domingo, 28 de outubro de 2012

Manda quem pode, obedece quem tem juízo!

VIA FACEBOOK

Quero deixa bem claro que na machete do jornal EXTRA DO RJ dia 27/10/2012 que diz : "Bombeiros ignoram normas da corporação" NÃO Foi o soldado, cabo ou sargento que trabalha na ambulância que passaram por cima da norma da corporação, mais foi por ordens superiores( Cmt geral do corpo de bombeiros Rj estava no incêndio)

 
Manda quem pode, obedece quem tem juízo!
Se ele (Secretario de saúde RJ Sergio Cortez ) não quis ir para Rede publica de saúde Rj a qual ele gerência , a explicação de ele que tem plano de Saúde e não queria ocupar vaga de outra pessoa.( Bonzinho né! ) E parte que utilizou o veículo público que o encaminhou para o Hospital particular, isso é de tráfico de influência.


Hipoteticamente você se acidenta por quaisquer circunstância e chamam os bombeiros para lhe socorrer. Seus parentes sabem que você é segurado em um plano de saúde TOP, e dizem ao bombeiro :
" Senhor, nos encaminhe ao hospital particular " X "porque o acidentado tem plano de saúde. " A resposta " padrão " para TODO cidadão é :
"Não é permitido, senhor(a). Só podemos deixar o paciente em uma unidade pública de saúde. São normas da corporação."
Isso não Acontece com Sérgio Cortês (Secretário de Saúde Estadual, responsável pela qualidade dos hospitais do RJ). Ele utilizou o veículo público que o encaminhou para o Hospital Particular Samaritano. Com a permissão do secretario Defesa Civil e comandante do corpo de bombeiros Sergio Simões).
1. Pra ele não vale a regra ? 
2. Por que ele se recusou a se tratar na rede pública no qual é responsável ?
Somos um Rio.

Um comentário:

  1. VERGONHA! Foi um desrespeito ao Artigo 5º da Constituição Federal (“TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI”). Uma norma do Corpo de Bombeiros foi descumprida sem explicação.

    Ao analisarmos o artigo 7º, inciso IV, da Carta Magna de 1988, percebemos que os Bombeiros e Policiais Militares do Estado do Rio de Janeiro não recebem um salário digno. O Salário Mínimo Necessário, divulgado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (http://www.dieese.org.br), capaz de atender às necessidades vitais básicas (moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene e transporte), em Setembro de 2012 foi estimado em R$ 2.616,41 (dois mil, seiscentos e dezesseis reais e quarenta e um centavos). O piso salarial deve ser reajustado periodicamente, de modo a preservar o poder aquisitivo dos Militares Estaduais. O valor tem que ser suficiente para a manutenção do servidor. O Governador deveria ter vergonha de pagar tão mal!

    UM ESTADO QUE PRETENDE SEDIAR MEGAEVENTOS ESPORTIVOS COMO COPA DO MUNDO E OLIMPÍADAS NÃO PODE PAGAR MENOS DO QUE O SALÁRIO MÍNIMO NECESSÁRIO AOS SERVIDORES PÚBLICOS ESSENCIAIS. PAGAR UM SALÁRIO DIGNO É IMPORTANTÍSSIMO!! O RIO DE JANEIRO, ESTADO QUE POSSUI A SEGUNDA MAIOR ARRECADAÇÃO DE IMPOSTOS, PAGA O MENOR SALÁRIO DO BRASIL.

    ResponderExcluir