quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Policiais de UPPs do Rio se dizem ameaçados por traficantes

Uma denúncia feita com exclusividade para o SBT Brasil, revela que a violência nas favelas do Rio de Janeiro ocupadas por Unidades de Polícia Pacificadora não diminuiu. Segundo alguns policiais que trabalham no Morro da Coroa, na área central da cidade, a falta de segurança assusta os profissionais, já que a partir das 16h as UPPs são fechadas e eles são obrigados a ficar na rua, sem proteção.

Para os policiais, o tráfico continua ativo nas favelas, e agora, ainda com mais segurança. Mas a assessoria de imprensa da Polícia Militar negou as denúncias, e em nota, afirmou que apenas a sede administrativa fica fechas, mas que as demais bases da região servem como alojamento.
 
video
 

11 comentários:

  1. Quero ver quem será responsabilizado depois...

    ResponderExcluir
  2. Mesmo com todos esses problemas, quando abrem as inscrições dos concursos para Soldado PM, aparecem multidões querendo ingressar nos quadros da Corporação! Infelizmente, a única solução é o Policial Militar pedir baixa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caramba, na reportagem o policia disse que faz necessidades no mato.

      Semana passada prenderam um policia que gostava de goiabada, só falta querer prender por cagar no mato.kkkkkkkkk

      Excluir
    2. O policial militar foi preso por ter feito algo de errado, não porque gostava de goiabada. Se o PM cagar no mato, com certeza estará passível de punição.

      Excluir
  3. Cuidado, quem faz necessidades no mato pode ser autuado em flagrante delito!!!

    ResponderExcluir
  4. Atentado violento ao pudor, desordem publica e uso indevido de patrimonio publico kkkkkkk
    não é pra rir ´r pra chorar msmo o que nao entra na minha cabeça é se ta tao ruim assim pq tanta gente ta querendo entrar.
    o pessoal deveria é pedir baixa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! Se eles acham que não está bom, deveriam pedir baixa...

      Ninguém é obrigado a ficar, quem está na Polícia Militar é voluntário.

      Excluir
  5. Aos "anônimos",

    Com certeza é de forma voluntária e concorrida o ingresso na PMERJ, e que seus "insatisfeitos" teen a porta da frente como serventia.

    Porém gostaria de perguntar aos radicais anônimos: De quem é a responsabilidade das áreas pacificadas ainda possuírem fuzis e bocas de fumo?
    Da tropa de menor escalão? E se todos os Policiais das UPP pedirem Baixa esse problema se resolve?

    Comento: O Estado Democrático de Direito deve ser manutenido aos olhos da Lei! Todas as garantias e condições para que os policiais exerção suas funções é "DEVER" do estado subsidiar, do contrário é abuso do poder.

    ResponderExcluir
  6. vídeos antigos... as viaturas ainda eram da volkswagen....

    ResponderExcluir
  7. Falar é fácil, ninguém tá lá! Vai pedir baixa e fazer o que? Diz aí!
    Ser motorista de ônibus? Vai arrumar outro emprego público pra ele? Não!
    Td mundo faz pq é um emprego público, e ficam na esperança de melhorar, a culpa é do governador omisso que só sabe gastar, o secretário nada faz e o comando fica sem poder fazer nd!

    o cmt da upp tem é d+, n deixar a upp aberta pra irem ao banheiro. N tem permanência?

    ResponderExcluir
  8. manucú mané essa porra dessa UPP aí não tem jeito não, ta toda vendida, mais só quem ganha não são os bucha q botam a cara lá não.
    o arrego é alto e geral sabe disso mais não fala.

    ResponderExcluir