segunda-feira, 17 de junho de 2013

Ex-comandante da PM é suspeito de ligação com morte de juíza

JORNAL O DIA
 Secretário de Ordem Pública de Niterói, coronel Marcus Jardim, e o secretário de Políticas de Segurança de Duque de Caxias, Mário Sérgio Duarte
Ex-comandante da PM, o secretário de Políticas de Segurança de Duque de Caxias, Mário Sérgio Duarte, e cinco oficiais serão investigados por suspeita de envolvimento no assassinato da juíza Patrícia Acioli — morta com 21 tiros, em Niterói, em agosto de 2011. A determinação de abertura de Inquérito Policial Militar (IPM) foi feita pelo Ministério Público, que atua junto à Auditoria de Justiça Militar. Mário Sérgio pediu exoneração do cargo após o crime contra a magistrada.

No documento enviado à Corregedoria da PM, há ainda o pedido de investigação sobre a ligação do secretário de Ordem Pública de Niterói, coronel Marcus Jardim, com o jogo do bicho, aliado a outros sete oficiais que atuaram no 7ª BPM (São Gonçalo) — entre eles o tenente-coronel Claudio Luiz de Oliveira, ex-comandante da unidade, e o tenente Daniel Benitez — presos em unidades federais de Roraima e Mato Grosso do Sul, respectivamente, acusados da morte. 

CARTA ANÔNIMA
Uma carta anônima, encaminhada ao Ministério Público em agosto de 2012, é a base da abertura do IPM. Nela, é citado que Mário Sérgio, que nomeou Claudio para o 7º BPM, teria dívida com o oficial e relembra que o então comandante geral retirou a escolta da magistrada. À época, foi publicado no boletim interno da corporação que só Mário Sérgio poderia transferir novamente os três policiais. “A juíza não tinha escolta. Eles estavam ferindo o convênio com o Tribunal de Justiça, que era de fazer a segurança do Fórum de São Gonçalo”, afirmou Mário Sérgio.

O coronel argumenta que a magistrada não reclamou sobre a transferência dos militares.
Segundo o ex-comandante da PM, é a segunda vez que o Ministério Público pede investigação sobre ele com relação ao caso Patrícia. “Há um ano, dei todas as explicações em sindicância, arquivada. O material foi para a 3ª Vara Criminal de Niterói, onde tramita o processo sobre a morte”, alegou Mário Sérgio. Ele é testemunha de defesa do coronel Claudio. Na Justiça, 11 PMs respondem pelo crime, com cinco condenados. 

Jardim nega ter recebido dinheiro
De acordo com denúncia feita na carta anônima, os policiais do 7º BPM (São Gonçalo) receberiam até R$ 80 mil do jogo do bicho. Parte do dinheiro iria para o então comandante do 1º Comando de Policiamento de Área, coronel Marcus Jardim. “Nunca recebi dinheiro do bicho”, reagiu.
Jardim lembrou que ele foi excluído de investigação feita por Patrícia Acioli sobre o envolvimento de PMs com a contravenção . “Ela disse, na minha casa, que eu e dois coronéis éramos os únicos que não tinham ligação com o bicho. Essa denúncia é mentira”, protestou. Na Justiça, Jardim é testemunha de defesa do tenente-coronel Claudio.

Extorsões e orgias
Os cinco oficiais que serão investigados pela morte da juíza eram da equipe do tenente-coronel Claudio de Oliveira. O grupo é suspeito de envolvimento com o jogo do bicho. Segundo a denúncia, eles seriam suspeitos de extorquir dinheiro de comerciantes e de participar de orgias em casas noturnas de São Gonçalo.

Um deles é o major Rodrigo Bezerra, que chefiou o Serviço Reservado do 7º BPM e era braço direito de Claudio. Bezerra teve a prisão decreta por Patrícia Acioli, que era titular da 4ª Vara Criminal de São Gonçalo, em janeiro de 2011. Ele e outros quatro policiais foram presos acusados de matar George Silvestre, 17 anos.

Bezerra é testemunha de defesa de Claudio. As investigações sobre o assassinato revelaram que a juíza foi morta por combater autos de resistência — mortes em supostos confrontos com a PM — que eram forjados pelos PMs do 7º BPM.

11 comentários:

  1. MANIFESTANTES DE BELO HORIZONTE!

    Por favor, apoiem a PM Coronel Cláudia Romualdo de Belo Horizonte.

    http://www.avaaz.org/po/petition/Apoie_a_Coronel_Claudia_Romualdo_de_Belo_Horizonte/?cMkuvbb

    LINDA foto:

    https://fbcdn-sphotos-e-a.akamaihd.net/hphotos-ak-ash3/1001324_4581255382920_490898147_n.jpg

    MANIFESTANTE DE SÃO PAULO!

    Os manifestaram de SP divulgaram carta aberta aos policiais –

    http://www.youtube.com/watch?v=jPo6Bg8u5ss .

    Nela eles reconhecem o heroísmo da policia no dia-a-dia cada vez mais difícil. Acho que valia a pena um tópico no blog para comentar. Vejam o vídeo senhores, por favor. Deus abençoe!

    Att. Jon

    ResponderExcluir
  2. SUSPEITAR DO MARIO SERGIO É UM ABSURDO, CONHECENDO ELE A ANOS COMO EU CONHEÇO E VOCÊS DEVERIAM CONHECER TBM NUNCA DIRIAM QUE ELE PODERIA ESTAR ENVOLVIDO COM QUALQUER TIPO DE CRIME NEM SUBORNO ESTE HOMEM IRIA ACEITAR, ISSO DEVE TER ALGO MUITO SÉRIO POR TRÁS DISSO TUDO PARA ACUSAR PESSOAS INOCENTE COMO UM HOMEM INTEGRO, DECENTE SUPER HONESTO, ELE NUNCA VIVEU NO LUXO COMO A AMIORIA DOS POLICIAIS E POLITICOS, ESPERO QUE VCS INVESTIGUEM A VIDA DELE E SE INFORME COM OS POLICIAIS ABAIXO DELE PARA SABER QUEM É MARIO SÉRGIO DUARTE..ISSO É UMA INJUSTIÇA MUITO GRANDE QUE ESTÃO COMENTANDO CONTRA ELE.

    LEILA STABILLE

    ResponderExcluir
  3. Mário sérgio não é ladrão, mas é matador mesmo. O Cláudio era o cachorro louco dele, o cara que fazia o serviço sujo que todo comando tem. Ladrão é o Marcus jardim. Esse se amarra numa prata forte.

    ResponderExcluir
  4. ESTÃO DE SACANAGEM...KKK!!!

    Rio está pronto para receber a Copa das Confederações

    Julia de Brito


    Assessoria de Comunicação do Palácio




    Secretário da Casa Civil e ministro do Esporte falaram sobre o evento, em Copacabana




    Durante coletiva de imprensa sobre a Copa das Confederações, o secretário-chefe da Casa Civil, Regis Fichtner, disse que o Rio de Janeiro está preparado para a competição. O secretário participou da coletiva - realizada nesta sexta-feira (14/6), no Centro Aberto de Mídia, no Forte de Copacabana - ao lado do ministro do Esporte, Aldo Rebelo.




    - O Rio de Janeiro se preparou para a Copa das Confederações. Temos um Maracanã totalmente refeito, repaginado, cumprindo todas as exigências da FIFA para o evento, um ano antes da Copa do Mundo. Estamos prontos e trabalhamos em conjunto com o governo federal, a prefeitura, a Fifa e o Comitê Organizador Local. Todos em harmonia, somando esforços. Domingo, teremos o primeiro jogo no Rio. Tenho certeza de que será um sucesso - disse Fichtner.




    A estreia do Rio na Copa das Confederações acontece neste domingo (16/6), com a primeira partida oficial do Maracanã. México e Itália se enfrentam pela primeira rodada do grupo A da competição.

    ResponderExcluir
  5. O FILÓSOFO É MANEIRO, ELE É KANTIANO, IMAGINA...

    ResponderExcluir
  6. ""QUEM ACREDITA QUE OFICIAL NA PMERJ SERÁ PUNIDO (AINDA MAIS SE TRATANDO DE UM EX COMANDANTE!)TEM QUE ACREDITAR EM PAPAI NOEL,COELHINHO DA PASCOA E SIMILARES!
    -SE FOSSE UM PRAÇA,SÓ PELO FATO DE SER CITADO EM UMA CARTA ANÔNIMA JÁ ESTARIA EM BANGÚ 1!"""

    ResponderExcluir
  7. Grande comandante geral. O eterno 01 da pmerj, o mais justo, o mais querido e que não tem rabo preso com ninguém. Vive uma vida simples num pequeno apartamento na Tijuca, financiado, diga-se de passagem. Não possui bens, não possui empresa e seu único bico é dar aula de matemática.

    Voces deveriam se envergonhar de falar dessa forma do único comandante que se importou com a briosa e se estão querendo sacaneá-lo é porque ele tá mexendo com gente graúda..

    #voltamariosergio

    ResponderExcluir
  8. Aqui se faz, aqui se paga ou poderia dizer, quem com ferro fere com ferro será ferido. Fui acusado, sem direito de defes previa pelo Cel Mário Sérgio que agiu arbitrariamente contra minha pessoa e meus direitos. Agora ele sente na carne a dor causada aos outros.

    ResponderExcluir
  9. Esclareço que fui acusado de receber salário da PMERJ indevidamente, numa apuração totalmente desprovida da verdade dos fatos e tive meu salário cortado de forma arbitraria, além de responder a um IPM, não fui recebido pelo CEL Mário Sérgio para explicar os fatos e soube que ele proferiu palavras infames contra minha pessoa, a quem ele bem conhecia e deveria saber de meu caráter. Provei PGE que eu tinha razão e depois de um ano e meio e muita luta meu salário foi restabelecido e o IPM arquivado. Agora que ele prove a sua verdade.

    ResponderExcluir
  10. esposa de bombeiro20 de junho de 2013 15:09

    Isso ai justiça nele olha ai foi uma juiza o que ele fez com os militares da corporação.

    ResponderExcluir
  11. Não o conheço não posso afirmar se ele tem ou não envolvimento com a morte da juíza ,só afirmo que ele foi mais um comprado pra vender a tropa .

    ResponderExcluir