terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Chefe de gabinete é presa acusada de mandar matar vereador em Niterói

Mariana Soares Queiroz da Silva, chefe de gabinete do vereador de Niterói Carlos Macedo, foi presa, na manhã desta terça-feira, durante uma operação da 78ª DP (Fonseca) para localizar os acusados de matar o vereador eleito Lúcio Diniz Araújo Martelo, o Lúcio do Nevada (PRP), de 44 anos, no ano passado. Ela é suspeita de ser a mandante do crime.
Na ação que visa a cumprir mandados de prisão temporária e de busca e apreensão em vários endereços, também foram presos o sargento da Polícia Militar Jair de Souza Neto, lotado no 12º BPM (Niterói), e Renato de Souza Valente, acusados de serem os executores do assassinato. A polícia prendeu ainda, em flagrante, José Carlos Alves Júnior, que estava em uma casa em Magé, na Baixada Fluminense. Ele estava uma arma e uma carteira falsa da Polícia Civil. Durante a operação, foram apreendidos um cofre, um revólver calibre 38, três pistolas, dez celulares, um radiotransmissor e munição.

A polícia continua as buscas a um foragido, cuja identidade ainda não foi divulgada. A operação está sendo realizada em Niterói, São Gonçalo, Magé, Iguaba Grande e Maricá. Segundo o delegado Paulo Fonseca, o vereador Carlos Macedo, que assumiu a cadeira de Lúcio na câmara como suplente, está sendo investigado.
O crime ocorreu no dia 25 de outubro do ano passado. Lúcio foi executado a tiros na porta de casa no bairro de Santa Bárbara. Ele chegou a ser levado em estado grave para o Hospital Azevedo Lima, no Fonseca, mas não resistiu aos ferimentos.
De acordo com informações de amigos, Lúcio do Nevada - nome adotado em homenagem ao seu time de futebol amador, o Nevada FC - foi baleado quando saía da casa de seus pais e iria para um comício. Segundo a polícia, dois homens em um Palio chumbo encostaram o carro e fizeram os disparos. Lucio chegou a tentar fugir, mas não conseguiu. Um assessor do vereador eleito, que estava com ele mas não foi atingido, levou-o para o hospital. O carro de Lúcio, um Toyota Hilux foi atingido por seis tiros na altura do para-brisa.
O Fiat Palio placa HJG-2076, de Belo Horizonte, usado pelos assassinos, pertencia a uma empresa de aluguel de veículos. Depois do crime, os assassinos abandonaram o carro na Rodovia RJ-104 e fugiram. Eles, no entanto, deixaram suas digitais no veículo.

17 comentários:

  1. O sargento PM Jair de Souza Neto, lotado no 12º BPM (Niterói), é juruna. A PMERJ promoveu um assassino! Antigamente, o soldado só chegava à graduação de cabo mediante concurso interno, para o CFC. Posteriormente, o cabo apenas se tornava sargento se prestasse outro concurso interno, para o CFS. Hoje em dia, o PM pode ser um profissional desinteressado, acomodado, pois sabe que chegará à graduação de subtenente sem fazer nenhum esforço, basta esperar o tempo passar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A PMERJ não pode promover automaticamente o soldado a sargento, sem fazer concurso e seleção dos mais aptos para esse importantíssimo cargo de supervisão do policiamento. É preciso reintroduzir a exigência de seleção para formar sargentos!

      Excluir
  2. Pelo menos 3 (três) concursos internos a Praça precisa prestar durante a carreira (CFC, CFS e CAS)!

    O soldado, com 6 (seis) anos, deveria fazer PROVA para o CFC (para poder ir a cabo);

    O cabo, com 12 (doze) anos, deveria fazer PROVA para o CFS (para poder ir a 3º sargento);

    O 2º sargento, com 20 (vinte) anos, deveria fazer PROVA para o CAS (para poder ir a 1º sargento).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para ser JUSTA, a Promoção de Praças por Tempo de Serviço deveria considerar o TEMPO NA GRADUAÇÃO, pois assim a mesma beneficiaria também os PMs promovidos por bravura ou por concursos internos para o CFC e o CFS. Quando a PMERJ passar a valorizar o intelecto, vamos mudar a imagem da corporação, que não está acompanhando a evolução dos tempos. Temos que valorizar a graduação de Sargento PM. Se não beneficiarmos os bons PMs, a tropa ficará nivelada por baixo. Por uma Polícia Militar melhor, o Comandante-Geral da PMERJ deveria atentar para a necessidade dos CONCURSOS INTERNOS para as promoções às graduações de Cabo e de Terceiro-Sargento (CCFC e CCFS).

      Excluir
  3. Urge termos Policiais Militares bem pagos, com uma carreira que premie os mais capacitados. É necessário, portanto, que haja apenas um forma de ingresso na Corporação e que só subam na carreira aqueles profissionais que se submetam a concursos internos, todos em níveis de igualdade, obrigando assim o PM a se reciclar constantemente, resultando para a sociedade profissionais de segurança pública muito mais qualificados e preparados para o exercício de sua função pública. A sociedade quer uma Polícia Militar bem preparada, bem equipada e motivada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A PROMOÇÃO DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO É UM "ERRO INSTITUCIONAL", POIS COLOCA TODOS OS POLICIAIS MILITARES NO MESMO NÍVEL, OU SEJA, NIVELADOS POR BAIXO.

      Excluir
    2. Concordo, pois há uma necessidade urgente de transformação na área de segurança pública. A sociedade quer uma Polícia melhor e mais digna. O Policial, intelectualmente, deve estar muito acima da média do cidadão comum.

      ENSINO SUPERIOR COMPLETO PARA SARGENTO.

      BACHARELADO EM DIREITO PARA OFICIAL.

      Seria muito bom se tivéssemos apenas uma forma de ingresso na Corporação (através do CFSd). Na verdade, ninguém deveria ingressar como Oficial PM.

      Excluir
    3. Chutar o cachorro abatido eh muito facil,não são os anos que determinam o carater do policial,esse ja nasce com ele, os anos apenas o amadurecem,seja este bom ou mau;Com certeza a experiência profissional faz um policial mais consciente,mas não o tornarah honesto,se não o for;Capacitação,melhores condições de trabalho,valorização profissional, esses sim são valores que faltam ao sistema da PMERJ;
      Com certeza, um unico concurso de ingresso a instituição faria toda diferença; Afinal, eh justo, um garoto com 3 anos de curso dar ordens a um policial com 30 anos no serviço ativo???

      Excluir
  4. A Promoção de Praças por Tempo de Serviço deveria acabar na PMERJ, pois foi algo “jogado” na corporação de forma eleitoreira, com fins das cabalar votos... Este Decreto que proliferou uma onda de promoções na PM de forma não muito regulamentar, pois não é efetiva através de concursos ou cursos regulares de formação... O que gerou? Uma grande insatisfação por parte da tropa que estudou, prestou concursos internos para subir em sua carreira, mas as promoções através do critério do Tempo de Serviço acarretaram quebra da precedência hierárquica, abalando um dos pilares institucionais vigentes na PMERJ: A HIERARQUIA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A PROMOÇÃO DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO DEVERIA ACABAR URGENTEMENTE!

      DEVIDO ÀS "DOAÇÕES DE DIVISAS", A HIERAQUIA DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO FICOU DEFINITIVAMENTE ENFRAQUECIDA!

      AS PROMOÇÕES DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO ESTÃO PROVOCANDO A QUEBRA DA PRECEDÊNCIA HIERÁRQUICA NA PMERJ.

      Excluir
    2. Por que todos julgam a promoção de praças, mas o concurso que promove, do dia pra noite, um garoto que acabou de terminar o 2°grau,em tenente de policia ninguem fala nada!!!Vamos deixar a hipocrisia de lado, senhores...ta tudo errado!!!!isso eh apenas um retrato de pais a beira do abismo, um governo falio,mas que promove carnaval com dinheiro publico, que esconde cracudo pra comitiva olimpica passear pelos pontos turisticos, que pôe tapume, com paisagem de praia, as margens da favela...eh muito facil criticar os praças da PMERJ, a instituição, que foi corrompida pelos mesmos politicos que as madrugadas de CARNAVAL votam aumentos salarias, mas negam ou esmolam aumento aos homens que deixam suas familias em casa pra lutar e proteger milhões de outras que nem ao menos dizem OBRIGADO;SARGENTOS,POLICIAIS OU BOMBEIROS...MEUS SINCEROS APLAUSOS!!!!VERDADEIROS HEROIS!!!criticar eh muito facil, passem um dia apenas num batalhão antes de julgar esses homens;Maus profissionais infelizmente existem em todas as profissões.

      Excluir
    3. Um garoto com 3 anos de curso dar ordens a um policial militar com 30 anos no serviço ativo é muito ruim para a Corporação! A PMERJ precisa ter apenas um concurso de ingresso. Ao Oficialato devem ir os policiais militares, através de CONCURSO INTERNO...

      Excluir
  5. A PROMOÇÃO DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO TEM QUE ACABAR!

    Se o tempo de serviço fosse importante, ninguém ingressaria como Oficial PM. Os profissionais não se improvisam e o Comando cabe ao mais digno e competente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os Sargentos "de Curso" (verdadeiros Sargentos de Polícia) foram promovidos de 3º SGT para 2º SGT em decorrência de Quadro de Acesso (QAA), é a chamada promoção por "merecimento". A diferença é que eles CONQUISTARAM suas divisas, enquanto o resto da tropa esperou o tempo passar. O Decreto pode até ser legal, mas é imoral e prejudica a hierarquia da Corporação. Por isso, TODOS OS SARGENTOS CONCURSADOS PODEM OSTENTAR SUAS DIVISAS DE CABEÇA ERGUIDA, SABENDO QUE FORAM CONQUISTADAS COM MÉRITO, não caíram do céu como a dos jurunas acomodados!

      Excluir
  6. NINGUÉM DEVERIA SE TORNAR SARGENTO DE POLÍCIA SEM PRESTAR CONCURSO INTERNO.

    AS PROMOÇÕES DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO DESMOTIVAM OS POLICIAIS MILITARES PARA O ESTUDO, QUE É FUNDAMENTAL!

    POR QUE NÃO TORNAR A POLÍCIA MILITAR UMA CARREIRA DE NÍVEL SUPERIOR?

    Concurso para Oficial da Polícia Militar deveria exigir Bacharelado em Direito e cobrar Direito Penal, Processo Penal, Direito Civil, Medicina Legal, Direito Administrativo e Direito Constitucional. É o mínimo!

    * Diploma de Bacharelado em Direito para Oficial PM.

    * Diploma de Ensino Superior (3º Grau) em qualquer área para Sargento PM.

    Quem não se qualificar tem que ser promovido no máximo à graduação de Cabo PM.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "OPERAÇÃO SALÁRIO DIGNO" - EU APÓIO!

      Conforme o artigo 7º, inciso VII, da Constituição Federal e o artigo 92, inciso I, da Constituição do Estado do Rio de Janeiro, O MENOR SOLDO NÃO PODE SER INFERIOR AO SALÁRIO MÍNIMO vigente (O SOLDO É O SALÁRIO DO MILITAR).

      “POLÍTICA DE SEGURANÇA PÚBLICA SÓ É FEITA COM POLICIAIS BEM PAGOS.” foi o que disse o então candidato ao Governo do Rio, Sérgio Cabral.

      “O GOVERNANTE QUE DIZ QUE O ESTADO DO RIO NÃO TEM DINHEIRO PARA PAGAR MELHOR SEUS POLICIAIS ESTÁ MENTINDO!” (palavras de Sérgio Cabral Filho em 2006).


      "Não se faz política de segurança pública apenas com tecnologia, com armas e com automóveis. Se faz política de segurança pública com servidor público estimulado, bem pago, bem treinado e desejoso, cada vez mais, de combater a criminalidade. Não se faz apenas com frota, com tecnologia e com armamento. Isso é importante! Nós temos que ter o servidor público comprometido com essa luta." (Sérgio Cabral Filho)

      Início: 4 minutos e 12 segundos/ Término: 4 minutos e 49 segundos do vídeo.

      http://br.youtube.com/watch?v=Y32Yeqdey-k#

      O importante é a remuneração, o salário, pois é o que sustenta a família do servidor. Não dá para profissionais que prestam serviços essenciais, como Bombeiros e Policiais Militares, receberem soldos inferiores ao salário mínimo vigente (R$ 678,00).

      Até 2003, o SOLDO do soldado era superior ao salário mínimo. Hoje, o soldo do subtenente é inferior ao salário mínimo! Adiantou o PM receber as 5 (cinco) promoções? Não, não adiantou absolutamente nada! O interessante é que alguns iludidos acham que estão bem porque colocaram um triângulo no ombro, só que isso não ajudará em nada na hora de ir ao supermercado fazer as compras.

      Excluir
    2. Concordo plenamente...de que vale dedicar 30 a 33 anos DA SUA VIDA a instituição que vive de promessas e absurdos, isso sem contar as covardias cometidas por outros profissionais que desmotivados acham de prejudicar seus pares.

      Excluir