quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Mais um super salário - Corregedor acumula dois rendimentos

Lauro Jardim - Revista Veja

Depois de José Mariano Beltrame e quatro delegados federais (Mais detalhes em Acima do Teto), descobre-se que mais um integrante da cúpula da secretaria de Segurança do Rio recebe rendimentos acima do teto do Supremo.
Responsável por demitir centenas de servidores nos últimos quatro anos, o corregedor-geral unificado Giuseppe Vitagliano acumula o salário de desembargador aposentado (cerca de 28 000 reais) e o cargo comissionado na secretaria de 15.065,45 reais.
O advogado Carlos Azeredo, que já questiona Beltrame na Justiça pela mesma situação, acaba de processar Giuseppe cobrando a devolução aos cofres públicos do valor acima do teto recebido desde 2009. Foi justamente por causa da ação de Azeredo que o Ministério do Planejamento cortou o salário de Beltrame e quatro delegados no ano passado (Mais detalhes em Contracheque menor).
Giuseppe afirma que os seus rendimentos atuais estão amparados em parecer da Procuradoria Geral do Estado. Um parecer do CNJ, no entanto, atesta que o acúmulo de salários é permitido, mas receber acima do teto do STF é ilegal.

2 comentários:

  1. Pois é, isso é um absurdo, enquanto os profissionais da área de Segurança Pública ficam de pires na mão revindicando melhores salários e acabam sendo presos em Bangu 1, como se bandidos fossem, nós estamos assistindo tantos roubos combinados com improbidade administrativa e nada acontece. Mais fica um recado do GRUPO DOS 10 MAIS,elegemos em 2012, 44 companheiros da PMERJ, sendo 3 Prefeitos e 41 Vereadores. 2014 vem ai. Aguardem.

    ResponderExcluir
  2. E AINDA TEM PULISSA QUE TRABALHA COM ESSA GENTE. É LEGAL, MAS É IMORAL!!!

    ResponderExcluir