quarta-feira, 24 de abril de 2013

Sargento morto em confronto trabalhava na folga em troca de gratificação de R$ 150

PAUTA DO DIA/ ROBERTA TRINDADE


Gilmar Alves dos Santos Júnior, 25 anos, e Carlos Maurício Ferreira Amaral, 42 anos

Lotado na Subseção de Justiça e Disciplina (SSJD) da Diretoria Geral de Pessoal (DGP), o sargento Cristiano Calheiros Borges morreu ao trocar tiros com assaltantes no momento em que deveria estar de folga: ele e o cabo Luciano Coelho Ferreira trabalhavam no Regime Adicional de Serviço (RAS) na área do 9º BPM (Rocha Miranda) para receber uma gratificação de R$ 150. O sargento tinha comemorado aniversário três dias antes, quando completou 37 anos – mais de 15 deles dedicados à corporação.
Os PMs se preparavam para abordar o Honda Fit placa KZP 2523 que tinha participado de uma tentativa de roubo de uma carga de cigarros, na Estrada João Paulo, na altura de Barros Filho, na Zona Norte do Rio, e foram surpreendidos pela reação dos ocupantes do veículo, que começaram a efetuar diversos disparos contra a viatura e tentaram fugir.
Os policiais revidaram a agressão e houve tiroteio e perseguição, que terminou próximo à Avenida Brasil, quando o bandido que estava no volante perdeu o controle da direção e bateu contra um muro. Também atingido na troca de tiros, um dos assaltantes – que não possuía qualquer documento de identificação – morreu no local.
Os dois PMs foram socorridos e levados para o Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes, mas o sargento não resistiu. Duas pessoas acabaram atingidas por balas perdidas e levadas para a mesma unidade de saúde. O pastor evangélico Edivaldo Dias Pereira, 50, também não resistiu. Já a menina Emilly Vitória Ramiro, 9, permanece internada em observação após ter sido submetida à cirurgia.
Em apoio à ocorrência, uma equipe do Batalhão de Policiamento em Vias Especiais (BPVE) apreendeu uma pistola calibre 9mm e dois coletes balísticos. Já o Grupamento de Ações Táticas (GAT) do 9º BPM prendeu dois dos assaltantes, com duas pistolas Taurus – uma 380 e uma .40 -, na Avenida Brasil.
Os presos foram identificados como Gilmar Alves dos Santos Júnior, 25, Carlos Maurício Ferreira Amaral, 42, Rafael Neves Moreira, 28 (que, segundo os médicos, corre o risco de ficar paraplégico), Thiago Santos Marmelo, 26, e Adriano Luiz Nascimento, 25 (que já tinha contra si um mandado de prisão pendente, por roubo). Além das pistolas, também foram apreendidos um revólver Taurus calibre 38 com a numeração raspada e uma carabina Boito calibre 12.

7 comentários:

  1. Os Bombeiros estão certos , o companheiro morreu por uma ''merreca'' , que não paga uma dúzia de flores para o seu enterro , vergonha para nós policiais que nos acovardamos ......

    ResponderExcluir
  2. na verdade na verdade todos eu disse TODOS PPMM deveriam SIM rejeitar essa merda de ras cproeis campanha demagógica desse merda de desgovernador salafrário mentiroso incompetente enfim ÍNGUA mas existem AQUELES merdões que se contentam com qualquer migalha para tanto basta procurarem seus direitos a começar pelo escalonamento vertical onde o seu NÃO cumprimento causa ao sd pm recruta perda de r$ 700,00 SETECENTOS REAIS mensais dinheiro existe falta competÊncia e vontade politica de fazer acontecer ESSA É A GRANDE E ÚNICA VERDADE

    ResponderExcluir
  3. Isso a merda da globo não contou ,só quis saber do rodrigo pimentel (mijão)se foi legal a reação dos policiais . vai tomar no cú globo de merda .

    ResponderExcluir
  4. Não adianta, se não morre no RAS, morre na segurança, como muitos já morreram. Por falar nisto, hoje eu tenho RAS para tirar, de 19:00 às 03:00. Animadíssimo porque eu recebi a premiação das metas do segundo semestre de 2012 com um desconto de R$800,00 . Na mão, vieram só R$2.200,00 . Neste ano, baseado neste desconto absurdo, eu que mais é que as metas se explodam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aciona a justiça, pois o desconto é inconstitucional e vai pro bolso de alguem ... mas como voce vai ficar com medinho ...

      Excluir
  5. O RIO NÃO ESTÁ PACIFICADO?

    É preciso oferecer o MÍNIMO de DIGNIDADE aos integrantes da PMERJ e do CBMERJ. DINHEIRO PARA PAGAR BEM TEM, CASO CONTRÁRIO NÃO EXISTIRIAM O PROEIS E O RAS!

    O Rio de Janeiro, com a segunda maior arrecadação de impostos do Brasil, poderia pagar muito melhor os Bombeiros e Policiais Militares. Não está sendo respeitado nem o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988, que visa suprir as necessidades vitais básicas.

    Segundo o DIEESE, o Salário Mínimo Necessário referente ao mês de Março de 2013 foi estimado em R$ 2.824,92 (dois mil, oitocentos e vinte e quatro reais e noventa e dois centavos). O vencimento bruto do Soldado PM/BM no RJ atualmente é de apenas R$ 2.077,25 (R$ 747,67 abaixo do referido piso).

    http://www.dieese.org.br/analisecestabasica/salarioMinimo.html

    É fácil dar DIGNIDADE à tropa, basta querer!

    Como vamos sediar a COPA DO MUNDO de 2014 e os JOGOS OLÍMPICOS de 2016 se não conseguimos nem pagar um SALÁRIO DIGNO aos funcionários públicos que prestam SERVIÇOS ESSENCIAIS à população fluminense (Bombeiros e Policiais Militares)???

    VERGONHA!

    O Governo do Estado do Rio de Janeiro precisa conceder 36% de reajuste salarial para a PMERJ e o CBMERJ para cumprir o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988, ou seja, para suprir as necessidades vitais básicas dos Militares Estaduais (pagar o Salário Mínimo Necessário aos Soldados PM/BM).

    NO RIO DE JANEIRO, OS PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA PÚBLICA NÃO SÃO TRATADOS DIGNAMENTE.

    A VIDA DE MILITAR ESTADUAL É COMPLICADA!

    FALAR DO PM É FÁCIL, DIFÍCIL É SER PM!

    ResponderExcluir
  6. Eu quero saber aonde está os direitos humano, ser foi na familia do policial,pergunta ser está ao menos precisando de alguma coisa , agora ser é um bandido morto eles já estava sentando o verbos nos policiais, então no meu ver , que os bandido tem mais direito que o policial , que os trabalhador que cumpre com suas obrigação perante ao estado, agora é mesma historia mas um na estatísca .....
    seus deputado,governador ,ministro já passou da hora de vcs mudar esse código penal brasileiro que é desde` 1940´ vamos mudar..essa lei penal e da redução da maioridade penal.....quantos policiais , trablhador pessoa do bem tem que morre para vcs mudar .....Acorda governantes.....

    ResponderExcluir