sábado, 24 de novembro de 2012

Chegada de ressaca dá bastante trabalho para os bombeiros de Niterói

 Bombeiros do 4ª Grupamento Marítimo de Niterói resgataram na tarde de sexta-feira três pessoas do mar na Praia da Boa Viagem após grupo ser arrastado para longe da costa devido à chegada de uma ressaca no Rio de Janeiro.
O trio, que seria praticante de boady board, conseguiu se manter em segurança graças ao tipo de prancha, mas mesmo assim as três pessoas foram lançadas contra as pedras de uma ilha nas imediações do costão do Museu de Arte Contemporânea (MAC) por causa do mar forte.
As vítimas, depois de serem resgatadas, contaram que estavam na água e quando foram surpreendidas pela mudança repentina da maré e de forte ventania. Uma mulher foi a única a sofrer escoriações leves pelo corpo e foi medicada ainda na areia da por uma equipe médica que acompanhou os bombeiros no resgate.
Bombeiro faz recomendações- Com anos de experiência, o cabo Maurício recomenda a praticantes de surf ou esportes aquáticos muito cuidado, especialmente em situações de ventos fortes e fortes ondas. Isso, segundo o guarda-vidas, é sempre um prenúncio de mudança de tempo mesmo em dias de sol e tempo bom.
Na sexta-feira, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), foi registrada temperatura em torno de 32° na maior parte do Rio de Janeiro. A massa de ar quente e seco que cobriu o Rio garantiu um fim de tarde de tempo aberto e sol.

15 comentários:

  1. Bombeiros e Policiais Militares do Estado do Rio de Janeiro, SERVIDORES PÚBLICOS que prestam SERVIÇOS ESSENCIAIS à população fluminense, deveriam ser mais valorizados! É preciso oferecer QUALIDADE DE VIDA aos referidos profissionais. Faz-se necessário que o excelentíssimo senhor governador Sérgio Cabral Filho analise o Salário Mínimo Necessário, referente ao mês de Outubro de 2012, estimado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, em conformidade com o artigo 7º, inciso IV, da Carta Magna, no valor de R$ 2.617,33 (dois mil, seiscentos e dezessete reais e trinta e três centavos) por mês. Vossa Excelência perceberá que os Soldados da PMERJ e do CBMERJ não recebem um SALÁRIO DIGNO e que os reajustes precisam ser maiores, pelo menos o que virá em 2014, para que as necessidades vitais básicas dos MILITARES ESTADUAIS sejam atendidas de acordo com a nossa Constituição Federal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ta bom companheiro que vive postando isso.
      A questão é como transformar este valor de 2,617,33 em realidade?
      E nem vem com idéia de greve, levando em consideração que servidor corrupto e medrosos não aderem.(ou seja a maioria da PMERj)
      Mudança de Lei também não conta, haja vista que a corja politica tão pouco se f, que dizer, não estão se importando com nossa classe.
      Ou seja só "fantasiando" essa realidade.

      Mas se tiver uma idéia inovadora, talvez se torne possivel. Algué pode propor alguma aqui!?

      Excluir
    2. Uma solução seria triplicar a gratificação referente ao Programa de Capacitação em Operações Policiais Militares de Ocupação Estratégica Temporária e Polícia de Proximidade (o valor da gratificação do POEPP subiria para R$ 1.050,00)!

      Excluir
    3. Concordo plenamente, pois os Policiais Militares Aptos Categoria "A" trabalham muito mais e também se arriscam muito mais! A medida incentivaria a tropa a cuidar da saúde, coisa que a maioria pouco se importa... Afinal, são apenas R$ 350,00 que o cara deixa de ganhar, ou seja, é muito pouco para se sentir no prejuízo! Com isso, o piso salarial seria maior e a tropa ficaria mais motivada para trabalhar (tem muita gente se escondendo)... Estamos carregando o piano, merecemos a recompensa! Talvez assim o piano fique menos pesado.

      Excluir
    4. Isso de Apto ABCD, não deveria existir, Deveria ser apto ou inapto para a função. Sendo considerado inapto permanente que fosse remanejado para outra pasta do Estado. Como pode ser policia sem condições de sê-lo, ou desarmado como existem no Apto "C". Não faz muito sentido Policial apenas na identidade como existe aos montes na PMERj.

      Excluir
    5. É verdade, muitos PMs dão uma de malucos e se tornam Categoria "C" (SINA)! Se o valor do POEPP dobrar (for para R$ 700,00), a situação já melhora um pouco.

      Excluir
  2. Eu recebo gratificação, mas uma medida que deixa de lado os inativos, não valoriza a permanecia na PMERj, ja que um dia todos seremos inativos.
    Seria interessante se fossemos iguais a outras instituições em que todos são equiparados economicamente.
    Gratificações diferenciadas desmantelam a corporação, e podem ser retiradas sem aviso prévio.
    Se o risco de passar fome não fosse real, eu até poderia propor que a solução fosse abrir mão das gratif. criaria um ambiente unico em que TODOS seriam impussionado a refletir se vale ou não;continuar sendo policial no RJ.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, não vale a pena continuar sendo Policial Militar no Estado do Rio de Janeiro. O salário é tão baixo que não compensa o estresse e o desgaste físico e emocional, sem falar dos riscos de sofrer algum dano permanente, ou seja, o risco de ter a sua integridade física atingida!

      Excluir
    2. 88 milhão, você acha que os efetivos do BOPE, do CHOQUE, do GAM e da Cia Cães vão abrir mão das gratificações??? Tenha certeza que não!!!

      Excluir
    3. Tenho certeza de que quem é contemplado com gratificações fará de tudo para continuar recebendo, principalmente os efetivos citados que tem em seus quadros ótimos policiais, e muitos se vêem como sendo de uma policia diferenciada, alguns tão partidario que nem se consideram da PMERj.
      Contudo, estando a parte, lotado em uma OPM especial não se pode esquecer que mudanças e transferencias acontecem.
      A PMERj tem pouco prestigio, uma tropa distraida com disputas pequenas, mas cada policial tem uma responsabilidade enorme no caso de qualquer alteração.

      Com todo o prestigio o Ministério Publico, acaba de lançar um programa que visa fortalecer mas ainda o orgão.
      Uma PMERJ fortalecida seria um bom começo, para depois requerermos remuneração.

      Excluir
    4. A PMERj possui um excelente CMT Geral, mas que cede a toda influência externa (denuncias de televisão), e quase sempre pune com mão de ferro os denunciados.
      Repito um excelente comandante e estadista, nosso Cel. Erir, porém o comando a base do medo não conduz a tropa à eficiencia e o policial ao bem estar, e como os outros deixará um legado inexpressivo, o que não condiz com a liderança que esperamos.

      Contudo a internet nos proporciona a ponte para ajudar um ao outro, um exemplo é este site perante aos colegas excluidos.

      Isso sim faz e fará a diferença!!!

      SOS PMERJ, bom serviço o de voces, espero que continuem assim.

      Excluir
  3. O grande erro do Policial Militar é deixar uma quantia temporária entrar no orçamento familiar. As gratificações não são vitalícias, ou seja, não se detém durante toda a vida!

    ResponderExcluir
  4. sou do Batalhão de Operações Policiais Especias é tenho poucas palavras a dizer sobre a citação de bocas sujas ao meu Batalhão:

    CAVEIIIIIIIIIIIIIIRA, NUNCA SERÃO.................

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom CAVEIRA, é com esse espirito que a PMERj e a sociedade precisa voces, CONFIANTES GUERREIROS!!!!
      Mas o termo boca suja, não provoca os demais, ao contrario demonstrar falta de cultura, mas tudo bem, pois o que todos precisamos do BOPE é resultado, e nisso os CAVEIRAS são excelente.
      Continue assim, o "SEU" batalhão é o melhor, todos sentimos orgulho de vocês.

      Excluir
  5. VOCÊ FALA ISSO, PORQUE É UM ALIENADO, ACHA QUE É MELHOR, MAS É HUMILHADO E GANHA SALÁRIO DE MERDA IGUAL A TODOS. QUEM VIVE DE ILUSÃO É CIRCO O PALHAÇO!

    ResponderExcluir