quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Polícia Militar expulsa sargento suspeito de envolvimento com a mílicia


A Polícia Militar do Rio expulsou nesta quarta-feira o terceiro-sargento Hércules Constâncio, do 22º BPM (Maré), por envolvimento com a mílicia.
Contra ele, há acusações de envolvimento com o comércio clandestino de sinal de TV a cabo, venda de gás de cozinha, transporte alternativo de passageiros e exploração de segurança de rua. Ele é reu da operação Duas Caras, que investiga acusados de pertencer a uma mílicia.
No dia 28 de outubro, durante o segundo turno das eleições municipais, Hércules foi preso pela juíza Patrícia Barbosa, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, após uma denúncia anônima. O policial teria tentado se eleger vereador no município pelo PR (Partido da República), mas não conseguiu número de votos suficientes.
O policial estava com R$ 10.450 em dinheiro e material de campanha do candidato à prefeitura de Caxias, Washington Reis (PMDB).
Com ele, foram encontradas duas listas, uma com nomes anistiados do gatonet e outra referente a pagamentos para a prática de boca de urna. O caso foi registrado na 59ª DP (Duque de Caxias).

Nenhum comentário:

Postar um comentário