quarta-feira, 18 de abril de 2012

Moradores de comunidade colocam fogo em ônibus na saída do Túnel Noel Rosa para protestar contra operação policial

FONTE: JORNAL EXTRA 


Moradores da comunidade Rato Molhado, no Engenho Novo, queimaram um ônibus em protesto contra uma operação policial que terminou com uma criança de 10 anos baleada, no fim da tarde desta quarta-feira. Revoltados, eles atearam fogo ao ônibus na Rua Paim Pamplona, na saída do Túnel Noel Rosa, no sentido Jacaré. De acordo com o Corpo de Bombeiros, não houve feridos no incêndio.
O Túnel Noel Rosa ficou fechado por cerca de 1h30m no sentido Jacaré, assim como o acesso ao Viaduto José Alves de Morais, no sentido Vila Isabel. Segundo o Centro de Operações da Prefeitura, o tráfego no túnel e no viaduto já foi liberado e o tráfego é intenso no local. Mais cedo, o trânsito ficou bastantes complicado. Os motoristas que saíam de Vila Isabel tiveram que seguir pela Rua 24 de Maio e acessar novamente o Viaduto. Para quem vinha do Jacaré, a opção foi seguir para a Avenida Marechal Rondon. Segundo o Centro de Operações da Prefeitura, o trânsito esteve congestionado, no sentido Vila Isabel, até a Rua Lino Teixeira, no Largo do Jacaré.
De acordo com a polícia, os moradores chegaram a parar seis coletivos, mas só conseguiram incendiar um da Viação Estrela Azul, que fazia a linha Engenheiro Leal - Praça XV. Apenas o motorista estava dentro do veículo. Ele conseguiu sair ileso. O tenente-coronel Ivanir Linhares, comandante do 3º BPM (Méier), afirmou que a comunidade está ocupada para evitar novas ações dos moradores. Segundo ele, além da menina de 10 anos, que foi atingida de raspão na barriga, um jovem de 18 anos, acusado de envolvimento com o tráfico, também foi baleado no peito durante a ação.
A menina foi atendida no Hospital Salgado Filho, no Méier, mas já foi liberada. Já o rapaz passa por uma cirurgia na mesma unidade. Com o criminoso, a polícia apreendeu uma pistola 9 milímetros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário