sábado, 26 de janeiro de 2013

Em cerimônia simples, cabo PM Alonsimar toma posse na Câmara de Campos


A Câmara Municipal de Campos será representada por mais um policial militar. Além dos vereadores eleitos e agentes militares Gil Viana (PR) e Genásio (PSC), o legislativo teve como novidade a posse do primeiro suplente Alonsimar de Oliveira Pessanha (PTC), que tomou posse nesta quinta-feira (24/01), às 16h, no gabinete do presidente Edson Batista (PTB). A solenidade foi bem simples e contou com presenças de autoridades públicas, políticas e militares.
Alonsimar, que obteve 2.019 votos na última eleição, veio para ocupar a cadeira deixada pelo vereador eleito Oséias Azeredo Martins (PTC), que saiu porque foi nomeado para ocupar a pasta na Secretaria Municipal de Trabalho e Renda. Esta foi a primeira mudança dentro da reforma administrativa que a prefeita reeleita Rosinha Garotinho (PR) fez em seu pleito.
Alonsimar construiu sua trajetória na militância dos movimentos sociais. Na Câmara, o vereador se compromete a dar continuidade ao trabalho que desenvolveu como uma das lideranças do movimento de reivindicação por melhorias das condições de trabalho dos policiais militares e também foi uma das lideranças do estudantil, na Federação dos Estudantes de Campos (FEC).
“Minha luta tem origem nos movimentos populares. Como líder do movimento estudantil, obtivemos importantes conquistas como a Lei do Passe Livre e a que dá direito ao estudante pagar meia entrada nos eventos esportivos e culturais do município. Mas, o fator determinante que permitiu minha votação e me trouxe até a Câmara foi a atuação que tive no movimento de reivindicação em prol de melhores salários e condições de trabalho para os policiais militares”, disse o vereador em seu discurso de posse.

Alonsimar enfatizou que como policial militar pagou um preço caro por se manifestar por melhores condições para a categoria, chegando até ser preso. “Como vereador, terei liberdade para me para me expressar e vou ocupar a tribuna sempre que for necessário”.

No ano passado, ele foi uma das principais lideranças do movimento de reivindicação dos bombeiros-militares, chegando a ser detido por alguns dias durante a greve da categoria. Alonsimar, que era considerado foragido da justiça, se entregou no dia 13 de fevereiro de 2012.

Um comentário:

  1. Aos companheiros do SOS PMERJ. Já esta pronto o projeto do GRUPO DOS 10 MAIS. Vamos em 2014 elegermos, no mínimo, 10 Deputados estaduais e 5 Deputados Federais. Nós conseguimos eleger 44 companheiros em 2012, sendo 3 Prefeitos e 41 Vereadores, todos da PMERJ. Estamos contactando com todos os eleitos e a maioria estão aceitando o desafio, e vão concorrer no próximo pleito para nos representar na ALERJ e na Câmara Federal.Uma de nossas propostas é no sentido de acabar com a indicação dos Comandantes Geral das duas Instituições, passando a escolha pelos componentes através do voto interno, e se eleitos, terão imunidades, não perderão seus cargos por intervenção política. Basta somente cumprir a cartilha do Projeto. Isso é só o começo!

    ResponderExcluir