terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Polícia diz que jovem morto em Ramos praticava assalto. Família desmente

A Polícia Militar informou que o técnico em computação Jefferson Costa, de 22 anos, encontrado morto em um valão em Ramos na madrugada desta terça-feira, foi baleado por um agente penitenciário. Em nota, a PM disse que Jefferson e um adolescente de 17 anos tentaram roubar a moto do agente quando ele passava pela Rua André Pinto. A vítima reagiu e atirou contra Jefferson.
Ainda de acordo com a PM, quando os policiais militares chegaram ao local já encontraram o corpo de Jefferson boiando no valão. O Corpo de Bombeiros e a Divisão de Homicídios foram chamados e uma perícia foi realizada. Enquanto a PM aguardava a chegada da Polícia Civil, o adolescente que estava com Jefferson, e tinha se escondido em uma das tubulações que dão acesso ao valão, se entregou.
Segundo a PM, um revólver calibre 32 que estava próximo ao corpo de Jefferson foi apreendido e um carro que estava com a dupla e havia sido roubado também foi recuperado.
Família se revolta com versão da polícia
Ao saberem da versão da Polícia Militar, ainda durante o velório do rapaz, na tarde desta terça-feira, os familiares de Jefferson se revoltaram:
— É mentira! Meu filho não é bandido! A gente vai descobrir quem fez isso. Não é porque é policial que pode fazer o que quiser. Essa polícia é corrupta. Se eu mato um cara desses, ainda sou preso. É muita dor — disse o pai do rapaz, Alberto Paz, que enfatizou que Jefferson era honesto e estava prestes a entrar para a faculdade de Engenharia.
O corpo de Jefferson foi velado na capela Santa Cássia, no cemitério de Inhaúma, onde ocorreu o enterro às 16h.


PM divulga nota sobre rapaz encontrado morto em um valão


A assessoria de imprensa da Polícia Militar informou que Jefferson da Paz Costa, de 22 anos, foi encontrado morto em um valão na Rua André Pinto, em Ramos, na madrugada desta segunda-feira. De acordo com nota divulgada pela PM, segundo informações do 22º BPM (Maré), Jefferson e um adolescente de 17 anos tentaram roubar a moto de um agente penitenciário que passava pela via. O agente reagiu a tentativa de assalto e Jefferson foi baleado. "Quando a PM foi acionada, o corpo de Jefferson estava boiando em um valão que corta a via. A PM então acionou o Corpo de Bombeiros e a Divisão de Homicídios (DH), que realizou a perícia no local. Enquanto a PM preservava o local do crime para a chegada da Polícia Civil, o adolescente que estava com Jefferson e havia se escondido em uma das tubulações que dão acesso ao valão, se entregou. Um revólver calibre 32 que estava próximo ao corpo de Jefferson foi apreendido e um carro que estava com a dupla e havia sido roubado também foi recuperado." A ocorrência foi registrada na Divisão de Homicídios.

6 comentários:

  1. Eu acredito na versão da Polícia. A família de um criminoso nunca vai dizer que ele é um bandido, sempre vai falar que a Polícia está errada. A sociedade é corrupta, e a maioria dos Policiais é honesta!

    ResponderExcluir
  2. Jefferson da Paz Costa e um adolescente de 17 anos tentaram roubar a moto de um agente penitenciário que passava pela via, só que o agente reagiu e ele foi baleado. O que ele fazia num carro roubado? Há provas suficientes de que ele era bandido! A família tentou desmentir sem provas? Tudo é baseado em provas! Pelo visto, a própria família não o conhecia...

    ResponderExcluir
  3. HOUVE FALHA NA CRIAÇÃO, FALTOU EDUCAÇÃO, IMPOSIÇÃO DE LIMITES...

    A MÃE E O PAI NÃO TIVERAM A CAPACIDADE DE COLOCAR O FILHO NO CAMINHO DO BEM...

    ResponderExcluir
  4. realmente pra quem ta fora e muito facio. julgar pensar nos seus filhos. um dia pode ser eles. e quando vc mas precisar de um apoio vai ser essa a respira q vai ter ma.s a justica de deus sera feita.se o cara fosse bandido ninguem botaria a cara a tapa.mas esse policial corrupto e negligente vai pagar.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. APRENDE A ESCREVER PRIMEIRO ,PARA DEPOIS REDIGIR CONTRA A POLICIA...!!!!!!!

      Excluir
  5. se vc acredita na versão dá polícia e porque nao conhecia a pessoa abençoada q se foi e e um corrupto negligente como esse policial. q nao e honesto o suficiente para assumir seu atos.pois quem morreu nao pode mas se defender.mas nem por isso vamos deixar ele morrer com fama de bandido.

    ResponderExcluir