quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Casal é detido após chamar PM de macaco

Um casal foi detido após discutir com um policial militar, durante o carnaval na Ilha São João, em Volta Redonda, no Sul Fluminense. O PM afirmou na delegacia que o homem, de 21 anos, e a mulher dele, de 20, o teriam chamado de macaco, na noite de terça-feira. O delegado titular da 93ª DP, Antônio Furtado, disse, no entanto, que os suspeitos não vão responder por injúria por preconceito racial.
Furtado explicou que o casal estava visivelmente embriagado. O delegado entendeu que os suspeitos não praticaram crime de racismo, mas um ato de desrespeito a um agente que estava exercendo sua função pública. Segundo testemunhas, a confusão aconteceu na portaria da Ilha São João, onde ocorrem os desfiles de blocos da cidade.
De acordo com o registro na 93ª DP, o policial militar percebeu que o suspeito estava discutindo com uma funcionária do local e tentou apartar a confusão.
— O casal teria chamado o PM de macaco, e o jovem também desafiou o policial para briga. O suspeito chegou a mandar o PM tirar a pistola que estava em sua cintura para que pudessem brigar — disse o delegado.
Por isso, Furtado explicou que indiciou o jovem em desacato e ameaça. Já a mulher foi autuada apenas pelo crime de desacato, porque ela também ofendeu o PM .
O casal depôs na delegacia. Para que pudessem responder pelos crimes em liberdade, eles assinaram um termo se comprometendo a comparecer ao Juizado Especial Criminal de Volta Redonda quando forem intimados.

2 comentários:

  1. O casal não vai responder por injúria por preconceito racial porque estava embriagado? Eles praticaram o crime de racismo, sim!

    ResponderExcluir
  2. isso é para vc.policial aprender,era eles que estavam brigando deixava eles se rebentarem depois vc,chamava a ambulancia, aprendi ai mesmo em volta redonda na festa da primavera fui separar e os dois quase me quebraram e o cabo ,ainda mandou eu conduzir as partes a dp. e depois ao pronto socorro eu aprendi assim, valew meu cabo que até já morreu,era de vargem alegre.

    ResponderExcluir