quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Secretário de Segurança manda investigar PMs da Chatuba


O secretário  de Segurança, José Mariano Beltrame, pediu ao corregedor da Polícia Militar, Waldyr Soares Filho, que investigue as denúncias de moradores da favela da Chatuba, em Mesquita, sobre os possíveis desvios de conduta de policiais militares do batalhão da área (20º BPM).
Denúncias de moradores da comunidade que acusam PMs de receber propina para deixar de combater o tráfico na Chatuba.
O comandante da unidade, Marcos Borges Silva, disse que as denúncias, mesmo anônimas, estão sendo encaminhadas para a Corregedoria da PM. Silva assumiu o batalhão em outubro do ano passado.
— No meu comando já fizemos 202 prisões de traficantes só na Chatuba. Existem denúncias, mas são anônimas. E elas foram encaminhadas à 3ª DPJM (Delegacia de Polícia Judiciária Militar). Mas, até agora, ninguém apareceu na delegacia para registrar uma a denúncia.
Silva disse que realiza trocas do efetivo do batalhão para evitar que os policiais sejam corrompidos.
— O efetivo que atua na Chatuba é trocado frequentemente. Há duas semanas todos os militares que atuam no local foram substituídos.

Denúncia dos moradores
Moradores do bairro da Chatuba, em Mesquita, e do Cabral, em Nilópolis, ambos na divisa entre esses municípios da Baixada Fluminense, denunciam que traficantes de drogas agem nas comunidades livremente, sem a repressão da Polícia Militar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário