sábado, 14 de abril de 2012

Traficantes estariam usando máquinas da prefeitura para abrir crateras nas ruas do Chapadão

FONTE: EXTRA

Caçado pelas polícias Civil e Militar, o traficante Luiz Fernando Nascimento Ferreira, o Nando Bacalhau, de 30 anos, teve carta branca de chefões do tráfico de uma facção criminosa para assumir os domínios das bocas de fumo do Morro do Chapadão, em Costa Barros, e de comunidades vizinhas. E, para consolidar o seu controle da favela, ele estaria obrigando operários que trabalham no Programa Morar Carioca, da Secretaria municipal de Habitação, a dificultarem a ação da polícia.
Agentes da 39ª DP (Pavuna) investigam a informação de que Nando Bacalhau obrigou funcionários, com a ajuda de retroescavadeiras, a abrirem crateras em ruas da comunidade, para atrapalhar a entrada dos policiais durante operações. Traficantes estariam, inclusive, usando eles mesmos os equipamentos.
Diariamente, policiais do 41º BPM (Irajá) fazem operações na área, não só para tentar prender o traficante, mas também para destruir as barricadas que são colocadas ns principais ruas de acesso ao Chapadão.
Nando Bacalhau foi escolhido por Fabiano Atanázio da Silva, o FB — preso no fim de janeiro em Campos do Jordão, interior de São Paulo — para manter o controle sobre o tráfico de drogas do Morro do Chapadão. Foi lá que bandidos do Complexo do Alemão se esconderam após a ocupação do conjunto de favelas pelas forças de segurança, ocorrida em novembro de 2010.

Drogas são vendidas à luz do dia
Percorrendo os arredores do Morro do Chapadão é possível encontrar com traficantes vendendo drogas à luz do dia. Próximo ao Condomínio Village Pavuna, por exemplo, “vapores” oferecem drogas na frente dos moradores.
Com medo de represálias, os funcionários da empresa contratada pela prefeitura preferem nem se aproximar da equipe de reportagem. Um homem que cavava um buraco em uma das ruas de acesso ao morro, na manhã de sexta-feira, se escondeu ao perceber a aproximação da imprensa.
Contra Nando Bacalhau há um mandado de prisão expedido pela comarca de Queimados. Em janeiro deste ano, o traficante promoveu uma festa dentro da comunidade, com muita bebida e vários convidados. Policiais do 41 BPM (Irajá) foram informados da festa, montaram uma operação e esperaram o dia amanhecer para invadir o local. Nando conseguiu escapar, mas foram apreendidos drogas, carros e motos.

Secretaria nega uso de seus equipamentos
Apesar de confirmar que a Secretaria municipal de Habitação vem desenvolvendo o Programa Morar Carioca na região do Morro do Chapadão, a assessoria de imprensa do órgão informou que ainda não recebeu qualquer denúncia de seus funcionários em relação às ameaças dos traficantes.
O traficante Nando Bacalhau é acusado de ter promovido um massacre em outubro de 2010, na localidade conhecida como Bacia do Éden, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Um grupo foi atacado a tiros durante um churrasco. Cinco pessoas morreram e outras dez ficaram feridas. A polícia apurou que a motivação teria sido disputa pelos pontos de vendas de drogas naquela região.

3 comentários:

  1. Enquanto isso s farra dos bailes funks continuam rolando solto na area do 16 bpm(na cidade alta)sem interferencia alguma da policia militar.

    ResponderExcluir
  2. 41 bpm; batalhão de merda comprado com dinheiro do tráfico, não adianta ligar e nem denunciar o village está tomado de vagabundos com homens circulando armados de pistolas e algumas vezes até de fuzil, como eu já presenciei, centro comercial milhares de moradores e até um colégio as margens de uma estrada ,a Rio do Pau; todos dominados e de mãos atadas e não adianta ligar 190 , é inútil, um absurdo ,é o fim da picada.

    ResponderExcluir
  3. Após governo anunciar 5% de aumento para este ano, a PM de Mato Grosso do Sul pode parar nesta terça 17/04!!

    http://www.midiamax.com/noticias/793207-irritados+com+5+cabos+soldados+pm+bombeiros+ms+podem+parar+terca.html

    http://www.ronda.org.br/se-tropa-decidir-pelo-aquartelamento-e-que-vai-acontecer-diz-vice-acs.htm

    ResponderExcluir