segunda-feira, 17 de junho de 2013

Nova Iguaçu precisa de 600 policiais

Seiscentos é o número mínimo de policiais militares necessário para a criação do Batalhão da PM em Nova Iguaçu, informa o comandante do 3º Comando de Policiamento de Área (CPA) da Baixada Fluminense, coronel Cláudio Lima Freire.
Em entrevista ao DIA, o comandante, que assumiu no dia 24 de março, explica que o novo batalhão vai beneficiar, além dos iguaçuanos, as populações de Mesquita e Nilópolis, desde que o número de policiais do 20º BPM (Mesquita) não seja reduzido.
Coronel Cláudio Lima Freire reconhece que o número de policiais é insuficiente
“Seiscentos é um número dentro da normalidade. Os 637 PMs do 20º BPM poderiam fazer um serviço de melhor qualidade em Mesquita e em Nilópolis”, explica.
Ex-coordenador operacional das Unidades de Polícia Pacificadora, o coronel afirma que há projetos para a instalação de UPPs na Baixada, Mas diz acredita que essa não é a única solução para reduzir a criminalidade.
Ele cita o exemplo da favela da Chatuba, que ganhou uma companhia destacada. “O poder paralelo não existe mais lá. O território é do cidadão”, garante o comandante.
Esta não será a primeira experiência do coronel Lima Freire na Baixada. Ele comandou o 39º BPM (Belford Roxo) e, como conhece a região, afirma que sabe das necessidades de cada batalhão.
Ao assumir o comando do 3º CPA, uma de suas primeiras medidas foi a troca nos comandos dos batalhões de Queimados e de Caxias entre os tenentes coronéis Ranulpho Brandão e Maurício Faria da Silva.
“Brandão foi capitão e major em Caxias por quase seis anos. E é mais fácil usar um profissional que já conhece a área”, justifica Lima Freire.
Outra medida tomada, foi o aumento, em São João de Meriti, do número de policiais no Regime Adicional de Serviço (RAS), que estende o horário de trabalho. “Passamos de 57 para 80 policiais”.
Coronel nega migração de traficantes
Desde a instalação das primeiras UPPs no Rio de Janeiro, há quem afirme que bandidos de lá tenham nas cidades da Baixada seus principais refúgios. O comandante Lima Freire nega e diz que é preciso analisar os dados com frieza.
“Só posso falar em migração quando prender 100 bandidos na Baixada e metade for do Rio. Não há essa estatística qualitativa. A grande maioria dos presos nos 13 municípios é da região”, afirma o coronel.

Um comentário:

  1. INVESTE-SE EM TUDO NA POLÍCIA, MENOS NO PRINCIPAL: O POLICIAL MILITAR.

    OS PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA PÚBLICA DO RIO DE JANEIRO PRECISAM SER MAIS VALORIZADOS.

    O Governo do Estado do Rio de Janeiro, com a segunda maior arrecadação de impostos do Brasil, poderia pagar muito melhor os Bombeiros e Policiais Militares. Não está sendo respeitado nem o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988, que visa suprir as necessidades vitais básicas. Segundo o DIEESE, o Salário Mínimo Necessário referente ao mês de Abril de 2013 foi estimado em R$ 2.892,47 (dois mil, oitocentos e noventa e dois reais e quarenta e sete centavos). O vencimento bruto do Soldado PM/BM no RJ atualmente é de apenas R$ 2.077,25 (está R$ 815,22 abaixo do referido piso). É fácil dar DIGNIDADE à tropa, basta querer! A VIDA DE MILITAR ESTADUAL É COMPLICADA (o risco é grande e o salário é insuficiente). Em menos de três meses, 8 policiais foram baleados em comunidades “pacificadas”!

    http://www.dieese.org.br/analisecestabasica/salarioMinimo.html

    O Governo do Estado do Rio de Janeiro precisa conceder apenas 39,25% de reajuste salarial para a PMERJ e o CBMERJ para cumprir o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988, ou seja, para suprir as necessidades vitais básicas dos Militares Estaduais (pagar o Salário Mínimo Necessário aos Soldados PM/BM). É preciso oferecer o MÍNIMO DE DIGNIDADE aos integrantes da PMERJ e do CBMERJ. Como vamos sediar a COPA DO MUNDO de 2014 e os JOGOS OLÍMPICOS de 2016 se não conseguimos nem pagar um SALÁRIO DIGNO aos funcionários públicos que prestam SERVIÇOS ESSENCIAIS à população fluminense (Bombeiros e Policiais Militares)?


    OS POLICIAIS MILITARES DO RIO DE JANEIRO RECEBEM "O PIOR SALÁRIO DO BRASIL"!!!

    http://www.youtube.com/watch?v=btMONXaYyuI&feature=player_embedded

    Dep Fed Maj Fabio (DEM-PB) fala algumas verdades ao Comandante Geral da PMERJ e Secretario de Segurança Pública do Rio de Janeiro.

    http://www.sospoliciaismilitares.blogspot.com.br/2013/06/policiais-do-rio-o-pior-salario-do.html

    ResponderExcluir