segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Suspeito morre em Rocha Miranda após tentar assaltar taxista e policial de folga

Um suspeito morreu e outro ficou ferido numa troca de tiros com um policial militar, que estava de folga, em Rocha Miranda, na Zona Norte, na madrugada desta segunda-feira. Segundo a PM, o tiroteio teve início após os suspeitos tentaram roubar um táxi e, em seguida, o policial, na Avenida dos Italianos, na altura do número 300. O PM reagiu e os criminosos foram atingidos. Um dos suspeitos morreu no local e o outro foi encaminhado ao Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes. Com os suspeitos, a polícia apreendeu dois revólveres calibre 38. O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios.

5 comentários:

  1. Ao analisarmos o artigo 7º, inciso IV, da Carta Magna de 1988, percebemos que os Bombeiros e Policiais Militares do Estado do Rio de Janeiro NÃO recebem um salário digno. O Salário Mínimo Necessário, referente ao mês de Outubro de 2012, foi estimado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, em conformidade com o supracitado dispositivo constitucional, no valor de R$ 2.617,33 (dois mil, seiscentos e dezessete reais e trinta e três centavos) por mês. O objetivo do referido piso, divulgado no dia 5 de novembro de 2012, é o atendimento das necessidades vitais básicas (moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene e transporte).

    Em vez dos órgãos de segurança pública discutirem o projeto de legalização do trabalho paralelo de policiais militares (jornada que deixa o profissional estressado), deveriam discutir o pagamento de salários dignos aos referidos agentes da lei. Colocar Policiais Militares para fazer "bico" joga na lata do lixo o nome da gloriosa Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro e do excelentíssimo senhor governador Sérgio Cabral Filho, a quem cabe contratar e prover o sustento dos Policiais Militares no exercício da profissão. Dada a natureza da atividade policial militar, faz-se necessário o investimento nos profissionais que a desempenham, de modo que as necessidades vitais básicas destes sejam devidamente atendidas.

    É PRECISO OFERECER QUALIDADE DE VIDA AOS PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA PÚBLICA. O GOVERNO FLUMINENSE, APESAR DE TER A 2ª MAIOR ARRECADAÇÃO, ESTÁ PAGANDO O MENOR SALÁRIO DO BRASIL AOS MILITARES ESTADUAIS. UM ESTADO QUE PRETENDE SEDIAR MEGAEVENTOS ESPORTIVOS COMO COPA DO MUNDO (2014) E OLIMPÍADAS (2016) NÃO PODE PAGAR MENOS DO QUE O SALÁRIO MÍNIMO NECESSÁRIO AOS SERVIDORES PÚBLICOS ESSENCIAIS. O SOLDADO DA PMERJ GANHA A METADE DO QUE DEVERIA RECEBER POR MÊS (PARA ARRISCAR A PRÓPRIA VIDA)!

    ResponderExcluir
  2. ao amigo administrador do blog, peço para tirar esses comentários babacas e imbecil sobre jurunas e cursados, na moral esse cara que fica perdendo tempo fazendo esses comentários é um idiota da pior espécie, vai fazer prova pra PF seu idiota, saia da minha PM porra!!!.

    ResponderExcluir
  3. ao amigo administrador do blog, peço para tirar esses comentários babacas e imbecil sobre jurunas e cursados, na moral esse cara que fica perdendo tempo fazendo esses comentários é um idiota da pior espécie, vai fazer prova pra PF seu idiota, saia da minha PM porra!!!

    ah! e eu sou de curso e não fico falando merda e nem querendo ser melhor que alguém, ponha-se no seu lugar seu merda!!! e vá procurar o que fazer!!!
    se cocô de cavalo.

    ResponderExcluir
  4. ESSE OTÁRIO NÃO TEM OUTRO ASSUNTO, ELE FICA COLANDO E COPIANDO A MESMA COISA TODA HORA, FAZENDO ISSO TAMBÉM EM OUTROS BLOGS. VOCE UM DIA SERÁ BENEFICIADO TAMBÉM POR ESSE TIPO DE PROMOÇÃO. ENTÃO SEU OTÁRIO, MUDA O DISCO, PORQUE A NOSSA LUTA É OUTRA!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Decreto nº 43.411, de 10 de janeiro de 2012, beneficia os acomodados e nivela a tropa por baixo! Ter uma grande quantidade de Sargentos onera a folha e não garante um bom serviço prestado à sociedade. Da maneira como são promovidos atualmente, os policiais militares não possuem condições de exercer a graduação que ostentam de maneira satisfatória. O Curso de Formação de Sargentos (CFS) prepara a Praça para a mudança de círculo, para executar as funções de graduado. O Curso Especial de Formação de Sargentos (CEFS), apelidado pela tropa de "curso de confirmação de divisas", foi criado com o objetivo de atender à demanda Institucional para a promoção por tempo de serviço, mas não prepara o PM adequadamente para executar as funções de graduado.

      Excluir