segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Traficantes do Parque União dizem que não há mais venda de crack na favela

MANCHETE ON LINE

Uma faixa anuncia a proibição da vendo de crack na entrada da comunidade do Complexo da Maré, na favela do Parque União, na zona norte do Rio de Janeiro. A mensagem teria sido colocada por traficantes locais.
De acordo com a delegada Valéria Aragão, da Delegacia de Combate às Drogas (Dcod), a faixa é uma tentativa dos criminosos de evitar operações policiais. “Isso é recado de traficante, mas o tráfico não tem palavra. Sabemos que a região é uma área para onde muitos criminosos estão migrando, e a venda de drogas está cada vez maior. As operações vão continuar”, prometeu Valéria.
Na última quinta-feira(10), o menino Rafael Felipe Ribeiro, de 10 anos, morreu atropelado na Avenida Brasil, quando tentava fugir de uma operação da Secretaria de Assistência Social (SMAS) para repreender os usuários da droga próxima à comunidade. Mesmo após a morte de Rafael, os usuários de crack continuam ocupando as margens da via expressa, próximo à favela.
 Policiais da 21ª DP (Bonsucesso) ainda estão à procura do motorista e também investigam quem colocou a faixa. Eles estão analisando imagens que possam identificar o atropelador, que fugiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário