terça-feira, 22 de janeiro de 2013

MINAS GERAIS - Bandidos assaltam e fazem PMs reféns


Uma ação promovida por uma quadrilha com armas de grosso calibre, na madrugada de ontem, em Ilicínea, no Sul de Minas, chamou a atenção da população pela ousadia dos criminosos. O grupo rendeu e manteve reféns os dois policiais militares responsáveis pelo patrulhamento na cidade no período noturno e, usando a viatura da corporação, atacou duas agências bancárias no centro do município de aproximadamente 11.500 habitantes.

Segundo a Polícia Militar (PM), os dois policiais - um cabo de 39 anos e um soldado de 27 - circulavam na área central da cidade, quando, por volta da 1h30, foram cercados por uma caminhonete com cinco ocupantes. "Foi necessário que os militares recuassem porque os indivíduos estavam armados com dois fuzis e outras armas", contou a sargento Gleyciara Barbosa, do 24º Batalhão da PM.

Os dois policiais não reagiram à abordagem dos marginais e tiveram as armas da corporação - duas pistolas calibre .40 - e os coletes à prova de balas usados por eles roubados. Eles ainda foram colocados no compartimento de presos da viatura policial.

Com os militares mantidos reféns, o bando seguiu com a caminhonete e com o veículo oficial para uma agência bancária localizada próximo ao local da abordagem. No banco, os ladrões danificaram um caixa eletrônico com um pé de cabra e colocaram os explosivos, mas não conseguiram arrombar o cofre do equipamento.

OusadiaDemonstrando tranquilidade, o bando não se intimidou e desistiu da ação. Em seguida, os ladrões foram à outra agência bancária da cidade, também levando as vítimas. Dessa vez, a explosão deu certo e, de acordo com a Polícia Militar, os criminosos recolheram R$ 1.800 que estavam na gaveta de dinheiro da máquina.

Após o roubo, a quadrilha abandonou a viatura e os dois militares em uma rua, ainda nos limites de Ilicínea, e fugiu em direção à zona rural do município.

Denúncia

Os policiais ficaram presos na viatura até a chegada de outros militares, que deslocaram para o local depois que moradores de Ilicínea telefonaram para o 190 denunciando a explosão de um caixa eletrônico na área central da cidade.

Partes das duas agências ficaram destruídas na ação, e a perícia foi acionada para analisar as explosões.

46 comentários:

  1. A PROMOÇÃO DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO DEVERIA ACABAR URGENTEMENTE!

    DEVIDO ÀS "DOAÇÕES DE DIVISAS", A HIERAQUIA DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO FICOU DEFINITIVAMENTE ENFRAQUECIDA!

    AS PROMOÇÕES DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO ESTÃO PROVOCANDO A QUEBRA DA PRECEDÊNCIA HIERÁRQUICA NA PMERJ. O DECRETO Nº 43.411, DE 10 DE JANEIRO DE 2012, FOI MAL FORMULADO, POIS DEVERIA PREVER O TEMPO DE SERVIÇO NO GRAU HIERÁRQUICO (GRADUAÇÃO), NÃO O TEMPO TOTAL DE SERVIÇO!

    NINGUÉM DEVERIA SE TORNAR SARGENTO DE POLÍCIA SEM PRESTAR CONCURSO INTERNO. É FALTA DE BOM SENSO PROMOVER TODOS OS INTEGRANTES DA CORPORAÇÃO, POIS É UMA MEDIDA QUE NIVELA A TROPA POR BAIXO.

    Pelo menos 3 (três) concursos internos a Praça precisa prestar durante a carreira (CFC, CFS e CAS)!

    O soldado, com 6 (seis) anos, deveria fazer PROVA para o CFC (para poder ir a cabo);

    O cabo, com 12 (doze) anos, deveria fazer PROVA para o CFS (para poder ir a 3º sargento);

    O 2º sargento, com 20 (vinte) anos, deveria fazer PROVA para o CAS (para poder ir a 1º sargento).

    O importante é a remuneração, o salário, pois é o que sustenta a família do servidor. Não dá para profissionais que prestam serviços essenciais, como Bombeiros e Policiais Militares, receberem soldos inferiores ao salário mínimo vigente (R$ 678,00).

    SOLDO do Militar Estadual

    Até 2003, o soldo do soldado era superior ao salário mínimo. Hoje, o soldo do subtenente é inferior ao salário mínimo! Adiantou o PM receber as 5 (cinco) promoções? Não, não adiantou absolutamente nada! O interessante é que alguns iludidos acham que estão bem porque colocaram um triângulo no ombro, só que isso não ajudará em nada na hora de ir ao supermercado fazer as compras.

    AS PROMOÇÕES DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO DESMOTIVAM OS POLICIAIS MILITARES PARA O ESTUDO, QUE É FUNDAMENTAL! O POLICIAL MILITAR DO RIO DE JANEIRO ESTÁ ACOMODADO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A SEÇÃO DE PROMOÇÕES DA PMERJ TEM QUE INTERPRETAR O ARTIGO 5º DO DECRETO Nº 43.455 DE 07 FEV 2012 DA MANEIRA CORRETA, POIS OS GRADUADOS PROMOVIDOS POR MERECIMENTO A CONTAR DE 13 DE MAIO DE 2012 FAZEM JUS AO RESSARCIMENTO DE PRETERIÇÃO, POIS NÃO PODEM SER ULTRAPASSADOS POR POLICIAL MILITAR QUE ERA MAIS MODERNO ATÉ 11 JAN 2012.

      O CMT GERAL DEVERIA PEDIR AO JURÍDICO DO GCG UMA NOVA ANÁLISE, POIS LÁ EXISTEM PESSOAS CAPACITADAS PARA INTERPRETAR O REFERIDO DECRETO.

      NO CBMERJ A TURMA DO CFS DE 2005 JÁ IRÁ SER PROMOVIDA EM RESSARCIMENTO DE PRETERIÇÃO A SUBTEN NO ANO QUE VEM.

      O ART 5º DO DECRETO Nº 43.455, DE 07 FEV 2012, que foi público no Bol da PM n.º 027 - 08 Fev 12, prevê o seguinte: "Os Policiais Militares e Bombeiros Militares de qualquer graduação, com exceção dos Subtenentes, promovidos em decorrência de quadro de acesso, que forem ultrapassados por mais moderno, em suas graduações, pelo critério de tempo de serviço, serão promovidos em ressarcimento de preterição, a contar da mesma data dos promovidos pelo tempo de serviço, ficando excedentes sem ocupar vagas, não sendo necessário o cumprimento do tempo mínimo na graduação e serviço arregimentado para a promoção prevista neste artigo."

      http://www.policiamilitar.rj.gov.br/admin/admin_biblioteca_pdf/Dec%2043455.pdf

      TODOS OS SARGENTOS CONCURSADOS FORAM PROMOVIDOS EM DECORRÊNCIA DE QUADRO DE ACESSO, A CONTAR DE 13 DE MAIO DE 2012. PORTANTO, FAZEM JUS AO RESSARCIMENTO DE PRETERIÇÃO, PORQUE, DE ACORDO COM O ARTIGO 5º DO DECRETO Nº 43.455, DE 07 FEV 2012, ELES NÃO PODEM SER ULTRAPASSADOS POR POLICIAL MILITAR QUE ERA MAIS MODERNO ATÉ 11 JAN 2012.

      Excluir
    2. Os profissionais não se improvisam e o Comando cabe ao mais digno e competente.

      Se o tempo de serviço fosse importante, ninguém ingressaria como Oficial PM.

      POR QUE NÃO TORNAR A POLÍCIA MILITAR UMA CARREIRA DE NÍVEL SUPERIOR? Concurso para Oficial da Polícia Militar deveria exigir Bacharelado em Direito e cobrar Direito Penal, Processo Penal, Direito Civil, Medicina Legal, Direito Administrativo e Direito Constitucional. É o mínimo!

      * Diploma de Ensino Superior (3º Grau) em qualquer área para Soldado PM.

      * Diploma de Bacharelado em Direito para Sargento PM e para Oficial PM.


      A PMERJ não pode promover automaticamente o soldado a sargento, sem fazer concurso e seleção dos mais aptos para esse importantíssimo cargo de supervisão do policiamento. É preciso reintroduzir a exigência de seleção para formar sargentos!

      As Promoções de Praças por Tempo de Serviço, para serem justas, deveriam considerar o TEMPO NA GRADUAÇÃO! Se não beneficiarmos os bons PMs, a tropa ficará nivelada por baixo.

      Excluir
    3. Urge termos Policiais Militares bem pagos, com uma carreira que premie os mais capacitados. É necessário, portanto, que haja apenas um forma de ingresso na Corporação e que só subam na carreira aqueles profissionais que se submetam a concursos internos, todos em níveis de igualdade, exigência essa até mesmo para se chegar ao último posto, aberto a todos os Policiais Militares, desde que sejam aprovados em exames internos, obrigando assim o PM a se reciclar constantemente, resultando para a sociedade profissionais de segurança pública muito mais qualificados e preparados para o exercício de sua função pública. A sociedade quer uma Polícia Militar bem preparada, bem equipada e motivada.

      Excluir
    4. "UMA POLÍCIA BOA E BARATA, NÃO EXISTE!" (uma frase dita por Monique Vidal, Delegada do RJ)

      É preciso INVESTIR NO POLICIAL MILITAR, com um BOM SALÁRIO, uma ESCALA DE SERVIÇO DIGNA, uma BOA INSTRUÇÃO ETC.

      O Policial Militar é o operador do direito mais importante. Ele é quem faz a triagem do fato e leva ao conhecimento de outras autoridades.

      Para termos uma boa segurança, devemos primeiramente valorizar o Policial Militar, profissional de segurança pública.

      Policiais Militares deveriam ser tratados como HERÓIS.

      R$ 7.500,00 mensais é o MÍNIMO!

      Com Policiais precisando fazer "bico" na folga para ter dinheiro para pagar suas contas básicas de sobrevivência, fica muito difícil a gente ter uma Polícia eficiente!

      Excluir
    5. "OPERAÇÃO SALÁRIO DIGNO" - EU APÓIO!

      Conforme o artigo 7º, inciso VII, da Constituição Federal e o artigo 92, inciso I, da Constituição do Estado do Rio de Janeiro, O MENOR SOLDO NÃO PODE SER INFERIOR AO SALÁRIO MÍNIMO vigente (O SOLDO É O SALÁRIO DO MILITAR).

      “POLÍTICA DE SEGURANÇA PÚBLICA SÓ É FEITA COM POLICIAIS BEM PAGOS.” foi o que disse o então candidato ao Governo do Rio, Sérgio Cabral.

      “O GOVERNANTE QUE DIZ QUE O ESTADO DO RIO NÃO TEM DINHEIRO PARA PAGAR MELHOR SEUS POLICIAIS ESTÁ MENTINDO!” (palavras de Sérgio Cabral Filho em 2006).


      "Não se faz política de segurança pública apenas com tecnologia, com armas e com automóveis. Se faz política de segurança pública com servidor público estimulado, bem pago, bem treinado e desejoso, cada vez mais, de combater a criminalidade. Não se faz apenas com frota, com tecnologia e com armamento. Isso é importante! Nós temos que ter o servidor público comprometido com essa luta." (Sérgio Cabral Filho)

      Início: 4 minutos e 12 segundos/ Término: 4 minutos e 49 segundos do vídeo.

      http://br.youtube.com/watch?v=Y32Yeqdey-k#

      Excluir
    6. A PROMOÇÃO POR TEMPO DE SERVIÇO NA PMERJ - NA CONTRAMÃO DA LEGALIDADE

      A Promoção de Praças por Tempo de Serviço deveria acabar na PMERJ, pois foi algo “jogado” na corporação de forma eleitoreira, com fins das cabalar votos... Este Decreto que proliferou uma onda de promoções na PM de forma não muito regulamentar, pois não é efetiva através de concursos ou cursos regulares de formação... O que gerou? Uma grande insatisfação por parte da tropa que estudou, prestou concursos internos para subir em sua carreira, mas as promoções através do critério do Tempo de Serviço acarretaram quebra da precedência hierárquica, abalando um dos pilares institucionais vigentes na PMERJ: A HIERARQUIA.

      Para ser JUSTA, a Promoção de Praças por Tempo de Serviço deveria considerar o TEMPO NA GRADUAÇÃO, pois assim a mesma beneficiaria também os PMs promovidos por bravura ou por concursos internos para o CFC e o CFS. Quando a PMERJ passar a valorizar o intelecto, vamos mudar a imagem da corporação, que não está acompanhando a evolução dos tempos. Temos que valorizar a graduação de Sargento PM. Se não beneficiarmos os bons PMs, a tropa ficará nivelada por baixo. Por uma Polícia Militar melhor, o Comandante-Geral da PMERJ deveria atentar para a necessidade dos CONCURSOS INTERNOS para as promoções às graduações de Cabo e de Terceiro-Sargento (CCFC e CCFS). O ESTUDO NÃO ESTÁ SENDO VALORIZADO NA POLÍCIA MILITAR.

      Excluir
    7. "A farda é leve para quem a veste por vocação, mas é fardo insuportável para aquele que não compreendeu a missão para a qual prestou juramento!"

      OS JURUNAS SÃO INVEJOSOS! SÓ PORQUE FORAM REPROVADOS, NÃO TIVERAM A CAPACIDADE DE PASSAR NA PROVA, FICAM TENTANDO DE TODAS AS FORMAS TIRAR O MÉRITO DE QUEM FOI APROVADO.

      Se o tempo de serviço fosse importante, ninguém ingressaria como Oficial PM.

      Excluir
    8. CONCORDO PLENAMENTE. A PMERJ PRECISA ATENTAR PARA O VALOR DO SOLDO!

      O soldo do Policial Militar tem que ser, obrigatoriamente, acima do salário mínimo vigente, por determinação do Inciso I do Artigo 92 da Constituição do Estado do Rio de Janeiro.

      "ART. 92 – AOS SERVIDORES MILITARES FICAM ASSEGURADOS OS SEGUINTES DIREITOS:
      I – GARANTIA DE SALÁRIO, NUNCA INFERIOR AO MÍNIMO, …"

      As palavras “soldo” (“remuneração por serviços militares”) e “soldado” (“homem de guerra”) têm sua origem no nome da moeda romana, com a qual os soldados romanos eram pagos.

      O SOLDO é a parte básica dos vencimentos inerentes ao posto ou à graduação do policial militar, ou seja, é o salário do PM.

      A CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DE 1989 ASSEGURA AOS SERVIDORES PÚBLICOS MILITARES, NO INCISO I DO ART. 92, A GARANTIA DE SALÁRIO NUNCA INFERIOR AO MÍNIMO (reforçando o que o Inciso VII do Artigo 7º da Constituição Federal de 1988 já previa).

      Excluir
    9. Como deveriam ser os salários da PMERJ e do CBMERJ:

      subtenente - R$ 15.000,00
      primeiro-sargento - R$ 13.750,00
      segundo-sargento - R$ 12.200,00
      terceiro-sargento - R$ 11.000,00
      cabo - R$ 9.000,00
      soldado - R$ 7.500,00

      Excluir
    10. Os ditos "SGTs de Curso", ao se sujeitarem à essa promoção ilegal de 3º SGT para 2º SGT, todos se tornaram jurunas. E pior ainda, foram promovidos de forma ilegal, diferente do resto da tropa, que foi promovido baseado num decreto totalmente legal. Por isso, não existe mais SGTs de curso da turma de 2006, pois todos, ao concordarem com essa promoção ilegal, se transformaram em jurunas. HOJE TODOS OS SGTs DO CONCURSO DE 2006 SÃO JURUNAS.

      Excluir
    11. A PROMOÇÃO DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO TEM QUE ACABAR!

      Se o tempo de serviço fosse importante, ninguém ingressaria como Oficial PM. A PMERJ não pode promover automaticamente o soldado a sargento, sem fazer concurso e seleção dos mais aptos para esse importantíssimo cargo de supervisão do policiamento. É preciso reintroduzir a exigência de seleção para formar sargentos! Os profissionais não se improvisam e o Comando cabe ao mais digno e competente.

      Excluir
    12. Ao mongol das 19:36

      Os 2º SGT de curso não foram promovidos de 3º a 2º em ressarcimento de preterição, foram promovidos por merecimento a contar de 13 de maio de 12, e agora fazem juz ao ressarcimento.

      PROCURE SE INFORMAR!!

      Excluir
    13. A PROMOÇÃO DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO É UM "ERRO INSTITUCIONAL", POIS COLOCA TODOS OS POLICIAIS MILITARES NO MESMO NÍVEL, OU SEJA, NIVELADOS POR BAIXO.

      Excluir
    14. Os ditos "SGTs de Curso", ao se sujeitarem à essa promoção ilegal de 3º SGT para 2º SGT, todos se tornaram jurunas. E pior ainda, foram promovidos de forma ilegal, diferente do resto da tropa, que foi promovido baseado num decreto totalmente legal. Por isso, não existe mais SGTs de curso da turma de 2006, pois todos, ao concordarem com essa promoção ilegal, se transformaram em jurunas. HOJE TODOS OS SGTs DO CONCURSO DE 2006 SÃO JURUNAS.

      Excluir
    15. A PROMOÇÃO DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO TEM QUE ACABAR!

      Se o tempo de serviço fosse importante, ninguém ingressaria como Oficial PM. A PMERJ não pode promover automaticamente o soldado a sargento, sem fazer concurso e seleção dos mais aptos para esse importantíssimo cargo de supervisão do policiamento. É preciso reintroduzir a exigência de seleção para formar sargentos! Os profissionais não se improvisam e o Comando cabe ao mais digno e competente.

      Excluir
    16. Os ditos "SGTs de Curso", ao se sujeitarem à essa promoção ilegal de 3º SGT para 2º SGT, todos se tornaram jurunas. E pior ainda, foram promovidos de forma ilegal, diferente do resto da tropa, que foi promovido baseado num decreto totalmente legal. Por isso, não existe mais SGTs de curso da turma de 2006, pois todos, ao concordarem com essa promoção ilegal, se transformaram em jurunas. HOJE TODOS OS SGTs DO CONCURSO DE 2006 SÃO JURUNAS.

      Excluir
    17. Os Sargentos "de Curso" (verdadeiros Sargentos de Polícia) foram promovidos de 3º SGT para 2º SGT em decorrência de Quadro de Acesso (QAA), é a chamada promoção por "merecimento". A diferença é que eles CONQUISTARAM suas divisas, enquanto o resto da tropa esperou o tempo passar. O Decreto pode até ser legal, mas é imoral e prejudica a hierarquia da Corporação. Por isso, TODOS OS SGTs DO CONCURSO DE 2006 PODEM OSTENTAR SUAS DIVISAS DE CABEÇA ERGUIDA, SABENDO QUE FORAM CONQUISTADAS COM MÉRITO, não caíram do céu como a dos jurunas acomodados!

      Excluir
    18. A PROMOÇÃO DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO TEM QUE ACABAR!

      Se o tempo de serviço fosse importante, ninguém ingressaria como Oficial PM. A PMERJ não pode promover automaticamente o soldado a sargento, sem fazer concurso e seleção dos mais aptos para esse importantíssimo cargo de supervisão do policiamento. É preciso reintroduzir a exigência de seleção para formar sargentos! Os profissionais não se improvisam e o Comando cabe ao mais digno e competente.

      Excluir
  2. Os ditos "SGTs de Curso", ao se sujeitarem à essa promoção ilegal de 3º SGT para 2º SGT, todos se tornaram jurunas. E pior ainda, foram promovidos de forma ilegal, diferente do resto da tropa, que foi promovido baseado num decreto totalmente legal. Por isso, não existe mais SGTs de curso da turma de 2006, pois todos, ao concordarem com essa promoção ilegal, se transformaram em jurunas. HOJE TODOS OS SGTs DO CONCURSO DE 2006 SÃO JURUNAS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A PROMOÇÃO DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO TEM QUE ACABAR!

      Se o tempo de serviço fosse importante, ninguém ingressaria como Oficial PM. A PMERJ não pode promover automaticamente o soldado a sargento, sem fazer concurso e seleção dos mais aptos para esse importantíssimo cargo de supervisão do policiamento. É preciso reintroduzir a exigência de seleção para formar sargentos! Os profissionais não se improvisam e o Comando cabe ao mais digno e competente.

      Excluir
    2. A PROMOÇÃO DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO É UM "ERRO INSTITUCIONAL", POIS COLOCA TODOS OS POLICIAIS MILITARES NO MESMO NÍVEL, OU SEJA, NIVELADOS POR BAIXO.

      Excluir
    3. Os ditos "SGTs de Curso", ao se sujeitarem à essa promoção ilegal de 3º SGT para 2º SGT, todos se tornaram jurunas. E pior ainda, foram promovidos de forma ilegal, diferente do resto da tropa, que foi promovido baseado num decreto totalmente legal. Por isso, não existe mais SGTs de curso da turma de 2006, pois todos, ao concordarem com essa promoção ilegal, se transformaram em jurunas. HOJE TODOS OS SGTs DO CONCURSO DE 2006 SÃO JURUNAS.

      Excluir
    4. A PROMOÇÃO DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO TEM QUE ACABAR!

      Se o tempo de serviço fosse importante, ninguém ingressaria como Oficial PM. A PMERJ não pode promover automaticamente o soldado a sargento, sem fazer concurso e seleção dos mais aptos para esse importantíssimo cargo de supervisão do policiamento. É preciso reintroduzir a exigência de seleção para formar sargentos! Os profissionais não se improvisam e o Comando cabe ao mais digno e competente.

      Excluir
    5. Os ditos "SGTs de Curso", ao se sujeitarem à essa promoção ilegal de 3º SGT para 2º SGT, todos se tornaram jurunas. E pior ainda, foram promovidos de forma ilegal, diferente do resto da tropa, que foi promovido baseado num decreto totalmente legal. Por isso, não existe mais SGTs de curso da turma de 2006, pois todos, ao concordarem com essa promoção ilegal, se transformaram em jurunas. HOJE TODOS OS SGTs DO CONCURSO DE 2006 SÃO JURUNAS.

      Excluir
    6. Os Sargentos "de Curso" (verdadeiros Sargentos de Polícia) foram promovidos de 3º SGT para 2º SGT em decorrência de Quadro de Acesso (QAA), é a chamada promoção por "merecimento". A diferença é que eles CONQUISTARAM suas divisas, enquanto o resto da tropa esperou o tempo passar. O Decreto pode até ser legal, mas é imoral e prejudica a hierarquia da Corporação. Por isso, TODOS OS SGTs DO CONCURSO DE 2006 PODEM OSTENTAR SUAS DIVISAS DE CABEÇA ERGUIDA, SABENDO QUE FORAM CONQUISTADAS COM MÉRITO, não caíram do céu como a dos jurunas acomodados!

      Excluir
    7. A PROMOÇÃO DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO TEM QUE ACABAR!

      Se o tempo de serviço fosse importante, ninguém ingressaria como Oficial PM. A PMERJ não pode promover automaticamente o soldado a sargento, sem fazer concurso e seleção dos mais aptos para esse importantíssimo cargo de supervisão do policiamento. É preciso reintroduzir a exigência de seleção para formar sargentos! Os profissionais não se improvisam e o Comando cabe ao mais digno e competente.

      Excluir
  3. A PROMOÇÃO DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO REALMENTE TEM QUE ACABAR!

    Se o tempo de serviço fosse importante, ninguém ingressaria como Oficial PM. A PMERJ não pode promover automaticamente o soldado a sargento, sem fazer concurso e seleção dos mais aptos para esse importantíssimo cargo de supervisão do policiamento. É preciso reintroduzir a exigência de seleção para formar sargentos! Os profissionais não se improvisam e o Comando cabe ao mais digno e competente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A PROMOÇÃO DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO É UM "ERRO INSTITUCIONAL", POIS COLOCA TODOS OS POLICIAIS MILITARES NO MESMO NÍVEL, OU SEJA, NIVELADOS POR BAIXO.

      Excluir
    2. Os ditos "SGTs de Curso", ao se sujeitarem à essa promoção ilegal de 3º SGT para 2º SGT, todos se tornaram jurunas. E pior ainda, foram promovidos de forma ilegal, diferente do resto da tropa, que foi promovido baseado num decreto totalmente legal. Por isso, não existe mais SGTs de curso da turma de 2006, pois todos, ao concordarem com essa promoção ilegal, se transformaram em jurunas. HOJE TODOS OS SGTs DO CONCURSO DE 2006 SÃO JURUNAS.

      Excluir
    3. A PROMOÇÃO DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO TEM QUE ACABAR!

      Se o tempo de serviço fosse importante, ninguém ingressaria como Oficial PM. A PMERJ não pode promover automaticamente o soldado a sargento, sem fazer concurso e seleção dos mais aptos para esse importantíssimo cargo de supervisão do policiamento. É preciso reintroduzir a exigência de seleção para formar sargentos! Os profissionais não se improvisam e o Comando cabe ao mais digno e competente.

      Excluir
    4. Os ditos "SGTs de Curso", ao se sujeitarem à essa promoção ilegal de 3º SGT para 2º SGT, todos se tornaram jurunas. E pior ainda, foram promovidos de forma ilegal, diferente do resto da tropa, que foi promovido baseado num decreto totalmente legal. Por isso, não existe mais SGTs de curso da turma de 2006, pois todos, ao concordarem com essa promoção ilegal, se transformaram em jurunas. HOJE TODOS OS SGTs DO CONCURSO DE 2006 SÃO JURUNAS.

      Excluir
    5. Os Sargentos "de Curso" (verdadeiros Sargentos de Polícia) foram promovidos de 3º SGT para 2º SGT em decorrência de Quadro de Acesso (QAA), é a chamada promoção por "merecimento". A diferença é que eles CONQUISTARAM suas divisas, enquanto o resto da tropa esperou o tempo passar. O Decreto pode até ser legal, mas é imoral e prejudica a hierarquia da Corporação. Por isso, TODOS OS SGTs DO CONCURSO DE 2006 PODEM OSTENTAR SUAS DIVISAS DE CABEÇA ERGUIDA, SABENDO QUE FORAM CONQUISTADAS COM MÉRITO, não caíram do céu como a dos jurunas acomodados!

      Excluir
    6. A PROMOÇÃO DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO TEM QUE ACABAR!

      Se o tempo de serviço fosse importante, ninguém ingressaria como Oficial PM. A PMERJ não pode promover automaticamente o soldado a sargento, sem fazer concurso e seleção dos mais aptos para esse importantíssimo cargo de supervisão do policiamento. É preciso reintroduzir a exigência de seleção para formar sargentos! Os profissionais não se improvisam e o Comando cabe ao mais digno e competente.

      Excluir
  4. SERIA MUITO INJUSTO COLOCAR TODO O CFS 2006 NO MESMO BARCO.

    A TURMA "A" É A ÚNICA LEGÍTIMA, POIS ESTAVA PREVISTA NO EDITAL DO CONCURSO, QUE PREVIA APENAS 300 (TREZENTAS) VAGAS! PORTANTO, OS INTEGRANTES DA REFERIDA TURMA ENTRARAM POR SEUS PRÓPRIOS MÉRITOS, NÃO PRECISARAM DAQUELA "AJUDA" (TURMA "B") E NEM SE BENEFICIARAM COM QUESTÃO ANULADA (TURMA "C")! POSSO GARANTIR QUE A QUALIDADE DA 1ª TURMA É MUITO SUPERIOR, PORQUE ALI ESTAVAM OS PRIMEIROS COLOCADOS DO CONCURSO.

    TURMA "A" - TURMA LEGÍTIMA, A ELITE DO CFS 2006 (A ÚNICA QUE DEVERIA EXISTIR NO REFERIDO CONCURSO);
    TURMA "B" - TURMA DOS "LAFRANHUDOS" (BENEFICIADOS PELO ATO DO CMT GERAL);
    TURMA "C" - TURMA DO "PELO AMOR DE DEUS, ME DEIXA SER SARGENTO" (BENEFICIADOS PELA QUESTÃO ANULADA).

    O ATO DO CMT GERAL, NA ÉPOCA, CRIOU A TURMA "B" E PROVOCOU A CRIAÇÃO DA TURMA "C", DESRESPEITANDO OS PRINCÍPIOS DO INTERESSE PÚBLICO E DA RAZOABILIDADE! SERIA MUITO MELHOR PARA A CORPORAÇÃO RESPEITAR O EDITAL E FUTURAMENTE REALIZAR UM NOVO CONCURSO PARA SELECIONAR OS MELHORES CANDIDATOS. MAS TODOS NÓS SABEMOS QUE NÃO SE TRATA DO ÚNICO ERRO COMETIDO PELA ADMINISTRAÇÃO!

    A PROMOÇÃO DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO TAMBÉM É UM "ERRO INSTITUCIONAL", POIS COLOCA TODOS OS POLICIAIS MILITARES NO MESMO NÍVEL, OU SEJA, NIVELADOS POR BAIXO. VEJO SARGENTOS JURUNAS TRABALHANDO NA FAXINA, QUE É A FUNÇÃO DOS SOLDADOS MAIS MODERNOS DA OPM (OS "RECRUTAS")!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A PROMOÇÃO DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO TEM QUE ACABAR!

      Se o tempo de serviço fosse importante, ninguém ingressaria como Oficial PM. A PMERJ não pode promover automaticamente o soldado a sargento, sem fazer concurso e seleção dos mais aptos para esse importantíssimo cargo de supervisão do policiamento. É preciso reintroduzir a exigência de seleção para formar sargentos! Os profissionais não se improvisam e o Comando cabe ao mais digno e competente.

      Excluir
    2. Os ditos "SGTs de Curso", ao se sujeitarem à essa promoção ilegal de 3º SGT para 2º SGT, todos se tornaram jurunas. E pior ainda, foram promovidos de forma ilegal, diferente do resto da tropa, que foi promovido baseado num decreto totalmente legal. Por isso, não existe mais SGTs de curso da turma de 2006, pois todos, ao concordarem com essa promoção ilegal, se transformaram em jurunas. HOJE TODOS OS SGTs DO CONCURSO DE 2006 SÃO JURUNAS.

      Excluir
    3. A PROMOÇÃO DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO TEM QUE ACABAR!

      Se o tempo de serviço fosse importante, ninguém ingressaria como Oficial PM. A PMERJ não pode promover automaticamente o soldado a sargento, sem fazer concurso e seleção dos mais aptos para esse importantíssimo cargo de supervisão do policiamento. É preciso reintroduzir a exigência de seleção para formar sargentos! Os profissionais não se improvisam e o Comando cabe ao mais digno e competente.

      Excluir
    4. Os ditos "SGTs de Curso", ao se sujeitarem à essa promoção ilegal de 3º SGT para 2º SGT, todos se tornaram jurunas. E pior ainda, foram promovidos de forma ilegal, diferente do resto da tropa, que foi promovido baseado num decreto totalmente legal. Por isso, não existe mais SGTs de curso da turma de 2006, pois todos, ao concordarem com essa promoção ilegal, se transformaram em jurunas. HOJE TODOS OS SGTs DO CONCURSO DE 2006 SÃO JURUNAS.

      Excluir
    5. Os Sargentos "de Curso" (verdadeiros Sargentos de Polícia) foram promovidos de 3º SGT para 2º SGT em decorrência de Quadro de Acesso (QAA), é a chamada promoção por "merecimento". A diferença é que eles CONQUISTARAM suas divisas, enquanto o resto da tropa esperou o tempo passar. O Decreto pode até ser legal, mas é imoral e prejudica a hierarquia da Corporação. Por isso, TODOS OS SGTs DO CONCURSO DE 2006 PODEM OSTENTAR SUAS DIVISAS DE CABEÇA ERGUIDA, SABENDO QUE FORAM CONQUISTADAS COM MÉRITO, não caíram do céu como a dos jurunas acomodados!

      Excluir
    6. A PROMOÇÃO DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO TEM QUE ACABAR!

      Se o tempo de serviço fosse importante, ninguém ingressaria como Oficial PM. A PMERJ não pode promover automaticamente o soldado a sargento, sem fazer concurso e seleção dos mais aptos para esse importantíssimo cargo de supervisão do policiamento. É preciso reintroduzir a exigência de seleção para formar sargentos! Os profissionais não se improvisam e o Comando cabe ao mais digno e competente.

      Excluir
  5. Pelo menos 3 (três) concursos internos as Praças precisam prestar durante a carreira policial militar (CFC, CFS e CAS)!

    O soldado, com 6 (seis) anos, deveria fazer PROVA para o CFC (para poder ir a cabo);

    O cabo, com 12 (doze) anos, deveria fazer PROVA para o CFS (para poder ir a 3º sargento);

    O 2º sargento, com 20 (vinte) anos, deveria fazer PROVA para o CAS (para poder ir a 1º sargento).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A PROMOÇÃO DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO TEM QUE ACABAR!

      Se o tempo de serviço fosse importante, ninguém ingressaria como Oficial PM. A PMERJ não pode promover automaticamente o soldado a sargento, sem fazer concurso e seleção dos mais aptos para esse importantíssimo cargo de supervisão do policiamento. É preciso reintroduzir a exigência de seleção para formar sargentos! Os profissionais não se improvisam e o Comando cabe ao mais digno e competente.

      Excluir
    2. Os ditos "SGTs de Curso", ao se sujeitarem à essa promoção ilegal de 3º SGT para 2º SGT, todos se tornaram jurunas. E pior ainda, foram promovidos de forma ilegal, diferente do resto da tropa, que foi promovido baseado num decreto totalmente legal. Por isso, não existe mais SGTs de curso da turma de 2006, pois todos, ao concordarem com essa promoção ilegal, se transformaram em jurunas. HOJE TODOS OS SGTs DO CONCURSO DE 2006 SÃO JURUNAS.

      Excluir
    3. Os Sargentos "de Curso" (verdadeiros Sargentos de Polícia) foram promovidos de 3º SGT para 2º SGT em decorrência de Quadro de Acesso (QAA), é a chamada promoção por "merecimento". A diferença é que eles CONQUISTARAM suas divisas, enquanto o resto da tropa esperou o tempo passar. O Decreto pode até ser legal, mas é imoral e prejudica a hierarquia da Corporação. Por isso, TODOS OS SGTs DO CONCURSO DE 2006 PODEM OSTENTAR SUAS DIVISAS DE CABEÇA ERGUIDA, SABENDO QUE FORAM CONQUISTADAS COM MÉRITO, não caíram do céu como a dos jurunas acomodados!

      Excluir
    4. A PROMOÇÃO DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO TEM QUE ACABAR!

      Se o tempo de serviço fosse importante, ninguém ingressaria como Oficial PM. A PMERJ não pode promover automaticamente o soldado a sargento, sem fazer concurso e seleção dos mais aptos para esse importantíssimo cargo de supervisão do policiamento. É preciso reintroduzir a exigência de seleção para formar sargentos! Os profissionais não se improvisam e o Comando cabe ao mais digno e competente.

      Excluir