quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

"Bombeiro não é faxineiro"

O movimento que lutou por melhores salários e condições de trabalho para os bombeiros mira um novo alvo. Eles agora querem impedir que os militares façam as vezes de faxineiros, como usualmente ocorre nos batalhões de todo o estado. Para isso, exigem que o governo do estado terceirize o serviço de limpeza nas instalações da corporação.
Os bombeiros argumentam que o trabalho  é humilhante e faz com que muitos homens se dediquem ao trabalho de limpeza, ficando fora das ruas e das demais funções da corporação, como a fiscalização de espaços públicos. Além disso, afirmam que o número de praças empregados na função não é suficiente e as dependências dos quartéis ficam sujas e mal conservadas. Os líderes do movimento têm estimulado os colegas a enviarem fotos e vídeos denunciando problemas na estrutura de suas unidades.
Outro ponto de insatisfação é o rancho, pagamento  de R$ 350 a título de alimentação. Eles definem como "porca" a alimentação, a limpeza dos batalhões e afirmam: "bombeiro não é faxineiro". Como o governo do estado é useiro e vezeiro do instrumento da terceirização, o pedido não tem porque ser negado. Resta saber apenas se as firmas contratadas terão alguma ligação com oficiais da corporação, como ocorria com o licenciamento de boates, de acordo com denúncias recentes.

4 comentários:

  1. R$ 650 a título de alimentação seria o valor ideal

    O Governo do Estado do Rio de Janeiro poderia acabar com os Ranchos da PMERJ e do CBMERJ e pagar um auxílio alimentação no valor de R$ 650,00 (seiscentos e cinquenta reais), através de um Cartão-benefício voltado ao pagamento das refeições (Cartão Refeição Visa Vale ou Sodexo).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O PIOR VOCE NÃO SABE, A ETAPA DE RANCHO NO PRÓXIMO MÊS NÃO ESTARÁ MAIS PRESENTE NO CONTRACHEQUE DE NINGUÉM, E TAMBÉM NÃO DIRÃO ONDE AQUELES QUE NÃO POSSUEM RANCHO EM SUAS OPMs IRÃO SE ALIMENTAR. ISSO TUDO É POR CAUSA DO AUMENTO DE 23,50% QUE IREMOS RECEBER A PARTIR DESSE MÊS, ISSO SEM FALAR QUE O FAMIGERADO POEPP, MAIS CONHECIDO COMO R$350,00, TAMBÉM NÃO SERÁ MAIS RENOVADO. VAI VENDO!!!

      Excluir
  2. O argumento de humilhação não produz efeito que impeça os militares de continuar zelando pelo Quartel, contudo, o militar que realiza esse serviço, seja PM ou BM, o faz por amor a Corporação.
    O militar que não conhece os limites de sua competência, e razão de sua função, não merece a atenção da Administração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. FALOU BONITO. VOCE DEVE SER DISCÍPULO DO CEL MARIO SERGIO.
      QUANTA HIPOCRISIA!!!

      Excluir