terça-feira, 30 de julho de 2013

PM divulga vídeo que rebate denúncias contra policiais

A Polícia Militar do Rio divulgou um vídeo para se defender da acusação de que um PM teria jogado um coquetel molotov contra colegas da corporação, durante um protesto próximo ao Palácio Guanabara.

11 comentários:

  1. BOM DIA,CONVIDO OS PMS E BMS DE TODAS AS UNIDADES,PARA ESTAREM JUNTOS COM BOMBEIROS E SEUS FAMILIARES NO PRÓXIMO DIA 7/8 AS 14 HORAS NA ALERJ,OBRIGADO.

    ResponderExcluir
  2. Sem PM, não há democracia.

    O Governo do Estado do Rio de Janeiro, com a segunda maior arrecadação de impostos do Brasil, poderia pagar muito melhor os Bombeiros e Policiais Militares. Não está sendo respeitado nem o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988, que visa suprir as NECESSIDADES VITAIS BÁSICAS. Segundo o DIEESE, o SALÁRIO MÍNIMO NECESSÁRIO referente ao mês de Abril de 2013 foi estimado em R$ 2.892,47 (dois mil, oitocentos e noventa e dois reais e quarenta e sete centavos). O vencimento bruto do soldado PM/BM no RJ está R$ 815,22 abaixo do referido piso, é de apenas R$ 2.077,25 (dois mil e setenta e sete reais e vinte e cinco centavos). É fácil dar DIGNIDADE à tropa, basta querer! A vida de Militar Estadual é complicada (o risco é grande e o salário é insuficiente).

    http://www.dieese.org.br/analisecestabasica/salarioMinimo.html

    O Governo do Estado do Rio de Janeiro precisa conceder apenas 39,25% de reajuste salarial para a PMERJ e o CBMERJ para cumprir o ARTIGO 7º, INCISO IV, DA CARTA MAGNA de 1988, ou seja, para suprir as necessidades vitais básicas dos Militares Estaduais (pagar o Salário Mínimo Necessário aos soldados PM/BM). É preciso oferecer o MÍNIMO DE DIGNIDADE aos integrantes da PMERJ e do CBMERJ. Como vamos sediar a COPA DO MUNDO de 2014 e os JOGOS OLÍMPICOS de 2016 se não conseguimos nem pagar um SALÁRIO DIGNO aos funcionários públicos que prestam SERVIÇOS ESSENCIAIS à população fluminense (Bombeiros e Policiais Militares)? Pagar um SOLDO INFERIOR AO SALÁRIO MÍNIMO vigente aos CABOS E SOLDADOS é o fim da picada! DINHEIRO PARA PAGAR BEM, O GOVERNO DO ESTADO TEM, E AINDA SOBRA MUITO!

    "OPERAÇÃO SALÁRIO DIGNO" - EU APÓIO!

    ResponderExcluir
  3. "QUEM VIVE PARA PROTEGER, MERECE RESPEITO PARA VIVER."

    ResponderExcluir
  4. O interstício vai diminuir para 4 ANOS?
    Quem soube alguma coisa responda por favor!
    grato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SOUBE DE FONTE DIGNA Q O INTERSTÍCIO VAI CAIR PARA 4MINUTOS.
      ENTROU NA PM E APÓS 4MIN, PROMOVIDO A CBPM.
      DEPOIS DE MAIS 4MIN, PROMOVIDO A 3ºSGT.
      DEPOIS DE MAIS 4MIN, PROMOVIDO A 2°SGT.

      E A PORTA ESTA ABERTA.

      EM 24H O SD VAI A CEL FULL ... SALVE A PMERJ

      Excluir
    2. Não, estão querendo acabar com a promoção de praças por tempo de serviço. A ascensão deixará de ser automática, tendo o PM e o BM que ser avaliado quando completar um determinado tempo de serviço. O plano de carreira foi muito mal redigido, pois não considera o tempo do militar estadual em cada graduação, considera apenas o tempo de efetivo serviço (o total). O INTERSTÍCIO DOS GRADUADOS CONCURSADOS DEVE CAIR, pois ocorreu a quebra da precedência hierárquica nas corporações.

      Excluir
    3. Não, estão querendo acabar com a promoção de praças por tempo de serviço. A ascensão deixará de ser automática, tendo o PM e o BM que ser avaliados quando completarem um determinado tempo de serviço. O plano de carreira foi muito mal redigido, pois não considera o tempo do militar estadual em cada graduação, considera apenas o tempo de efetivo serviço (o total). O INTERSTÍCIO DOS GRADUADOS CONCURSADOS DEVE CAIR, pois ocorreu a quebra da precedência hierárquica nas corporações.

      Excluir
  5. O IMPÉRIO DA ARROGÂNCIA E DA PREPOTÊNCIA ESTÁ DESMORONANDO.


    Volta por baixo. De mola que leva ao alto, Sérgio Cabral Filho virou âncora que prende ao fundo, com seus minguados 12% de avaliação positiva à frente do governo do Rio. De onde sua companhia tornou-se um embaraço federal para seus parceiros na política.
    Resultado da conjugação de abuso de poder na prática de hábitos faustosos, provincianismo político (demonstrado na excessiva confiança na influência de Lula sobre o Congresso quando da discussão sobre a distribuição dos royalties do petróleo) e arrogância tardiamente assumida com a promessa de ser "mais humilde".
    Cabral, reeleito em 2010 no primeiro turno com votação espetacular, confundiu apoio popular com salvo-conduto para transgredir todas as regras. Sejam as de civilidade no convívio com os governados, sejam as balizas legais que exigem do governante respeito à transparência, à impessoalidade e à probidade.

    O governador achou que ninguém iria se incomodar com o fato de destratar professores, médicos e bombeiros chamados de vândalos e bandidos no exercício de movimentos reivindicatórios; de passar boa parte do tempo viajando ao exterior, incluindo aí ocasiões em que o Rio foi atingido por tragédias às quais não dava a devida importância evitando aparecer em público em momentos adversos. Cabral considerou que, ao abandonar entrevistas no meio porque não gostava das perguntas, afrontava a imprensa - quando o gesto significava interdição do diálogo com a sociedade.
    Acreditou-se inimputável. Não teve noção de limite. Agora se diz arrependido por influência das palavras do papa. Ao que alguns chamam de senso de oportunidade outros dão o nome de oportunismo. Para não falar no egoísmo de pedir aos manifestantes que se retirem da porta de sua casa porque tem "filhos pequenos", sem se importar com os fi

    ResponderExcluir
  6. Quem matou o Amarildo foi o Djalma, novo chefe do trafico da Rocinha, para incriminar o Major Edson, após as prisões que foram feitas na comunidade.

    ResponderExcluir
  7. Por enquanto só especulações..

    ResponderExcluir
  8. Esse Governo não tem respaldo. Chamou PM, bombeiro, medico e professor de vagabundo. E agora chora dizendo que não foi humilde, e não teve dialogo. Tem é que cair!!! Que sabe vai pra cadeia...

    ResponderExcluir