domingo, 28 de abril de 2013

Grupo neonazista que agrediram nordestino são transferidos para presídio de Bangu

Cinco homens de um grupo de sete jovens neonazistas detidos na manhã deste sábado (27), por agredir um nordestino em Niterói, na Região Metropolitana do Rio, serão indiciados por uma série de crimes que, somados, são inafiançáveis, segundo a delegada adjunta da 77ª DP (Icaraí), Helen Sardenberg, onde o caso foi registrado.
Entre os crimes estão intolerância de cor, raça, etnia, religião e origem; e fabricação, comercialização ou veiculação de símbolos, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou a gamada para fins de divulgação do nazismo.
No carro onde o grupo estava foi encontrado farto material, como panfletos, de propaganda nazista. Entre os sete detidos está uma jovem, que seria apenas namorada de um dos integrantes do grupo e foi liberada, e um menor de idade, apreendido.
Os integrantes foram levados neste domingo para o Complexo Penitenciário de Bangu, na Zona Oeste do Rio. Identificados como Caio Souza Prado, de 23 anos; Thiago Dias Borges, de 28; Philipe Ferreira, de 21; Carlos Luiz Bastos, de 33; e Davi Oliveira de Moraes, de 31, eles responderão pelos crimes de intolerância de cor, raça, etnia, religião e origem e fabricação, comercialização ou veiculação de símbolos, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica para divulgação do nazismo. De acordo com a delegada adjunta da 77ª DP (Icaraí), Helen Sardenberg, os detidos também responderão por lesão corporal, formação de quadrilha e corrupção de menores. Segundo a delegada, os crimes são inafiançáveis.

Um comentário: