sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Servidor e pensionista do Estado do Rio: confira o calendário de pagamento 2013

As secretarias de Planejamento e Gestão e de Fazenda do Estado do Rio de Janeiro divulgaram nesta sexta-feira, dia 21, o calendário de pagamento para 2013. A medida define o dia de recebimento dos salários dos servidores e militares ativos e inativos da Administração Direta e Indireta, dos empregados das empresas públicas e sociedades de economia mista sob o controle do Estado, bem como dos pensionistas.
O calendário será publicado oificialmente na edição do Diário Oficial da próxima quarta-feira, 26 de dezembro. Segundo a Secretaria de Planejamento, o calendário seguirá o mesmo padrão de 2012: antecipação da remuneração de dezembro dos pensionistas para antes do Natal, antecipação para 31 de julho de metade do décimo terceiro salário de quem ganha acima de R$ 950 mensais e pagamento integral, na mesma data, para quem ganha até esse valor. Também foi mantido o pagamento da remuneração mensal no primeiro dia útil do mês seguinte para os aposentados, e no segundo dia útil para os ativos.
O primeiro pagamento de 2013 - referente a dezembro de 2012 – será realizado no dia 2 de janeiro para os servidores aposentados e em 3 de janeiro para os ativos. Já os pensionistas receberão o primeiro pagamento - referente a janeiro de 2013 - de 25 a 31 do mesmo mês, dependendo do número de inscrição.
Quanto ao décimo terceiro salário, os servidores ativos, inativos e pensionistas que ganham mais de R$ 950 mensais receberão metade do valor no dia 31 de julho e a outra parcela no dia 19 de dezembro de 2013. Já os servidores que ganham menos de R$ 950 receberão o décimo terceiro integral em 31 de julho.

Confira o calendário 2013



Um comentário:

  1. eu vejo os comentários sobre salários da PMERJ, inclusive com o reajuste dado este ano pelo governo e não compreendo como no meu contracheque de pensionista pelo falecimento de meu marido onde indica terceiro sargento com soldo de segundo tenente, nada muda... é o mesmo há tempo. Estes reajustes dados pelo governador só inclui os PM da ativa? Fica defasado as pensões das viúvas? Alguém poderia me esclarecer. Grata.

    ResponderExcluir