segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Decretada prisão de PM que matou jovem ao confundir estouro de pneu com tiro

A Justiça decretou a prisão preventiva do policial militar acusado de matar o jovem Rafael Costa da Silva, de 17 anos, em Cordovil, ao confundir o barulho do estouro de um pneu com o de um tiro. O terceiro-sargento Márcio Perez de Oliveira foi denunciado pelo Ministério Público estadual na última quarta-feira por homicídio doloso. A juíza Elizabeth Machado Louro, da 4ª Vara Criminal, que recebeu a denúncia, justifica a decisão com a necessidade de se manter a ordem pública, citando os fatos do PM ter tentando tirar a bala alojada no pescoço da vítima e ainda de não ter prestado socorro no local. 
A juíza acatou o pedido de prisão preventiva feito pelo promotor Marcelo Muniz Neves, titular da 1ª Promotoria de Justiça junto ao IV Tribunal do Júri. O crime ocorreu no dia 28 de outubro, logo após o pneu do Fiat Idea que Rafael dirigia pela Estrada do Porto Velho estourar. O PM alegou ter confundido o som com o de um tiro. Três dias depois do assassinato, Márcio Perez de Oliveira recebeu o direito de responder ao processo em liberdade.

32 comentários:

  1. O terceiro-sargento juruna Márcio Perez de Oliveira, com 13 anos de corporação e 36 anos de idade, cometeu um erro gravíssimo, que custou a vida de um adolescente, uma prova concreta de que o tempo de serviço não deveria ser motivo de promoção! AS PROMOÇÕES DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO DEVERIAM ACABAR. Só no Rio de Janeiro as divisas de cabo e de sargento são distribuídas "automaticamente" para todos, independentemente das suas qualidades e habilidades. Trata-se de uma promoção infundada e, no mínimo, incoerente, para não dizer ridícula! Esta promoção "automática" traduz-se em uma depreciação institucional e um desprestígio para o bom policial militar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele se tornou EXPERIENTE em fazer merda!

      Excluir
    2. O Decreto nº 43.411 de 10 de janeiro de 2012, que antecipa as promoções, esculhambou de vez com a hierarquia da carreira militar estadual no Rio de Janeiro, nivelando a tropa por baixo. Gerar sargentos que não cursaram o CFS dá nisso (uma abordagem desastrosa, devido à falta de comando na guarnição)! Esse PM não tem a mínima condição de comandar uma fração de tropa, era para ele ser Soldado ainda. Quantos precisarão morrer para o Governo do Estado do Rio de Janeiro perceber que isso está errado???

      Excluir
    3. Lamentável o despreparo dos jurunas! A concessão da referida promoção é uma "brincadeira de mau gosto" com a Polícia Militar. A Corporação não merece ser tratada assim!

      Excluir
    4. A progressão funcional de praças por tempo de serviço desrespeita o princípio da meritocracia.

      Meritocracia é um sistema que considera o mérito (aptidão), a razão para se atingir determinada posição. Em sentido mais amplo, pode ser considerada uma ideologia. As posições hierárquicas são conquistadas, em tese, com base no merecimento e entre os valores associados estão educação, moral, aptidão específica para determinada atividade. Em alguns casos, constitui-se em uma forma ou método de seleção. A meritocracia está associada, por exemplo, ao estado burocrático, sendo a forma pela qual os funcionários estatais são selecionados para seus postos de acordo com sua capacidade (através de concursos, por exemplo). Ou ainda – associação mais comum – aos exames de ingresso ou avaliação nos cursos. Assim, meritocracia também indica posições ou colocações conseguidas por mérito pessoal. O principal argumento em favor da meritocracia é que ela proporciona maior justiça do que outros sistemas hierárquicos. Além disso, em teoria, a meritocracia, através da competição entre os indivíduos, estimula o aumento da produtividade e eficiência. Os organismos meritocráticos enfatizam talento, educação formal e competência.

      Conclusão: AS PROMOÇÕES DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO DEVERIAM ACABAR!

      Excluir
    5. O Sgt juruna (promovido "automaticamente") cometeu homicídio doloso. Parabéns aos defensores do Plano de Carreira!

      Excluir
    6. Agora não aparece nenhum juruna para comentar!

      Excluir
    7. O mesmo imbecil fez os sete comentários acima simulando um diálogo e acha que ninguém percebeu. Como eu já disse, devemos informar a psiquiatria, pois esse cara que diz ser SGT de curso está precisando passar um tempo lá.

      Excluir
  2. Tinha que ser um juruna! A PMERJ não o preparou para executar as funções de graduado, simplesmente o promoveu. É preciso acabar com esse "plano de carreira", que premia o despreparo, pois erros assim denigrem a imagem da Corporação!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sabia que o Decreto nº 43.411 de 10 de janeiro de 2012 ia trazer problemas para a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro!

      Excluir
    2. Sargentos que não cursaram o CFS só existem no Rio de Janeiro!

      Excluir
    3. O mesmo imbecil faz os três comentários acima. É muito bizonho.

      Excluir
  3. Ai Sr Anônimo : E desde quando CFS ou CAS dá preparo a alguém...Ou melhor, desde quando a PMERJ prepara alguma Praça...Os oficiais podem até ser preparados, o BOPE e o GAM são, mas agora querer criticar o cara por ser juruna, fala sério, ou você nunca trabalhou numa PATAMO com Quatro fuzis, onde a qualquer momento um componente pode efetuar um disparo, poderia ser um recruta, que ia dar o tiro do mesmo jeito. Para de escrever merda seu recalcado e identifique-se.
    CAP PM HENRIQUE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://contodefardas.blogspot.com.br/2011/05/promocao-por-tempo-de-servico-na-pmerj.html

      Excluir
    2. http://militarlegal.blogspot.com.br/2008/01/major-pmdivisas-no-so-ganhas-so.html

      Excluir
    3. http://www.pec300.com/2011/03/ten-cel-que-disse-ser-contra-promocao.html

      Excluir
    4. http://www.pec300.com/2011/03/ten-cel-diz-ser-contra-promocao-por.html

      Excluir
    5. Um idiota que não tem opinião postando vários links.

      Excluir
  4. Totalmente recalcado. Foi um ato infeliz. Mas conheço a região e duvido que esse recalcado trabalhe num local como esse.

    ResponderExcluir
  5. Amigo procure outro lugar para postar essas bobagens, pois vc e totalmente sem sentido, ou tirar PO na RIO 2006, te deu algum preparo que pra mim não. Teve um port seu que vc falou que TRO e BRAT, não era função de SGT, então gostaria de saber qual função vc exerce na sua OPM, não precisa se identificar, mas espero que diga a verdade

    ResponderExcluir
  6. O Sargento é o elo fundamental (homem de ligação) entre o Comando e a Tropa.
    Os Cabos e Soldados são, essencialmente, os elementos de execução.


    Nas Forças Armadas Portuguesas, os sargentos formam uma categoria profissional própria, separada da de Oficial e da de Praça. Antigamente, a categoria dos sargentos também era conhecida como classe dos oficiais inferiores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então vai para portugal seu mané.

      Excluir
  7. O Sargento deve desempenhar as funções de Comandante de PPC ou DPO (3º Sgt), Sargenteante (2º Sgt), Adjunto ao Oficial de Dia (2º Sgt) e Sargento-Brigada (1º Sgt).

    Todos nós dependemos uns dos outros. Mas não é por isso que devo achar certo um não concursado ultrapassar um concursado.

    Concurso é mérito, porque seleciona pessoas. Caso contrário, teríamos advogados se tornando juízes sem concurso. Administradores se tornado analistas em algum órgão público por aí sem concurso. São vários exemplos. Então, é justo promover alguém no serviço público sem concurso? Imagina alguém te ultrapasando sem ter feito as mesmas provas e cursos que você fez, seja no meio civil ou no militar. Aposto que você ficaria revoltado!

    Soldados fizeram concurso para Soldado, não para Sargento.

    ResponderExcluir
  8. ao amigo administrador do blog, peço para tirar esses comentários babacas e imbecil sobre jurunas e cursados, na moral esse cara que fica perdendo tempo fazendo esses comentários é um idiota da pior espécie, vai fazer prova pra PF seu idiota, saia da minha PM porra!!!

    ah! e eu sou de curso e não fico falando merda e nem querendo ser melhor que alguém, ponha-se no seu lugar seu merda!!!

    ResponderExcluir
  9. Todos nós dependemos uns dos outros, mas não é por isso que devo achar certo um graduado não concursado (juruna) ultrapassar um concursado.

    ResponderExcluir
  10. O policial militar tem que analisar bem o cenário antes de efetuar um disparo!

    ResponderExcluir
  11. O Decreto nº 43.411, de 10 de janeiro de 2012, beneficia os acomodados e nivela a tropa por baixo! Ter uma grande quantidade de Sargentos onera a folha e não garante um bom serviço prestado à sociedade. Da maneira como são promovidos atualmente, os policiais militares não possuem condições de exercer a graduação que ostentam de maneira satisfatória. O Curso de Formação de Sargentos (CFS) prepara a Praça para a mudança de círculo, para executar as funções de graduado. O Curso Especial de Formação de Sargentos (CEFS), apelidado pela tropa de "curso de confirmação de divisas", foi criado com o objetivo de atender à demanda Institucional para a promoção por tempo de serviço, mas não prepara o PM adequadamente para executar as funções de graduado.

    ResponderExcluir
  12. Vocês não falam que a Prova é fácil?? Por acaso estão com medo de não passar??

    O Sargento é o elo fundamental (homem de ligação) entre o Comando e a Tropa.
    Os Cabos e Soldados são, essencialmente, os elementos de execução.

    ResponderExcluir
  13. O Decreto nº 43.411, de 10 de janeiro de 2012, desprestigia o bom profissional, beneficia os acomodados e nivela a tropa por baixo! Este Decreto gerou uma grande insatisfação por parte da tropa que estudou e prestou concursos internos para subir em sua carreira, pois as promoções através do critério do Tempo de Serviço acarretaram quebra da precedência hierárquica, abalando um dos pilares institucionais vigentes na PMERJ: A HIERARQUIA. Ter uma grande quantidade de Sargentos onera a folha e não garante um bom serviço prestado à sociedade. Da maneira como são promovidos atualmente, os policiais militares não possuem condições de exercer a graduação que ostentam de maneira satisfatória. O Curso de Formação de Sargentos (CFS) prepara a Praça para a mudança de círculo, para executar as funções de graduado. O Curso Especial de Formação de Sargentos (CEFS), apelidado pela tropa de "curso de confirmação de divisas", foi criado com o objetivo de atender à demanda Institucional para a promoção por tempo de serviço, mas não prepara o PM adequadamente para executar as funções de graduado.

    ResponderExcluir
  14. Conheço vários Sargentos (CFS) escondidos dentro das unidades! Cadê os melhores nas ruas! Os que estão nas ruas nesse momento são os jurunas! Então tenhamos mais respeito! E já estava me esquecendo, choram reclamando quando estão empenhados em serviços extras! Então amigo anônimo, vai para as ruas um pouquinho, trabalhar sobre pressão e adrenalina!!!!

    ResponderExcluir