sexta-feira, 19 de abril de 2013

BAHIA - Bandido abordado por policial no Shopping Barra matou dois em briga por bola de gude


O bandido que a Polícia Civil do Rio de Janeiro tentou prender no Shopping Barra na quarta-feira e cuja abordagem acabou em tiros na porta do estabelecimento é Iverson Cleison Santana da Silva, 30 anos, o Pitbull. Apontado como de “alta periculosidade” pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), Iverson é procurado por matar o empresário Antônio Carlos Fernandes, 59, e seu filho, Michael Douglas, de 31.
 
Segundo a polícia fluminense, a confusão começou porque um sobrinho de Michel, de 12 anos, agrediu o filho de Iverson, de 7, quando brincavam de bolas de gude. A avó do menor, então, teria batido no maior. Iniciou-se um bate-boca, em que a mulher de Iverson, Daniele, tentou agredir a mãe do garoto de 12, Luciana.

Michel e Antônio Carlos estavam em casa e saíram para intervir. Acabaram baleados no abdômen e na cabeça por Iverson, que conseguiu uma pistola 38 emprestada de um camelô.

O crime aconteceu no bairro de Guadalupe, Zona Norte do Rio. No domingo, 14, a Secretaria de Segurança Pública do Rio imprimiu folhetos com o rosto de Iverson e ofereceu uma recompensa de R$ 5 mil para quem der informações sobre ele.

Não demorou para a  inteligência do Rio descobrir que o foragido se escondia em Salvador, e enviou equipes para a capital baiana, onde ele usa o nome falso de Roberto Ferreira Pimenta. Foi nessa busca que um policial carioca acabou abordando o bandido no estacionamento do shopping.

A SSP-BA e SSP-RJ não quiseram se pronunciar sobre a escolha do estacionamento de um shopping para a tentativa de execução da ordem de prisão. Em nota, a SSP do Rio disse apenas que, na fuga, o suspeito tentou atropelar os policiais e, por isso, os tiros foram disparados nos pneus do carro “na intenção de contê-lo”.

A Polícia Civil baiana disse por meio da assessoria que também não analisará a atuação dos colegas do Rio por “questão de elegância”. O policial civil carioca que efetuou os disparos foi ouvido ontem na 14ª Delegacia (Barra), mas a SSP-BA disse que não divulgaria o teor do depoimento.

2 comentários:

  1. É PRECISO OFERECER O MÍNIMO DE DIGNIDADE AOS INTEGRANTES DA PMERJ E DO CBMERJ...

    O Rio de Janeiro, com a segunda maior arrecadação de impostos do Brasil, poderia pagar muito melhor os Bombeiros e Policiais Militares. Não está sendo respeitado nem o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988, que visa suprir as necessidades vitais básicas.

    Segundo o DIEESE, o Salário Mínimo Necessário referente ao mês de Março de 2013 foi estimado em R$ 2.824,92 (dois mil, oitocentos e vinte e quatro reais e noventa e dois centavos). O vencimento bruto do Soldado PM/BM no RJ atualmente é de apenas R$ 2.077,25 (R$ 747,67 abaixo do referido piso).

    http://www.dieese.org.br/analisecestabasica/salarioMinimo.html

    É fácil dar DIGNIDADE à tropa, basta querer!

    Como vamos sediar a COPA DO MUNDO de 2014 e os JOGOS OLÍMPICOS de 2016 se não conseguimos nem pagar um SALÁRIO DIGNO aos funcionários públicos que prestam SERVIÇOS ESSENCIAIS à população fluminense (Bombeiros e Policiais Militares)???

    VERGONHA!

    O Governo do Estado do Rio de Janeiro precisa conceder 36% de reajuste salarial para a PMERJ e o CBMERJ para cumprir o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988, ou seja, para suprir as necessidades vitais básicas dos Militares Estaduais (pagar o Salário Mínimo Necessário aos Soldados PM/BM).

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada pela sua ajuda. Esse monstro assassinou Meu Pai e Meu irmão, na porta da minha casa, em plena luz do dia, diante de toda vizinhança. Peço a todos que compartilhem. Essa é a única maneira deste assassino ser reconhecido, denunciado e preso.

    https://www.facebook.com/pages/Assassino-Foragido-Iverson-Cleison-Santana-da-Silva/286693818127358

    ResponderExcluir