quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Denúncias de migração de traficantes aumentam

Três dias após o secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, admitir a migração de alguns ‘chefes’ do tráfico de drogas de comunidades pacificadas do Rio para São Gonçalo e Niterói, a polícia fez apelo à polução para denunciar a presença dos criminosos. Há cerca de um mês, batalhões das duas cidades, com apoio do Disque-Denúncia, distribuíram panfletos em algumas comunidades para orientar moradores a identificar e denunciar os bandidos.

6 comentários:

  1. UPP, na verdade, é UTT (Unidade de Transferência de Traficantes).

    Não podemos esquecer que os PMs e os BMs do Estado do Rio de Janeiro continuam recebendo salários miseráveis para arriscarem a própria vida em defesa da população, cerca de R$ 40,00 por dia, o equivalente a menos da metade do que recebe uma diarista.

    ResponderExcluir
  2. A greve dos agentes da PF completará duas semanas no dia 21 de agosto.

    Hoje, um salário-base de agente da Polícia Federal é de R$ 7.514,33 (sete mil, quinhentos e catorze reais e trinta e três centavos), valor que, segundo a categoria, está defasado.

    Se o referido valor está defasado, imagine o salário do Policial Militar do Rio de Janeiro!

    Infelizmente, a sociedade não tem valorizado os bons serviços prestados pelos Policiais Militares, profissionais que atuam numa área essencial pondo em risco o seu maior bem (a própria vida). Sem dúvida, trata-se da carreira mais difícil do setor público, mas alguns ingratos enchem a boca para falar que eles "não fizeram mais do que a obrigação", e que "é para isso que recebem salário", esquecendo-se que OS SALÁRIOS PAGOS AOS MILITARES ESTADUAIS SÃO AVILTANTES E INDIGNOS!

    Pagar dignamente não é um favor, é obrigação, senhor Governador!
    O que é feito com a segunda maior arrecadação de impostos do Brasil?

    Piso salarial do PM e do BM deveria ser de, pelo menos, R$ 2.519,97.

    O Salário Mínimo Necessário, referente ao mês de Julho de 2012, foi estimado pelo DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) em R$ 2.519,97 (DOIS MIL, QUINHENTOS E DEZENOVE REAIS e noventa e sete centavos).

    http://www.dieese.org.br/rel/rac/salminMenu09-05.xml

    Este valor é levantado conforme determina a lei que estabeleceu o Salário Mínimo, o Decreto Lei 399 e a Constituição Federal em seu artigo 7º, inciso IV.

    INSEGURANÇA

    O interior do Estado está sofrendo com a política irresponsável de insegurança do atual desgoverno. O morro está ocupado e o asfalto está abandonado! Prédios estão sendo assaltados nas áreas mais nobres do Rio de Janeiro, o que demonstra que não existe "pacificação" nenhuma!

    Sérgio Cabral paga SOLDOS inferiores ao SALÁRIO MÍNIMO vigente aos BOMBEIROS e POLICIAIS MILITARES do Estado do RIO DE JANEIRO! A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro vivem os piores dias de suas gloriosas histórias.

    ResponderExcluir
  3. Vamos começar a divulgar no BDR de ontem, abriu CD do motorista do corregedor geral. Acreditem, roubando caminhão de eletrodomésticos. Sos, vamos bater de frente, pois até agora a anistia, não saiu? Pois é união só nos bombeiros.

    ResponderExcluir
  4. Meu primo mora na cidade alta,ele me disse que lá está cheio,inclusive nos dias de baile,as sextas e sábados e que o 16ºBPM não está nem ai.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deixe-se claro que os policiais da rua tem ordem de serviço, nada podem fazer se os comandantes mandarem, pois se fazer sem ter ordem trocam de lugar, eles é que são presos, isso é recompensa do militarismo.

      Excluir
  5. Os bairros bandeirantes, pachecos, barracão, laranjal, bichinho, sacramento, meia noite, parada feliz, parada são jorge, santa izabel, cafuca, alcantara, coelho, jóckei, agora são conhecidos como Complexo de São Gonçalo, tamanho é o domínio dos "extraviados" bandidos que dominavam onde hoje existe a UTT(UPP), eles fazem o que querem, expulsam moradores de suas casas, fazem bailes até tarde da noite, ou seja, é realmente um novo complexo. Antes quando perguntavam aos Gonçalenses onde moravam, com vergonha pelo descaso do governo respondiam: Moro em São Gonçalo, é feio, mas pelo menos é tranquilo. E hoje em dia, qual o lado bom de São Gonçalo?

    ResponderExcluir