sábado, 9 de fevereiro de 2013

Oficiais da PM fizeram guarda ilegal para Liesa


Agentes da Corregedoria da Polícia Civil cumpriram mandados de busca e apreensão na sala do presidente da Liga Independente das Escolas de Samba, Jorge Castanheira, e recolheram evidências de que oficiais da PM — entre eles seis coronéis, cinco majores e um capitão — atuaram na segurança do Sambódromo ano passado, apesar da proibição do governo. Também foram encontrados indícios de ligação da Liesa com o jogo do bicho. A empresa de segurança é do coronel da reserva Celso Pereira de Oliveira.

12 comentários:

  1. Agora quero ver se eles vão para a rua...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que coisa feia, eles só dão mal exemplo para a tropa. Devem ser expulsos!

      Excluir
  2. Estão cheiosde coronéis e delegado donos de empresas de segurança.

    ResponderExcluir
  3. O CEL PM RR Celso Pereira de Oliveira é o Coordenador Geral da segurança na Sapucaí.

    Coordenador da Área ALFA: MAJ PM ARMINDO
    Coordenador da Área BRAVO: CEL PM ODILON
    Coordenador da Área CHARLIE: CEL PM NASTARI
    Coordenador da Área DELTA: MAJ PM ALVARO
    Coordenador da Área ECO: CEL PM SERGIO
    Coordenador da Área FOX: CEL PM MARCO ANTONIO
    Coordenador da Área GOLF: MAJ PM VELOZO
    Coordenador da Área HOTEL: CEL PM VIVAS

    Obs: Há indícios de ligação dos referidos Oficiais com a contravenção.

    CONCLUSÃO: NÃO ADIANTA A PMERJ EXCLUIR DE SEUS QUADROS APENAS AS PRAÇAS DA CORPORAÇÃO QUE COMETEM DESVIOS DE CONDUTA. A "LIMPEZA" TEM QUE COMEÇAR POR CIMA! OS OFICIAIS SUPERIORES DEVERIAM DAR BONS EXEMPLOS PARA A TROPA, MAS ESTAMOS VENDO EXATAMENTE O CONTRÁRIO. ELES DEVERIAM SER DEMITIDOS, EXPULSOS DA CORPORAÇÃO, OU SEJA, PERDER A FARDA PARA SERVIR DE EXEMPLO!

    ResponderExcluir
  4. Respostas
    1. VAI TOMAR NO CU SEU PRAÇA MISERAVEL. A LIESA É UMA ASSOCIAÇÃO LEGALMENTE CONSTITUIDA E O SERVIÇO ERA DE SEGURANÇA NO SAMBODROMO E NAO DE BICHEIRO. AGORA TU FICA COM ESSA DEMAGOGIA DE QUE OFICIAL TEM PRIVILEGIUO E PRAÇA É INJUSTIÇADA.
      PIOR FAZEM ESSES PRAÇAS PMS NA RUA, QUE EM VEZ DE TRABALHAR SERIO FICA ROUBANDO E EXTORQUINDO NEGO NA RUA E RECEBENDO ARREGO DO TRAFICO QUANDO NAO ESTÃO FORMANDO MILICIA PARA CONCORRER COM O TRAFICO.
      VAI SE FUDER. CRIME É UMA COISA, TRABALHO PARALELO A ATIVIDADE POLICIAL É OUTRA.VAI TOMAR NO CÚUUUU.
      E NAO TO DEFENDENDO ESSES OFICIAIS NAO, QUEORO MAIS QUE ELES TOMEM NO CÚ TAMBEM, MAS SÓ PORQUE NAO ME CHAMARAM PARA ESSA BOCA RICA.

      Excluir
    2. Vc é um cuzão mesmo, no minimo deve ser mais uma praga chamada oficial de porra nenhuma, que não sabe nem
      Por que existe e nem pra serve o serviço policial militar. Ao inverso disso, usa ela pra se acovardar atras de uma merda de farda e com estrelas pra dizer o quanto otário e babaca vc é. Vai tomando no cú vc, pensa que é malandro, mas na verdade é um débio mental. Sangue suga! Mad eu também queria essa boca rica! Cuzão!

      Excluir
  5. Vamos ver se esses coronéis vão mesmo para rua. Estou pagando para ver...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. RUA É O CARALHO, QUEM TEM QUE IR PRA RUA É VOCE SEU PRAÇAS FILHA DA PUTA, QUE NEM SABE TRABALHAR, PASSA NO CONCURSO COM COLOCAÇÃO EM 18 MIL, FAZ UM CURSO DE MERDA DE 8 MESES, E ACHA QUE É PULIÇA E ENTENDE DE TUDO. NAO SABE NEM ESCREVER UMA PARTE. VAI TRABALHAR EM PADARIA,SEU MUQUIRANA. BOTA TEU NOMEZINHO AI E DEIXA DE SER COVARDE, QUE EU BOTO O MEU TAMBEM SEU CUZÃO. AI FICA FAZENDO DISQUE VINGANÇA DE OFICIAL USANDO DO ANOMIMATO. VAI TOMAR NO CÚUUUUUUUU.

      Excluir
    2. Vai trabalhar vagabundo!

      Excluir
  6. É mais fácil achar uma nota de três reais do que esses bandidos trasvestidos de policiais responderem qualquer coisa. Os Coroneis são tudo fechados, os que são honestos, são omissos, os que vão pra guerra, é a bem de uma prata, e tem esses ai que são caras de pau.

    ResponderExcluir
  7. Deveriam acabar com esse Posto de Coronel,que só serve para levar vantagem,na Corporação.Os Oficiais podem matar,roubar,extorquir,sequestrar,etc,e não da nada,usam carta Patente,para se defender.

    ResponderExcluir