quarta-feira, 25 de julho de 2012

Reviravolta em morte de policial civil

Exame de balística feito pelo Instituto Carlos Éboli (ICCE), concluído na semana passada, revelou que o homicídio do detetive Eduardo da Silva Oliveira, de 25 anos, durante troca de tiros com assaltantes na Rodovia Washington Luiz, altura de Saracuruna, Duque de Caxias, teria sido feito por um outro policial civil. Inicialmente acreditava-se que um dos três bandidos que praticavam roubo a carro no local, teria sido o autor do homicídio.
Assim que o delegado Felipe Curi, da 60ª DP (Campos Elíseos), responsável pela investigação, soube o resultado, comunicou à Chefia de Polícia, que requisitou o inquérito e só nesta segunda-feira de manhã o enviou à Corregedoria de Polícia.
A bala calibre 40 teria saído da pistola do inspetor da civil e entrou no lado esquerdo do pescoço de Eduardo. Porém, segundo o instituto, o que mais chama a atenção no disparo é que o ângulo do tiro é de cima para baixo e para a frente, e ambos estavam se protegendo do tiroteio na traseira da viatura da polícia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário