segunda-feira, 29 de abril de 2013

Gatunos desafiam UPP

Estabelecimentos comerciais estão sendo alvo de criminosos durante a madrugada
Apesar da pacificação no Complexo do Alemão, ação que levou 340 policiais a patrulhar a região há um ano e oito dias, comerciantes estão apreensivos com a onda de saques que têm ocorrido com frequência de madrugadas. Desde o último Carnaval, 25 estabelecimentos já foram invadidos. Somente nas últimas duas semanas, na Rua Nova Brasília, 11 lojas foram arrombadas e saqueadas.
Um dos alvos foi um açougue, cujo proprietário teve um prejuízo de R$ 125 mil. "Roubaram carnes de tudo quanto é tipo, praticamente fizeram a limpa", disse um funcionário que, com medo de represálias, pediu para não ser identificado.
Na manhã de ontem, funcionários da Farmácia Popular da Nova Brasília consertavam a porta da drogaria, que foi arrebentada na madrugada anterior. Um grande lote de medicamentos foi roubado. "Alguns moradores disseram que a ação durou apenas dez minutos. Registrei ocorrência na delegacia da Penha, e estou preocupado com os prejuízos", disse o dono do estabelecimento.
Segundo o major Márcio Rodrigues Ferreira dos Santos, comandante da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Nova Brasília, os bandidos estariam agindo em pontos inusitados e de madrugada, o que requer estratégias para realocar os policiais, apesar de toda região estar patrulhada. "Eles agem na madrugada, em minutos. Em alguns locais, nem há sinal de arrombamento, o que indica que pode ter alguém conhecido do comércio local, como um ex-funcionário, ajudando nestes crimes, disse o major.

Um comentário:

  1. Presente do Rio para Obama só perde para o Gabão
    Presidente dos Estados Unidos ganha do governo fluminense quadro de R$ 80 mil

    POR Christina Nascimento

    Rio - O governador Sérgio Cabral presenteou o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, com um quadro do artista brasileiro Vik Muniz avaliado em US$ 40 mil (cerca de R$ 80 mil). O presente é o segundo mais caro recebido por Obama de autoridades e organizações estrangeiras em 2011, segundo uma lista divulgada pelo Departamento de Estado americano. O Palácio Guanabara esclareceu que o presente não foi comprado com dinheiro público. Segundo a assessoria, o governador pediu que Vik Muniz doasse a obra.

    O quadro se chama ‘Marat (Sebastião)’ e é inspirado numa pintura francesa de 1793. Cabral ainda enviou para Obama os filmes ‘ 5 X Favela Agora por Nós Mesmos’ e ‘Orfeu’ e os livros ‘Memórias de um sargento de milícias’, de Manuel Antônio de Almeida; ‘Casa Velha’, de Machado de Assis, e a ‘A alma encantadora das ruas’, de João do Rio. No pacote também foram dois DVDs “Unidade de Polícia”.

    http://odia.ig.com.br/portal/rio/presente-do-rio-para-obama-s%C3%B3-perde-para-o-gab%C3%A3o-1.577075

    ResponderExcluir