quinta-feira, 25 de abril de 2013

Policiais recebem prêmios por redução de criminalidade


Competência, empenho e integração. Com esses atributos, 11.749 policiais civis e militares conseguiram bater as metas de redução de criminalidade nas suas áreas no segundo semestre de 2012 e serão homenageados  em cerimônia realizada hoje no Teatro João Caetano. Sem distinção de patentes e cargos, todos os agentes lotados nas unidades que atingiram as determinações vão ser premiados com valores que variam de R$ 3 mil a R$ 9 mil, numa soma que chega a R$ 50,5 milhões.
A recompensa faz parte do Sistema Integrado de Metas e Acompanhamento de Resultados da Secretaria de  Segurança, que tem o objetivo de reduzir os indicadores criminais considerados estratégicos. As metas são estipuladas com base nas ocorrências de Letalidade Violenta (somatório de homicídios dolosos, autos de resistência, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte), Roubo de Veículos e Roubo de Rua (roubo a pedestres, de celulares e a ônibus).
Segunda colocada no primeiro semestre de 2012, a AISP 4 – que compreende o 4º BPM (São Cristóvão), a 6ª DP(Cidade Nova), a 17ª DP (São Cristóvão) e a 18ª DP (Praça da Bandeira) – conseguiu se superar e garantir o prêmio máximo por produtividade.
– Trabalhamos com base na mancha criminal e trocamos informações com a Polícia Civil para reavaliar nossas ações de patrulhamento ostensivo – afirmou o comandante do 4° BPM, tenente-coronel Ronal Santana.
A inovação dos projetos do Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (BPTur) levou os 214 policiais da unidade a garantirem os R$ 9 mil do primeiro lugar no quesito Boas Práticas. Atuação com policiais bilíngues e patrulhamento com bicicletas trouxeram resultados positivos.
– Essa vitória mexeu com a autoestima da tropa, que está mais motivada para trabalhar pelo melhor – disse o comandante, tenente-coronel Joseli Candido. Responsáveis pela segurança de 17 bairros da Zona Norte, os policiais da AISP 9 também estão comemorando por terem cumprido as metas em uma região que ainda não conta com Unidades de
Polícia Pacificadora (UPPs). Agentes lotados no 9° BPM (Rocha Miranda) e nas 28ª DP (Campinho), 29ª (Madureira), 30ª DP (Marechal Hermes) e 40ª DP (Honório Gurgel) vão ganhar R$ 3 mil de prêmio.
– A meta é o primeiro lugar. A “briga” é boa e quem ganha é a população – afirmou o delegado da 28ª DP, Marcus Braga.

9 comentários:

  1. gostaria de aproveitar o espaço e parabenizar o cel roberto viana e os dois psicólogos do CRSP ( porta de entrada da PMERJ) PELA ÉTICA, MORAL BONS COSTuMES PROFISSIONALISMO enfim ... por não se curvarem as EXIGENCIAS do cmt geral e um tal cel rogerio a respeito do apadrinhamento de candidato ao cfo reprovado no psicotécnico me fez lembrar algo parecido a uns 06 anos atras na brigada militar(RS) ONDE UM CANDIDATO REPROVADO NAS MESMAS CIRCUNSTANCIAS obteve LIMINAR de um MERDA de um JUIZ, adentrou, se formou,e tão pronto em uma ocorrencia titica MATOU covardemente um civil foram pesquisar ficou comprovado que o mesmo NÃO tinha aptidão para ser policial PENA que o citado JUIZ não sentou no banco dos reus com o assassino, PENA,portanto, é só acompanhar o desenrolar dos fatos para conferirmos futuramente,pois,o pior do afilhado é seu PADRINHO.INFELIZMENTE o cmt geral que teve uma ENTRADA digna na corporação vai ter uma SAIDA bastante comprometida, por fim quem viver verá.É LAMENTÁVEL MUITO LAMENTÁVEL O FATO ACONTECIDO.

    ResponderExcluir
  2. sem comentário a matéria acima ,pois,trata-se de engambelar meia duzia em detrimento da esmagadora maioria, na verdade dinheiro existe o que não existe é boa vontade em se pegar um salario DIGNO ao profissional que morre diariamente no combate a criminalidade o que se deveria buscar é o retorno do ESCALONAMENTO VERTICAL ou seja atualizar o SOLDO do soldado ao salario minimo nacional o resto é ENGANAÇÃO.

    ResponderExcluir
  3. Lei 5301/08 | Lei nº 5301, de 17 de setembro de 2008 do Rio de janeiro
    MAJORA VENCIMENTOS BÁSICOS E SOLDOS DOS INTEGRANTES DAS DIVERSAS CATEGORIAS FUNCIONAIS QUE MENCIONA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.
    O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
    Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

    Art. 1º........................................
    Art. 2º Estende-se o disposto na presente Lei, observado o que reza o art. 40 e respectivos parágrafos, da Constituição da República, bem como as Emendas Constitucionais nº 41, de 19 de dezembro de 2003, e nº 47, de 05 de julho de 2005:
    I - aos servidores públicos inativos integrantes das categorias funcionais referidas no anexo desta Lei e
    II - aos pensionistas de servidores públicos integrantes das categorias funcionais referidas no anexo desta Lei.
    Art. 3º As despesas resultantes da aplicação desta Lei serão atendidas por dotações próprias consignadas no orçamento do Estado do Rio de Janeiro.
    Art. 4º O Governo do Estado realizará estudos para incorporação ao vencimento-base do quadro do magistério público estadual do "Nova Escola".
    Art. 5º O Governo do Estado realizará estudos para concessão de vale-transporte aos servidores públicos do Estado do Rio de Janeiro.
    Art. 6º O Governo do Estado realizará estudos com objetivo de que dentro de 5 (cinco) anos nenhum servidor do Estado perceba como vencimento-base ou soldo valor menor do que o estabelecido como salário mínimo nacional.
    Art. 7º Esta Lei entra em vigor na data da sua publicação.
    Rio de Janeiro, 17 de setembro de 2008.
    SÉRGIO CABRAL
    Governador
    Fonte..... http://www.jusbrasil.com.br/legislacao/87681/lei-5301-08-rio-de-janeiro-rj

    ResponderExcluir
  4. Prêmio para policial que bater meta vai a R$ 13 mil
    Sérgio Cabral anuncia aumento de 50% nas gratificações por desempenho. Estado, desde 2009, já pagou R$ 220 milhões em abono para as tropas com bons índices

    POR Maria Inez Magalhaes

    Rio - Policiais que contribuírem para a redução da criminalidade cumprindo ou ultrapassando as metas estipuladas pela Secretaria de Segurança neste semestre vão ganhar entre R$ 6 mil e R$ 13,5 mil de prêmio cada um.

    O aumento de 50% no valor foi anunciado nesta quarta-feira pelo governador Sergio Cabral durante solenidade, que premiou, com valores entre R$ 3 mil e R$ 9 mil, 11.749 policiais que reduziram os índices no segundo semestre de 2012. O evento aconteceu no Teatro João Caetano, no Centro.

    O aumento inclui, ainda, os prêmios extras para quem atingir as metas com índices entre 90% e 100%. Quem ficar entre 90% e 94,9% ganhará, no próximo semestre, R$ 1,5 mil e acima disso, R$ 3 mil. O plano de metas foi instituído em 2009. Desde então, o governo do estado já pagou R$ 220 milhões em premiação. Só na de ontem foram R$ 50 milhões.
    ‘São mais vidas poupadas, mais tranquilidade’, defendeu Cabral | Foto: Divulgação
    ‘São mais vidas poupadas, mais tranquilidade’, defendeu Cabral | Foto: Divulgação

    “É a política da meritocracia. Reduziu os índices? Premia-se isso. E como se mensura isso? São mais vidas poupadas, mais tranquilidade”, discursou Cabral.

    O secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, comemorou a queda nos índices, disse que o plano de metas mostra resultados incontestáveis, mas admitiu que a comemoração ficou comprometida com os episódios de violência na cidade.

    Segunda-feira, o pastor Edivaldo Dias Pereira e o designer Guilherme Bischoff Lopes da Fonseca morreram, e uma menina de 9 anos ficou ferida durante assaltos, todos vítimas de balas perdidas. Um PM também se feriu.

    “Claro que esses episódios mancham o evento. A perda de uma vida é muito ruim. A gente não quer isso e, graças a Deus, estamos diminuindo esse número. Não vamos prometer uma cidade totalmente limpa, mas hoje temos essa incidência (de balas perdidas) muito menor que há 8 anos”, disse Beltrame.

    ResponderExcluir
  5. ACHO ISSO A MAIOR COVARDIA...SE TEM VERBA P/PAGAR GRATIFICAÇÕES ( QUANDO VAI P/RESERVA PERDE TUDO), PORQUE, NÃO DÁ UM AUMENTO DE SALÁRIO A TODOS.....
    DEPOIS VEM UNS OLHUDOS RECLAMAR DA ANTIGA PECÚNIA...PELO MENOS QUEM PEGOU RECEBE ATÉ ATÉ NA RESERVA......VAMOS DEIXAR DE SER OTÁRIO....BRIGUEM POR MELHORES SALÁRIOS,POIS SE TEM PARA PAGAR P/ALGUNE, PORQUE NÃO SER P/TODOS...AMANHÃ VOCES ESTARÃO NA RESERVA.......

    ResponderExcluir
  6. E HAJA PEIXE, A ULTIMA DO COMANDANTE GERAL PRA QUEM NÃO SABE, EXONEROU O CMT DO CRSP E TRANSFERIU TODA SEÇÃO DE PSICOLOGIA E APROVOU DOIS PEIXES DELE QUE HAVIA SIDO REPROVADOS, RESULTADO, TEVE QUE APROVAR TODOS OS CANDIDATOS DO CFO. O CORONEL ROBERTO VIANNA NÃO CONCORDOU COM ESSE ABUSO DE AUTORIDADE, FOI TRANSFERIDO PRA DGP. SUGIRO A TODOS CANDIDATOS REPROVADOS NO PSICOTÉCNICO NOS ÚLTIMOS 5 ANOS, SEJA CFO, CFSD, EPAO, QUE INGRESSE NO JUDICIÁRIO DEVIDO ESSA INTERVENÇÃO NO CRSP. O COMANDANTE GERAL É TÃO FROUXO E TÃO COVARDE QUE TEVE QUE COLOCAR A CORONEL SICILIANO NA GELADEIRA PARA PODER BAGUNÇAR OS CONCURSOS DA PMERJ. E ALÉM DISSO É BURRO, QUE PARA APROVAR SEUS AFILHADOS PEDIU UM LAUDO DA PSIQUIATRIA, O QUÊ A PSIQUIATRIA TEM A VER COM PSICOLOGIA? O CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA JÁ ESTÁ NO CASO, VAI SOBRAR PRA ALGUÉM TE CUIDA 646, PEDE PRA SAIR ANTES QUE SEJA TARDE SEU INCOMPETENTE.TUDO ISSO COM O AVAL DO PASTOR PEDÓFILO (CEL ROGÉRIO LEITÃO).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sgt, o atual CMDT do CRSP, Ten Cel Kléber Martins, está tentando viabilizar a entrada de novos cadetes para julho/agosto (desse mesmo concurso) para completar a turma de apenas 6 alunos ingressantes, que por tradição, vão receber o espadim agora em maio... Você soube dessa história ? (12º BPM)

      Excluir
  7. O QUE O POLICIAL MILITAR QUER PARA REDUZIR OS ÍNDICES DE ROUBOS? SALÁRIO DIGNO, CONFORME ORIENTA A CARTA MAGNA DE 1988, NO INCISO IV DO ARTIGO 7º. O comandante do batalhão da área e o delegado titular da circunscrição não terão como MOTIVAR seus efetivos sem garantir o atendimento das necessidades vitais básicas da tropa.

    É preciso oferecer o MÍNIMO de DIGNIDADE aos integrantes da PMERJ e do CBMERJ. DINHEIRO PARA PAGAR BEM TEM, CASO CONTRÁRIO NÃO EXISTIRIAM O PROEIS E O RAS!

    O Rio de Janeiro, com a segunda maior arrecadação de impostos do Brasil, poderia pagar muito melhor os Bombeiros e Policiais Militares. Não está sendo respeitado nem o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988, que visa suprir as necessidades vitais básicas.

    Segundo o DIEESE, o Salário Mínimo Necessário referente ao mês de Março de 2013 foi estimado em R$ 2.824,92 (dois mil, oitocentos e vinte e quatro reais e noventa e dois centavos). O vencimento bruto do Soldado PM/BM no RJ atualmente é de apenas R$ 2.077,25 (R$ 747,67 abaixo do referido piso).

    http://www.dieese.org.br/analisecestabasica/salarioMinimo.html

    É fácil dar DIGNIDADE à tropa, basta querer!

    Como vamos sediar a COPA DO MUNDO de 2014 e os JOGOS OLÍMPICOS de 2016 se não conseguimos nem pagar um SALÁRIO DIGNO aos funcionários públicos que prestam SERVIÇOS ESSENCIAIS à população fluminense (Bombeiros e Policiais Militares)???

    VERGONHA!

    O Governo do Estado do Rio de Janeiro precisa conceder 36% de reajuste salarial para a PMERJ e o CBMERJ para cumprir o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988, ou seja, para suprir as necessidades vitais básicas dos Militares Estaduais (pagar o Salário Mínimo Necessário aos Soldados PM/BM).

    NO RIO DE JANEIRO, OS PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA PÚBLICA NÃO SÃO TRATADOS DIGNAMENTE. A VIDA DE MILITAR ESTADUAL É COMPLICADA! FALAR DO PM É FÁCIL, DIFÍCIL É SER PM.

    ResponderExcluir
  8. anonimo.GOSTARIA DE COMENTAR A COVARDIA EM EXAME PSICOLOGICO DA 14 E 15 CONVOCAÇOES CFSD 2010 ONDE MUITOS CANDIDATOS FORAM REPROVADOS INJUSTAMENTE E HOUVE ERROS TANTO QUE MAIS DE 120 CANDIDATOS MUDARAM DE STATUS DE REPROVADOS PARA APROVADOS DEVERIA TER OUTRO EXAME PSICOLOGICO PARA TODOS POIS SO ALGUNS FORAM BENEFICIADOS .SEM CONTAR QUE O EXAME ERA EM SETEMBRO TODOS NA SALA FORAM MANDADOS PARA CASA RETORNANDO SO EM JANEIRO EM UM EXAME ESMAGADOR E INJUSTO.

    ResponderExcluir