segunda-feira, 24 de junho de 2013

DEPOIMENTO SURPREENDENTE DO PM QUE FOI AGREDIDO NO RIO DE JANEIRO

5 comentários:

  1. Surpreendente? Não.
    Quem não o conhece pode dizer isso.
    Mas quem o conhece sabe a pureza de seu coração e de suas atitudes.
    Um abraço amigão Avelino.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, surpreendente é o pessoal dos Direitos Humanos sumir quando um Policial é agredido!!!

      Excluir
  2. Concordo, o depoimento do primeiro-sargento PM que foi agredido no Rio de Janeiro não é surpreendente para quem é policial militar.

    Com relação ao crime de lesão corporal grave pelo risco de vida (artigo 129 parágrafo 1.o. item II do C.P.) ou TENTATIVA DE HOMICÍDIO DOLOSO cometido contra o profissional de segurança pública em tela, eu digo o seguinte: ele sendo espancado em serviço é uma demonstração de desrespeito ao Estado! O PM, quando se farda, é um representante do Governo do Estado do Rio de Janeiro.

    Em outros países, atentar contra a integridade física de um policial é considerado um crime gravíssimo e resulta em prisão perpétua ou pena de morte!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando o PM é vítima de agressão, ninguém aparece para criticar os criminosos! O Brasil é visto lá fora (no exterior) como o país dos bandidos...

      Excluir
  3. PRIMEIRÃO COM SOLDO DE RECRUTA?

    NO RIO DE JANEIRO, OS PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA PÚBLICA NÃO SÃO TRATADOS DIGNAMENTE.

    O Governo do Estado do Rio de Janeiro, com a segunda maior arrecadação de impostos do Brasil, poderia pagar muito melhor os Bombeiros e Policiais Militares. Não está sendo respeitado nem o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988, que visa suprir as necessidades vitais básicas. Segundo o DIEESE, o Salário Mínimo Necessário referente ao mês de Abril de 2013 foi estimado em R$ 2.892,47 (dois mil, oitocentos e noventa e dois reais e quarenta e sete centavos). O vencimento bruto do Soldado PM/BM no RJ atualmente é de apenas R$ 2.077,25 (está R$ 815,22 abaixo do referido piso). É fácil dar DIGNIDADE à tropa, basta querer! A VIDA DE MILITAR ESTADUAL É COMPLICADA (o risco é grande e o salário é insuficiente). Em menos de três meses, 8 policiais foram baleados em comunidades “pacificadas”!

    http://www.dieese.org.br/analisecestabasica/salarioMinimo.html

    O Governo do Estado do Rio de Janeiro precisa conceder apenas 39,25% de reajuste salarial para a PMERJ e o CBMERJ para cumprir o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988, ou seja, para suprir as necessidades vitais básicas dos Militares Estaduais (pagar o Salário Mínimo Necessário aos Soldados PM/BM). É preciso oferecer o MÍNIMO DE DIGNIDADE aos integrantes da PMERJ e do CBMERJ. Como vamos sediar a COPA DO MUNDO de 2014 e os JOGOS OLÍMPICOS de 2016 se não conseguimos nem pagar um SALÁRIO DIGNO aos funcionários públicos que prestam SERVIÇOS ESSENCIAIS à população fluminense (Bombeiros e Policiais Militares)?

    OBS: DINHEIRO PARA PAGAR BEM TEM, CASO CONTRÁRIO NÃO EXISTIRIAM O PROEIS E O RAS!

    ResponderExcluir