segunda-feira, 8 de abril de 2013

Começa julgamento de PMs por massacre do Carandiru

Para evitar vinganças praticadas por integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC), a advogada Ieda Ribeiro de Souza, que vai defender os 26 policiais militares que começam a ser julgados nesta segunda-feira, no Fórum Criminal da Barra Funda, a partir das 9 horas, conseguiu que a Justiça proibisse a divulgação do nome dos réus e da posição que hoje eles ocupam na corporação. Os PMs são acusados de matarem 15 presos no 2º Pavimento do Pavilhão 9 em outubro de 1992. O pedido de sigilo foi feito no ano passado e acatado pela Justiça, depois dos inúmeros atentados a policiais militares, que provocaram 107 mortes. 
Parte dos ataques foi praticada por integrantes do PCC. "É uma medida de prevenção que se justifica, já que a morte de PMs deixou muita gente tensa", diz a advogada. Ela calcula que pelo menos um terço dos PMs que serão julgados continua na ativa. Os julgamentos do massacre vão ocorrer separadamente. A estimativa é que sejam separados por intervalos de quatro meses. Neste primeiro júri são 26 acusados de matar 15 presos.
O próximo, que deve ocorrer somente no segundo semestre deste ano, há um comandante e 29 policiais militares acusados de matarem 78 pessoas no segundo pavimento. Em ambos, os acusados eram da Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota) - corporação responsável pelo maior número de vítimas no massacre do Carandiru. Nos 3.º e 4.º pavimentos atuaram os demais réus, acusados de mais 18 mortes e 5 lesões. Os policiais eram do Comando de Operações Especiais (COE) e do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate). Ao todo, em todas as sessões, serão julgados 79 réus acusados de homicídios.

2 comentários:

  1. AQUELE QUE ODEIA BANDIDOS !!9 de abril de 2013 16:53

    E GRAÇAS A ESSES BRAVOS POLICIAIS, NÓS FICAMOS LIVRES DESSES MONTES DE ESTRUMES ( BANDIDOS ) PRÁ SEMPRE. ELES DEVERIAM ESTAR RECEBENDO MEDALHAS, CHAVE DA CIDADE E ETC...

    ResponderExcluir
  2. Cumpriam ordens de cima,cade o governador que não esta entre os reus.?

    ResponderExcluir