quinta-feira, 4 de abril de 2013

Delegado-geral da Polícia Civil do Paraná diz que população deve se armar


O delegado-geral da Polícia Civil do Paraná, Marcus Vinícius da Costa Michelotto, declarou ser favorável à população andar armada. “A minha opinião, e não quero criar polêmica com o Governo Federal, é de que todo cidadão possa usar arma. Eu acho que, enquanto o Estado não consegue dar tranquilidade e segurança a todos os cidadãos, obviamente que não podemos tolher os cidadãos de ter arma. Obviamente que esse meu pronunciamento pode ser alvo de críticas, e deve ser. Acho que a discussão é salutar. Mas, o cidadão tem todo o direito de ser treinado, e diante de um treinamento austero ter o direito de ter uma arma para proteger a si mesmo e sua família”, disse Michelotto.
O pronunciamento gerou repercussão, pois, em 2011, o Governo Federal iniciou uma campanha para desarmar a população. Até o momento, a Campanha de Desarmamento já recolheu mais de 110 mil armas de fogo em todo o País.

3 comentários:

  1. Finalmente alguém com coragem para falar a verdade.O Desarmamento só serviu para garantir a farra dos bandidos.

    ResponderExcluir
  2. triste muito triste a situação de nosso pais: somos constituídos por três poderes: legislativo executivo e judiciário agora pasmem os que tiverem a oportunidade de ler minha indignação: todos os três são de real importância entretanto,o poder que deveria exercer sua real função é o PIOR deles qual seja o poder judiciário esse stf virou um verdadeiro consultório de negociatas basta ver a desfassatez dos seus membros com raríssimas exceções com textos e mais textos tão somente técnicos e nada mais ou sejam so visam o lucro ; o poder executivo infelizmente é raro um município que não tenha um governante envolvido em maracutaia um ABSURDO e por fim o legislativo onde imperam um verdadeiro toma lá da cá, outro órgão fiscalizador que infelizmente vive na gaveta com o executivo fica a a pergunta ? aonde vamos parar? o supremo tribunal federal tem se empenhado bastante na tentativa sim de barrar a ficha LIMPA pois a mesma não dá LUCRO, ou seja , negociar a ficha suja rende DIVIDENDOS imensuráveis esta é a grande realidade de nosso brasil varonil I N F E L I Z M E N T E.

    ResponderExcluir
  3. A PMERJ e o CBMERJ precisam de 33% de reajuste salarial para o soldo do soldado alcançar o SALÁRIO MÍNIMO.

    O Rio de Janeiro, com a segunda maior arrecadação de impostos do Brasil, poderia pagar muito melhor os Bombeiros e Policiais Militares. Não está sendo respeitado nem o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988, que visa suprir as necessidades vitais básicas. Segundo o DIEESE, o Salário Mínimo Necessário referente ao mês de Fevereiro de 2013 foi estimado em R$ 2.743,69 (dois mil, setecentos e quarenta e três reais e sessenta e nove centavos). Para alcançar este piso, seria necessário 32,083% de reposição salarial, pois o vencimento bruto do Soldado PM/BM no RJ atualmente é de apenas R$ 2.077,25 (a diferença é de R$ 666,44).

    Fonte: http://www.dieese.org.br/analisecestabasica/salarioMinimo.html

    Já para igualar o SOLDO do SOLDADO ao SALÁRIO MÍNIMO vigente, seria necessário conceder apenas 32,19% de reajuste salarial.

    SOLDO do SOLDADO: R$ 512,90

    SALÁRIO MÍNIMO: R$ 678,00

    DIFERENÇA: 32,19%

    É fácil dar DIGNIDADE à tropa, basta querer!

    Como vamos sediar a COPA DO MUNDO de 2014 e os JOGOS OLÍMPICOS de 2016 se não conseguimos nem pagar um SALÁRIO DIGNO aos funcionários públicos que prestam SERVIÇOS ESSENCIAIS à população (Bombeiros e Policiais Militares)???

    VERGONHA!

    ResponderExcluir