domingo, 11 de novembro de 2012

PM troca 273 fuzis por armas não-letais

Enquanto isso, as PMs, armadas de pistolas, cantam na inauguração da Flupp, a Feira Literária das áreas pacificadas, no Morro dos Prazeres, em Santa Teresa

O site do governo do estado do Rio informa que a Polícia Militar está substituindo, gradativamente, fuzis das rádio-patrulhas que atuam no Rio de Janeiro por armas não-letais. No total, já foram 273 fuzis trocados por tasers, armamento de choque utilizado para imobilizar suspeitos durante ações policiais. Só na Zona Sul foram recolhidos cerca de 180 fuzis, segundo informou a coluna de Ancelmo Gois de hoje.

A Secretaria de Segurança já distribui 1.265 tasers. Essas pistolas emitem uma energia de 50 mil volts contra o corpo humano, mas com intensidade baixa, com 0,0036 ampère. O processo de retirada dos fuzis de parte das rádio-patrulhas acontece em áreas pacificadas.

Segundo o governo do estado, "os fuzis estão sendo endereçados a regiões onde seu uso ainda é necessário". No futuro, apenas as unidades especiais da Polícia Militar utilizarão o armamento. A primeira vez em que Beltrame falou sobre o fuzil como maior inimigo da cidade foi em entrevista aos leitores deste blog, em 2008. A tese do secretário é de que o uso desse armamento indiscriminadamente coloca a cidade em pé de guerra. Só que o mesmo fuzil que assusta as pessoas de bem também intimida os criminosos. É uma equação difícil de se resolver. 

Opinião do  REPÓRTER DE CRIME
Num ponto, o secretário de Segurança acerta. Quanto menos fuzis houver nas mãos de policiais menos chances haverá de essas armas chegarem às mãos dos criminosos.


4 comentários:

  1. O problema da TASER é que só é fornecido ao policial militar 01 (um) cartucho, e este só surtirá efeito se disparado com precisão! Mas o mais importante não é o armamento do PM, é o seu conhecimento, o seu preparo, o seu condicionamento, e o seu descanso em dia. Não tem como um policial militar cansado, por causa do "bico", trabalhar bem, pois é um ser humano!

    ResponderExcluir
  2. A pistola representa menos risco de pessoas serem atingidas simultaneamente!

    ResponderExcluir
  3. PALHACADA ISSO IA OLHA A VERDADE E QUE AS FRONTEIRAS ESTAO ABERTA ESTA ESNTRANDO ARMAS EM TODOS OS ESTADOS DA FEDERACAO, FUTURAMENTE TODAS AS POLICIAS DESSE PAIS SERA ESPECIALIZADA TIPO O BOP, NAO TAPE O SOL COM A PENEIRA!!

    ResponderExcluir
  4. Reporter de crime,só pode ser brincadeira a sua opinião.
    As armas da Policia somente vão para as mãos dos bandidos após a morte do policial.
    Policial não pode comprar fuzil,pois é arma privativa das Forças Armadas.

    ResponderExcluir