terça-feira, 23 de outubro de 2012

Suspeito de gerenciar tráfico em Manguinhos oferece R$ 10 mil de suborno para não ser preso

Agentes da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) Adeus/Baiana, no Complexo do Alemão, na zona norte do Rio de Janeiro, prenderam na tarde desta segunda-feira (22), o homem conhecido como Talibã, suspeito de gerenciar o tráfico de drogas na comunidade de Manguinhos, na zona norte. Para escapar, ele ofereceu R$ 10 mil de propina.
Desde o dia 14 de outubro, o Complexo de Manguinhos e a favela do Jacarezinho foram ocupados pelas forças de segurança do Estado. Na região dessas comunidades estava localizada a maior cracolândia do Rio de Janeiro.
Talibã teria fugido depois da ocupação policial e tentava se esconder em um apartamento do condomínio do PAC (Programa de Aceleração de Crescimento) no Alemão. Os policiais chegaram até o criminoso a partir do Disque-Denúncia.
Por volta das 15h30, dois carros da polícia foram para o local onde a denúncia informava que o criminoso estava escondido e lá encontraram o suspeito junto com Russão, o segurança dele.
Os criminosos ofereceram R$ 10 mil aos agentes para que não fossem presos. Os policiais chegaram a simular uma negociação com os bandidos, que instruíram os agentes para pegarem o dinheiro dentro de uma lixeira em frente à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Alemão. No local os policiais encontraram o valor combinado dentro de dois sacos pretos contendo R$ 5 mil em cada um.
Contra Talibã existiam três mandados de prisão em aberto por tráfico e associação para o tráfico. Não há mandado de prisão expedido contra Russão, que já tem passagem pela polícia por assalto à mão armada.
Os presos e o dinheiro usado na tentativa de negociação com os policiais foram levados para a Delegacia da Ilha do Governador (37ª DP).

2 comentários:

  1. parabens aos policiais.

    ResponderExcluir
  2. I N D I G N I D A D E

    Ao analisarmos a Constituição Brasileira de 1988, percebemos que os Bombeiros e Policiais Militares do Estado do Rio de Janeiro não recebem um salário digno. No Brasil, é preciso melhorar a distribuição de renda, corrigir o histórico problema das distorções sociais.

    O Salário Mínimo Necessário, divulgado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (http://www.dieese.org.br), capaz de atender às necessidades vitais básicas (moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene e transporte), de acordo com o artigo 7º, inciso IV, da Carta Magna de 1988, em Setembro de 2012 correspondeu a R$ 2.616,41 (dois mil, seiscentos e dezesseis reais e quarenta e um centavos). O piso salarial deve ser reajustado periodicamente, de modo a preservar o poder aquisitivo dos Militares Estaduais. Portanto, o menor vencimento dos PMs e BMs (o de Sd) deveria ser de, no mínimo, R$ 2.616,41 (líquido e sem as gratificações)!

    UM ESTADO QUE PRETENDE SEDIAR MEGAEVENTOS ESPORTIVOS COMO COPA DO MUNDO E OLIMPÍADAS NÃO PODE PAGAR MENOS DO QUE O MÍNIMO NECESSÁRIO AOS SERVIDORES ESSENCIAIS.

    ResponderExcluir