terça-feira, 30 de julho de 2013

Caso Amarildo: promotor defende afastamento de comandante da UPP da Rocinha

A Coordenadoria de Direitos Humanos do Ministério Público também vai passar a investigar o desaparecimento de Amarildo Dias, de 47 anos. O promotor responsável pelo caso defende o afastamento do comandante da UPP da Rocinha, na zona sul, enquanto o crime não for esclarecido.


Nenhum comentário:

Postar um comentário