sábado, 16 de fevereiro de 2013

AUMENTO DE SALÁRIO DO COMANDANTE GERAL

JORNAL EXTRA
 
PMs não aprovam processo de Erir
Nos quartéis, causou incômodo a iniciativa de Erir Costa Filho de ingressar na Justiça enquanto policiais precisam bater metas para ganhar bonificações.
— O salário dos policiais militares é dos mais baixos. É uma sacanagem (o comandante entrar na Justiça para aumentar o próprio salário). Tem que rir disso aí. E o salário dos policiais? Como fica? O policial tem que se privar do descanso para conseguir um dinheiro extra, fazendo bicos (RAS e Proeis). Deixo de ficar com a minha família para isso. Nesta semana, por exemplo, saí do plantão e trabalhei mais sete horas num batalhão — disse um soldado de 30 anos, solteiro e com um filho.
Outro soldado, também de 30 anos, reclamou:
— Ele entra na Justiça? Eu preciso fazer bico para a própria PM, mas o pagamento sempre atrasa. Neste mês, ainda não recebi.
Para Vanderlei Ribeiro, presidente da Associação de Cabos e Soldados da PM, Erir Costa Filho Ribeiro coloca o próprio cargo em risco:
— Não é comum um comandante da PM tomar uma medida dessas. Ele deveria ter coragem de dizer que o PM ganha salário de miséria. Deve estar reagindo assim porque está perto de cair. Ele pode perder o cargo, por interesse pessoal — criticou Ribeiro.

ESTADO TENTA IMPEDIR AUMENTO DE COMANDANTE
O governo do estado ingressou com dois recursos depois que, em dezembro de 2012, o Tribunal de Justiça garantiu ao comandante da PM, Erir Ribeiro Costa Filho, uma Gratificação de Encargos Especiais cujo valor pode ficar entre R$ 2.420 e R$ 4 mil. A Procuradoria-Geral do Estado (PGE) informou que vai recorrer da decisão da Justiça "enquanto houver recurso cabível".
O motivo da insistência do estado é que, embora os advogados de Erir defendam que existe uma súmula — com várias decisões semelhantes — que garante o direito, a questão ainda encontra opiniões diferentes no judiciário. Nem todos os magistrados decidem da mesma maneira. Um exemplo dessa falta de consenso é que, há pouco mais de um mês, a 16 Câmara Cível negou a um outro coronel o direito à mesma gratificação. A decisão foi de um colegiado formado por três desembargadores. Erir obteve o direito por uma decisão monocrática (apenas um desembargador relator) da 14 Câmara Cível.
No caso da ação da 16 Câmara, o colegiado entendeu — entre outras coisas — que o autor não era coronel em 1994, quando a gratificação foi concedida a 57 oficiais da mesma patente. Em 1994, Erir também não. Era capitão. Só passou a ser coronel na segunda metade da década passada.
Novo julgamento
Por conta dessa divergência, um dos recursos interpostos pela PGE, na ação de Erir, foi no sentido de o voto do relator ser apreciado pelo colegiado da 14 Câmara. Essa análise pode acontecer na semana que vem. Os desembargadores poderão alterar a decisão novamente. Segundo o advogado do comandante da PM, Marcelo Queiroz, Erir pede gratificação de encargos no valor de cerca de R$ 4 mil. O estado paga aos coronéis que receberam o benefício, administrativamente, R$ 2.420. Erir também pede cinco anos de retroativos. Isso daria até R$ 240 mil.

20 comentários:

  1. Agora pergunto: Quem ira se levantar contra esse tirano??? que prendeu,expulsou reformou,transferiu fez o que Quiz com a tropa,cade a mídia? cade os blogs? cade os deputados??/ cade o povo carioca?? cade a coragem desta merda de corporação?/

    ResponderExcluir
  2. ALGUEM PODE M INFORMAR SE A ASSOCIAÇÃO DOS CABOS E Soldados da PM Rio de Janeiro, tem um email .......preciso enviar.....o tel eu tenho, mas não consigo falar...só da ocupado...(21) 2602-5768

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OUTRO TELEFONE (21) 3706-2945, VOU VER SE CONSIGO O E-MAIL

      Excluir
    2. Essa associação não fez nada para ajudar os colegas excluídos por pedirem melhores condições. Acho uma associação nula que não ajuda os praças. Só para lembrar, o Sindicato dos Policiais Civis doou sete mil e quinhentos reais para os companheiros excluídos, e essa associação de cabos e soldados não doou nenhum centavo. Essa é a nossa PMERJ.

      Excluir
  3. a coragem desta merda de corporação só aconteceu na frente das cameras de televisão, quando se pedia melhores salários e condições de trabalho. Mas o único objetivo era aparecer para ganhar nome perante a tropa e conseguir se eleger. Vamos banir os oportunistas, não vote em oportunista!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você se esquece dos anônimos que foram excluídos por pedirem melhores condições de trabalho. Nenhum dos excluídos tinha pretensões políticas.

      Excluir
  4. Pq vários praças foram punidos injustamente por ingressar no judiciário?

    ResponderExcluir
  5. Quem foi governador em 1994 que deu esse aumento só prá coronéis? Alguém lembra?

    ResponderExcluir
  6. -ESTE FOI O CMT GERAL QUE TEVE A OPORTUNIDADE DE "MORRER COMO HERÓI"NO CAMPO DE BATALHA!
    -PERDERIA O CARGO,MAIS NÃO PERDERIA O RESPEITO E A ADMIRAÇÃO DOS SEUS COMANDADOS E EM ESPECIAL DOS PRAÇAS, QUE AGORA COM ESTA "ATITUDE"DE ENTRAR COM UMA AÇÃO PARA RECEBER AUMENTO,RECONHECE O QUANTO ESTE GOVERNO DO SERGIO CABRAL MALTRATA E NÃO VALORIZA SEUS SERVIDORES,O RIO DE JANEIRO NADANDO EM DINHEIRO E ELE PAGANDO SALARIO DE MISÉRIA AOS SEUS SERVIDORES,O SENHOR ESQUECEU CMT, QUE EM BREVE O SENHOR ESTARÁ NO PIJAMA E TENHA PELO MENOS A DIGNIDADE E A HOMBRIDADE DE ESCONDER SUA CARTEIRA DE CORONEL E NUNCA COMPRIMENTAR NENHUM POLICIAL NAS RUAS QUANDO ESTE ESTIVER DE SERVIÇO,PORQUE O SRº TEVE A OPORTUNIDADE DE MUDAR A ESTORIA DA PMERJ MUDANDO A VIDA DE MILHARES DE FAMILIAS MAIS POR EGOISMO,APEGO AO CARGO E COM CERTEZA UM "ALGO A MAIS" ,PREFERIU SE "VOLTAR CONTRA"SEUS POLICIAIS,CHEGANDO AO PONTO DE COLOCAR CHEFES DE FAMILIA ENCARCERADO TAL COMO UM CRIMINOSO EM UM PRESIDIO!
    -PARA TROPA O SR CEL CMT GERAL(SOA BEM NÉ?)O SRº ESTA "LANÇADO" NO ""ROLL DOS TRAIDORES"" QUE TEM NOMES DOS QUAIS INCLUEM: O CEL PITA(TRAIU A TROPA PARA ALCANÇAR O CMD GERAL DA PMERJ),JOAQUIM SILVERIO DOS REIS (TRAIU TIRADENTES PARA TER PERDÃO DE DIVIDAS),CEL SERGIO SIMÕES(CBMERJ,QUE IQUALMENTE AO SRºTRAIU OS COMPANHEIROS BOMBEIROS MILITARES POR UM CARGO PASSAGEIRO)E JUDAS ISCARIOTES (QUE TODOS SABEM O QUE FEZ ESSE SUJEITO!)O SRº SÓ PENSOU NO "SEU PROPRIO UMBIGO"É AQUELA ESTORIA!""MEU CAVALO E EU BEBENDO ÁGUA,O RESTO QUE SE FODA NÉ CORONEL????

    ResponderExcluir
  7. Os "UPP's" estão fazendo extra todos os dias, porque a escala esta piorada, 12x24x12x48 de pog subindo e descendo morro de favela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem merece ter escala boa são os Policiais Militares mais antigos.
      Para quem é soldado moderno ("recruta"), a escala está boa demais!!
      Antigamente eram 6 dias de serviço por 1 dia de descanso (apenas uma folga na semana). Se o PM acha que está trabalhando muito, é só pedir baixa! Ninguém é obrigado a permanecer na PMERJ. Não faz sentido alguém que está insatisfeito continuar na Corporação. A visão do Governo do Estado é aquela dita pela ex-governadora Rosinha Garotinho: "É PM quem quer, eu não seria."

      Excluir
    2. Vai se f u d seu mda.bnda mole

      Excluir
  8. SOLDO DO SOLDADO ESTÁ R$ 263 ABAIXO DO MÍNIMO

    ANTIGAMENTE O SOLDADO TINHA UM SOLDO ACIMA DO SALÁRIO MÍNIMO VIGENTE. HOJE NÃO, NEM UM 1º SARGENTO TEM!!!

    SALÁRIO MÍNIMO VIGENTE: R$ 678,00
    SOLDO DE 1º SGT (PMERJ/CBMERJ): R$ 669,92

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O SALÁRIO DO SUBTENENTE DE 2013 É IGUAL AO SALÁRIO DO SOLDADO DE 2003 (10 ANOS ATRÁS)! É SÓ COMPARAR O SOLDO COM O SALÁRIO MÍNIMO VIGENTE.

      Até Março de 2003, o soldo do SD PM estava acima do salário mínimo. Em Janeiro de 2013, o soldo do 1º SGT PM está abaixo do salário mínimo. E ainda tem gente achando que o Governo do Estado está sendo bonzinho...

      Excluir
  9. Gratificação de Encargos Especiais é maior do que o salário do Soldado da PMERJ

    ResponderExcluir
  10. "O comandante que não comanda, só obedece.

    Nos surpreende a noticia do comandante geral PMERJ que ingressou no Judiciário almejando aumento em seus vencimentos e “gratificação”. O policial militar quando de suas reivindicações por DIGNIDADE e RESPEITO, foram por este mesmo comandante, trancafiados em Bangu I, o que é contra as Normas em vigor no que se refere a prisão de militares do Estado do Rio de Janeiro.
    Os inativos não recebem as tais gratificações fartamente distribuídas a um “grupo seleto” e “estratégico” aos desideratos governamentais, como também, é negada aos que estejam inaptos para o serviço policial militar por problemas de saúde. Será que o comandante, se acometido de alguma enfermidade, tem sua gratificação interrompida?

    É sabido de todos que os policiais que comprometem suas raras horas de folga em serviços pagos para outros órgãos, cujo pagamento sofre atrasos. Como também as gratificações pagas pelo Município do Rio de Janeiro aos componentes de UPPs, estão com os mesmos problemas.
    O Comandante Geral representa a Corporação Policial Militar e, não deve nem pode agir contra o que é imposto por Norma, seja qual for. Pode ser licito sua investida no Judiciário em busca de melhoria salarial, mas é injusto quando age em busca de melhoria pessoal ignorando os anseios do efetivo policial militar, prendendo, punindo e excluindo os que ousem contrariar os interesses políticos do governo PMDB do Rio de Janeiro.

    Na reunião que este mesmo comandante fez com policiais militares em 13 de janeiro de 2012, no auditório do QG PMERJ, disse que não dependia de gratificações, que sua vida é palpada em seus vencimentos normais. Disse ainda que seria lembrado por sua passagem pelo comando PMERJ, por suas ações."

    (RVCHUDO)

    ResponderExcluir
  11. "COMO TORNAR-SE UM COMANDANTE MEDÍOCRE.

    10 PASSOS - COMO TORNAR-SE UM COMANDANTE MEDÍOCRE.
    fonte:amigosdaguardacivil.blogspot.com/2010/01/como-tornar-se-um-comandante-mediocre.html

    1º PASSO - SER O COMANDANTE QUE NÃO COMANDA

    2º PASSO - NÃO SER EXEMPLO DE LIDERANÇA

    3º PASSO - NÃO SABER OUVIR

    4º PASSO - NÃO TER UM OBJETIVO E UM SENTIDO PARA O SEU COMANDO.

    5º PASSO - CRIAR UM CLIMA DE DESCONFIANÇA

    6º PASSO - BUSCAR ELOGIOS E NÃO RESULTADOS

    7º PASSO - NÃO ASSUMIR RISCOS CALCULADOS

    8º PASSO - NÃO PREPARAR O SEU PESSOAL

    9º PASSO - ESTIMULE A DESUNIÃO

    10º PASSO - NÃO SE PREOCUPE COM A QUALIDADE DE VIDA DE SUA TROPA"

    Coronel Barbosa – Polícia Militar
    Barra do Garças – MT – Brasi.

    ResponderExcluir
  12. LEI Nº 1900, DE 29 DE NOVEMBRO DE 1991.
    Art. 48 - ...............................................................................

    V - Jornada de 6 (seis) horas para o trabalho em turnos ininterruptos de revezamento;

    VI - A duração do trabalho normal não superior a 8 (oito) horas diárias e 40 (quarenta) horas semanais;

    VII - A remuneração do serviço extraordinário superior, no mínimo, em cinqüenta por cento à do normal”.

    Então de que vale um comandante geral? Se não garante direitos de seus subordinados não é efetivamente comandante, só está comandante. Existe uma diferença entre estar e ser um comandante, o que está comandante só obedece.

    ResponderExcluir
  13. com relação a gratificação de encergos especiais concedida aos coroneis o desgovernador é aquele caçhaceiro do marcelo alencar cruzes nunca vi nad igual

    ResponderExcluir