menores de idade. Esse CEL. e o comando só esta esperando uma brecha para por esse pedófílo na reserva remunerada. O mesmo já deveria ter sido expulso da corporação; mas todos nós sabemos que esses coronéis puxam saco uns dos outros. Estou de olho.

    BOLETIM DA SEDEC/CBMERJ NÚMERO 080 DATA 27/04/2012 FOLHA 3482.
    7.2 - Permanecem na condição de adidos à DGP, de acordo com a letra “a”
    do Art. 24, em combinação com o item 3 do Art. 6º do mesmo diploma legal (RMOP/CBMERJ),
    doravante por estarem aguardando processo de transferência para a reserva remunerada “EX
    OFFICIO”, conforme fez público o Boletim da SEDEC/CBMERJ nº 050, de 13 de março de 2012, o Cel BM QOC/79 ADILSON DE OLIVEIRA PERINEI, RG 05.520.

    ResponderExcluir