sábado, 15 de setembro de 2012

PM e cunhado são presos por tentativa de homicídio


Um soldado da PM, lotado no Serviço de Inteligência (P-2) do Batalhão de Polícia de Vias Especiais (BPVE), da Vila Kennedy, em Bangu, na Zona Oeste do Rio, foi preso na noite de ontem, suspeito de participação no assalto que terminou com dois outros PMs baleados, na noite de quarta-feira, no centro de São Gonçalo.

Na casa do soldado, no Barro Vermelho, em São Gonçalo, policiais do Serviço de Inteligência (P-2) do 7º BPM (SG) apreenderam duas pistolas, roubadas dos dois PMs durante o assalto. Lotados no 16º BPM (Olaria), os policiais estavam à paisana e passavam de moto pela Rua Salvatori, no centro de São Gonçalo, quando foram atacados.

De acordo com os policiais do 7º BPM, eles receberam a informação de que os assaltantes estariam escondidos no Morro Menino de Deus, no Rocha, e seguiram para o local. Durante buscas na comunidade, os agentes chegaram até à casa do cunhado do soldado PM, na Rua Guilherme Lopes, mas ninguém foi encontrado no imóvel. Ainda na favela, eles foram informados por populares de que um PM, morador do Barro Vermelho, teria ido à favela buscar as armas.

Eles então seguiram para o endereço fornecido na denúncia e conseguiram localizar as pistolas roubadas, calibre 380 e .40, com o emblema da corporação, escondidas na casa do PM.

O soldado contou aos policiais que seu cunhado achou as armas e como não sabia o que fazer com elas, lhe entregou. Ele então resolveu guardar em casa porque não sabia para onde levá-las.

Os policiais deram voz de prisão ao suspeito e o levaram para o 4º Comando de Policiamento de Área (CPA), em Niterói. Em seguida, o militar foi levado a 73ª DP (Neves) onde o caso foi registrado.

Recordando - Os PMs foram baleados por bandidos que estavam de moto e exigiram que eles entregassem a motocicleta deles. Houve troca de tiros e os dois PMs foram baleados. Os bandidos fugiram com as armas dos dois.

Nenhum comentário:

Postar um comentário