sábado, 26 de janeiro de 2013

Aparição global de Beltrame provoca a ira de bombeiros e PMs


A participação do secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, no programa Esquenta, da TV Globo, no último domingo (20), não poderia ter soado pior entre bombeiros e policiais militares. Tudo porque alguns policiais de Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) foram levados para dançar funk fardados ao lado de assistentes de palco, fato considerado vexatório para a imagem da corporação, principalmente pelos agentes que se envolveram no movimento por melhores salários e condições de trabalho em 2012.
O vereador Marcio Garcia (PR-RJ), um dos líderes do movimento dos bombeiros, questiona a diferença de critério do comando da Polícia Militar, que costuma ser rigorosa com o uso da farda. Para ele, claramente, é um caso de dois pesos e duas medidas: "Se um policial colocasse na Internet um vídeo dançando funk com a esposa em casa com certeza seria preso. Essas iniciativas do governo são repudiadas pelas corporações. É muito triste ver as fardas serem usadas dessa forma", criticou.
Marcio Garcia lembra ainda que o código de conduta das categorias proíbe o uso da farda em uma série de situações, o que é ignorado quando convém às autoridades: "Nós somos proibidos de participar de protesto fardados, mas quando é algo que agrada ao governo, como este programa, o uso é liberado, e nada acontece. É uma grande contradição".
Uso político
O vereador não estranharia se este fosse o pontapé inicial de uma candidatura de Beltrame ao governo do estado, como cabeça de chapa ou vice. Para ele, "essa exposição pode ser um indicativo" de que o gaúcho pode ter resolvido abraçar a vida política, ideia que sempre fez questão de negar:
"Ele ocupa um cargo político, é secretário de governo. É possível que aquela situação seja por isso, sim. Seria bem comum, outros que ocuparam o cargo já fizeram o mesmo", argumenta.

2 comentários:

  1. Aos companheiros do SOS PMERJ. Já esta pronto o projeto do GRUPO DOS 10 MAIS. Vamos em 2014 elegermos, no mínimo 10 Deputados estaduais e 5 Deputados Federais. Nós conseguimos eleger 44 companheiros em 2012, sendo 3 Prefeitos e 41 Vereadores, todos da PMERJ.Estamos contactando com todos os eleitos e a maioria estão aceitando o desafio e vão concorrer no próximo pleito para nos representar na ALERJ e na Câmara Federal. isso é só o começo!Divulguem

    ResponderExcluir
  2. Recentemente, num domingo passado, o Secretario de Segurança Pública do estado do RJ, se fez presente no programa ESQUENTA da Rede Globo e com este estavam Policiais Militares, alguns lotados em UPP – Unidade de Polícia Pacificadora.

    O programa era regado a FUNK, ritmo divulgado na classe pobre e miserável, às vezes curtido por jovens da classe media e alta... raramente.

    No ápice do programa, PMs que são pagos para proteger a população “caem” com tudo no Funk, rebolando e etc., no maior delírio, causando indignação em diversos setores, inclusive dentro da própria corporação, já que a Farda tem a sua mensagem perante a sociedade.

    Na realidade, havia um canto de sereia no ar, subliminarmente o foco todo era a promoção do Secretario, senhor Beletrame a uma possível candidatura ao Governo do Estado do RJ, na sucessão do atual Governador, Sergio Cabral Filho.

    São três pontos que quero aqui citar: o primeiro é o que já falei; a sucessão do Governo para 2014; o segundo é o enaltecimento e enfoque das UPPs, como víeis para Segurança Publica, enaltecendo assim o Secretário, provável sucessor e o terceiro, a polêmica que se formou em cima dos Policiais Militares que dançarem Funk. Comentando a ultima assertiva, sabemos que se um policial aparecesse dançando em vídeo, fardado, receberia as devidas punições, mas quando os seus superiores os colocam nesta situação, tudo é permitido e permissível.

    Todos sabem que nos morros e favelas, estes bailes correm frouxo, graças a PROPRINA paga. Moradores denunciam, mas o arrego fala mais alto, é só ver os diversos Sites, cito o que fala da Cidade Alta em Cordovil. O cidadão fica refém do trafico e da policia.

    Sobre as UPPs, sabemos que é um curativo, um esparadrapo em cima de uma ferida cancerígena, pois ao se ocupar uma área dominada pelo trafico, é divulgado com dias de antecedência sobre a ocupação que ali se fará. Não é vista a prisão de traficantes ou criminosos que ali estavam, muito pelo contrario, esse criminosos migram para outros locais, muitos onde não haverá as ditas UPPs, já que parte do pagamento é feito pela Prefeitura do RJ, é só vermos na Baixada, Niterói e outros, inclusive no próprio município do RJ, cito o Lins de Vasconcelos, onde pessoas foram vitimadas recentemente.

    Sabemos que não é do interesse dos Políticos que se apure, investigue e prenda. Como não se soubesse onde estão os criminosos, pois todo mundo sabe, o morador sabe, menos a “Policia/’, na realidade sabe, porém é mais rendoso para alguns que o tal, fique solto.

    Deixe de demagogia POLÍTICOS, o Povo está acordando e vos dará o troco.

    Policial, (sem generalizar, pois existem os bons policiais) a vossa atitude de conluio, omissão ou cumplicidade, trará muitas vitimas inclusive sua família e você.

    ResponderExcluir