quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Alerj discute novos regulamentos para PMs e bombeiros

O clima ficou quente entre os deputados que integram a comissão da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro encarregada de elaborar os novos regulamentos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. Os parlamentares receberam, para a discussão, um representante da PM e ele defendeu o fim dos regulamentos disciplinares.
O relator da comissão, o deputado Iranildo Campos (PSD) disse que há uma prática rotineira na corporação de transferência de agente de unidade, como forma de perseguição. Iranildo citou que o ex-comandante da PM, coronel Erir, teria se utilizado da prática, enviando centenas de praças da capital para o interior do estado.
Já o presidente da comissão, Deputado Flávio Bolsonaro (PP) destacou que os abusos praticados, em especial mediante as transferências para localidades distantes, atinge não somente aos militares, mas também as suas famílias, e que tais abusos precisam ser combatidos.

37 comentários:

  1. Atenção os componentes (todos) da Corporação tem que tomar conhecimento do ante-projeto que irá transformar os novos regulamentos essencialmente Estatuto, Lei de Remuneração e RDPM, os quais atingira ativos, inativos e pensionistas, visto que pessoas com poder mas totalmente leigas sobre o assunto militam nessa Comissão ou será mais um tico tico no fubá. Amo a PMERJ.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Principalmente o Tal do Wagner Montes, que sempre recebeu votos da pm e cb e nunca fez nada, só joga para galera, e esses discursos não vão levar a lugar algum, vai ficar a mesma porcaria, o rdpm está acima da CB, é que dizem os mandas chuvas, quem pode, mete o pé isso é um sub emprego, que não tem respeito de ninguem.

      Excluir
    2. Esta discussão tem que ser ampla e a âmbito da Corporação( todo efetivo ), já que serão tomadas medidas de suma importância para a vida dos componentes da instituição. Mudança geradas por leigos e por pessoas que não nos representam, vai ser um verdadeiro tico tico no fuba!!!!!!! Concordo com o anônimo das 07:46.

      Excluir
  2. Não vai dar em nada...são um monte de leigos metido a saber mas no final, as praças vão continuar a ser escravos dos oficiais....

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente, a atual política de segurança pública desenvolvida no Estado do Rio de Janeiro não tem por objetivo valorizar os Policiais Militares.

    O Governo do Estado do Rio de Janeiro, com a segunda maior arrecadação de impostos do Brasil, poderia pagar muito melhor os Bombeiros e Policiais Militares. Não está sendo respeitado nem o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988, que visa suprir as NECESSIDADES VITAIS BÁSICAS. Segundo o DIEESE, o Salário Mínimo Necessário referente ao mês de Abril de 2013 foi estimado em R$ 2.892,47 (dois mil, oitocentos e noventa e dois reais e quarenta e sete centavos). O vencimento bruto do soldado PM/BM no RJ está R$ 815,22 abaixo do referido piso, é de apenas R$ 2.077,25 (dois mil e setenta e sete reais e vinte e cinco centavos). É fácil dar DIGNIDADE à tropa, basta querer!

    http://www.dieese.org.br/analisecestabasica/salarioMinimo.html

    O Governo do Estado do Rio de Janeiro precisa conceder apenas 39,25% de reajuste salarial para a PMERJ e o CBMERJ para cumprir o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988, ou seja, para suprir as necessidades vitais básicas dos Militares Estaduais (pagar o Salário Mínimo Necessário aos soldados PM/BM). É preciso oferecer o MÍNIMO DE DIGNIDADE aos integrantes da PMERJ e do CBMERJ. Como vamos sediar a COPA DO MUNDO de 2014 e os JOGOS OLÍMPICOS de 2016 se não conseguimos nem pagar um SALÁRIO DIGNO aos funcionários públicos que prestam SERVIÇOS ESSENCIAIS à população fluminense (Bombeiros e Policiais Militares)? Pagar um SOLDO INFERIOR AO SALÁRIO MÍNIMO vigente aos CABOS E SOLDADOS é o fim da picada!

    OBS: DINHEIRO PARA PAGAR BEM O GOVERNO DO ESTADO TEM!

    A profissão de policial militar é uma atividade de alto risco, uma vez que esses profissionais lidam, no seu cotidiano, com a violência, a brutalidade e a morte. A literatura aponta que os policiais militares estão entre os profissionais que mais sofrem de estresse, pois estão constantemente expostos ao perigo e à agressão, devendo freqüentemente intervir em situações de problemas humanos de muito conflito e tensão. Um soldado PM já deveria estar ganhando, no mínimo, por volta de R$ 3.500,00 (três mil e quinhentos reais) mensais, pois a valorização profissional é primordial!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou observando nos comentários que nem esperança os policiais e os bombeiros tem mais, isso graças a incompetência de pessoas que deveriam fazer algo para mudar e não fazem, se omitem.

      Excluir
    2. As pessoas que deveriam fazer algo para mudar e não fazem (se omitem) são os oficiais? A incompetência deles é compensada por quem deveria ser apenas um auxiliar, mas acaba fazendo o trabalho do "chefe". O militarismo na PM e no CBM não contribui para a melhoria dos serviços, pelo contrário, prejudica muito a qualidade dos serviços!

      Excluir
  4. O pm nunca foi valorizado nem nesse governo ou outro que passou, somos descartáveis!

    ResponderExcluir
  5. O certo é o pm trabalhar 24 por 24 com direito a extra não remunerado,só assim o poliça não faz merda..........ass:Bombeiro roludo.

    ResponderExcluir
  6. Com certeza esse idiota das 12:43 não é um Bombeiro, deve ser um recalcado que tem inveja de PM, deve ser um homossexual que foi rejeitado por PM. A vida é assim idiota, quem faz merda paga pela merda que cometeu. Cada cão que lamba sua caceta. O policial Militar merece a mesma escala que o Bombeiro, Policia Civil e SEAP, todos somos componentes da Segurança Pública, incluo o Bombeiro tbm porque muitos trabalham nas mais diversas seguranças com PMS e outros autoridades, em diversos órgãos. Enfim todos os órgãos citados trabalham com escala 24 H X 72H e só a PM que não institui essa escala como a sua escala principal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. companheiro, com certeza este merda não é bombeiro. Sou Bombeiro e acho que devemos ter os mesmos direitos. Acho a escala do PM um absurdo. E os serviços extras não remunerados acontece direto no CBMERJ. temos que acabar com essa exploração. Abç.

      Excluir
  7. O pm vai trabalhar 24x24 e na folga vai comer sua mae seu fdp ..

    ResponderExcluir
  8. O certo é o pm trabalhar 24 por 24 com direito a extra não remunerado,só assim o poliça não faz merda..........ass:Bombeiro roludo.

    ResponderExcluir
  9. Poliça com folga só faz merda,a escala 24 por 24 com hora extra é a melhor,podem acreditar.ass:bombeiro roludo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu merda, você quer semear a discordia, porque não faz lá na ALERJ, ou no quartel central das duas corporaões. Ass. Bombeiro de verdade.

      Excluir
    2. voce é um merda, se diz bombeiro, mas, se concordasse com voce teria que afetar todos : bombeiros, policiais, vereadores, deputados, funcion. publicos, a PIzada. Em termos socialista, ou todos se dão bem ou não. Essa de sacanear e denegrir uma instituição e a outra fazer o que quer é coisa de bandido, viadinho e pilantra seja ele quem for....

      Excluir
  10. O certo é o pm trabalhar 24 por 24 com direito a extra não remunerado,só assim o poliça não faz merda..........ass:Bombeiro roludo.

    ResponderExcluir
  11. Publicado quinta-feira, 28 de novembro de 2013
    O presidente do Sindipol, Flávio Werneck, confirmou nesta quarta-feira (27) ao Diário do Poderque a segurança pública do Brasil pode parar no dia 4 de dezembro. Segundo ele, entidades associativas e sindicais de todo o país vão se reunir amanhã (28), às 19h, na frente do Supremo Tribunal Federal (STF), para discutir o assunto. Caso a medida se confirme, cruzarão os braços a Polícia Federal, a Policia Rodoviária Federal, a Policia Civil e até a Policia Militar.
    Entre as reivindicações estão a carreira única, o ciclo completo de polícia e a desmilitarização. “Nós apoiamos a PEC 51”, resumiu Flávio. O documento tramita no Senado Federal sob a relatoria do senador Pedro Taques (PDT-MT) e tem como sub-relator o senador Humberto Costa.
    “Queremos mostrar como vem sendo tratada a segurança pública: de maneira inadequada pelos gestores. Como se a segurança não fosse direito e sim algo de terceiro ou quarto escalão”, disse o presidente da Sindipol. “Um exemplo é a inserção de dados da PF, [no caso da fuga do mensaleiro Pizzolato] a gente ainda não sabe o que ocorreu – seja aeroporto, seja fronteira – está tudo abandonado, há falta de investimento. A segurança é ruim para a população e ruim também para o policial”, concluiu.
    JORNAL DA MÍDIA

    ResponderExcluir
  12. Aos acima, todos tiveram oportunidade de mudar, porém não tiveram coragem para tal, o momento foi la em 2012, agora ou se unem na dor de todos ou volta a escravidão para essa corporação. não se faz omelete sem quebrar ovos. ninguém é obrigado a trabalhar sem remuneração só é aceitável esse tipo de postura em situação atípica, se não respeitarem as leis que os mesmo também não a respeite. Carga horária de 40 horas, não ao extra compulsório ou aquartelamento. Senhores acabou a escravidão, Tem que botar a cara pra bater ou vamos deixar de ficar discutindo através das redes. Um forte abraço, não existe vitória sem luta.

    ResponderExcluir
  13. Senhores Deputados Paulo Ramos,Iranildo Campos e Flávio Bolsonaro,qual a ajuda os senhores podem nos dar pois transferiram o nosso Amigo Bombeiro Militar que só quer Dignidade,o mesmo servia em Itaperuna e morando em Itaperuna,e o transferiram para Italva,a a trezentos e cinquenta Quilômetros de sua Residência e seus Familiares,ai vem o Coronel Senra,dizer que não é perseguição,então é o que:Presente de Papai Noel ou Presente de Grego e ainda por cima inimigos,pois a cúpula com Aquiescência do Coronel Simões,sabem dessa transferência Covarde que fizeram em ITAPERUNA.É o que o Deputado Paulo Ramos afirmou em belas e poucas palavras e acertadamente,as instituições estão rachada,e em crise,todos sabem,está arriscado na COPA DO MUNDO BABAR!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Militar em tese mora em Itaperuna e foi transferido para Barra de São João,300 KM de sua residência,1 Sgt Bombeiros Militar Marcelo Júnior,e não Italva.

      Excluir
    2. Tem que dar Dignidade nesta transferência,Moradia,Escola para os Filhos deste Ilibado Militar,que seus filhos se espelhem em ti,pois lutar por Dignidade não é crime.Pior é pedofilia do pirinei com aquiescência do simões,mais tem rabo preso,ai não pode fazer nada,senão ainda perde o Comando.

      Excluir
  14. E a escravidão continua na PMERJ:

    7. CPROEIS – COORDENADORIA DO PROGRAMA ESTADUAL DE INTEGRAÇÃO NA
    SEGURANÇA –MUDANÇAS NO RAS - DETERMINAÇÃO

    Este Comando atendendo a solicitação da Coordenadora do CPROEIS, determina aos Comandantes
    das Unidades constantes da tabela abaixo relacionada, que a partir do dia 04DEZ2013, passem a escalar seu
    próprio efetivo de folga em 50% das vagas do RAS de forma compulsória, cabendo ao CPROEIS escalar os
    outros 50% ainda no critério de voluntariado.
    Para tanto, os respectivos P3, deverão criar a partir de 04DEZ2013, eventos que deixem claro o
    emprego do efetivo COMPULSÓRIO e do efetivo VOLUNTÁRIO, sendo OBRIGATÓRIA a criação de eventos
    diferentes para cada um, mesmo que a missão seja a mesma, assim como os horários e locais, lembrando que os
    eventos porventura já criados a partir do dia 04DEZ2013, sem essa padronização, serão desvalidados.

    ResponderExcluir
  15. Não acho escravidão,o polícia trabalha de extra recebendo,não estuda e é promovido até subtenente,parem de reclamar,eu amo a pmerj,quem não estiver satisfeito,pede baixa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sai de traz da mesa ou é oficial ou puxa saco de um!!!

      Excluir
    2. Otario os oficiais também são promovidos babaca .

      Excluir
  16. Somos roubados todos os meses, em agoto fiz 7 ras, ganhei apenas 600 reais, em outubro fiz 2 e tirei apenas 1 = 138, trabalhamos na nossa folga e mesmo assim somos assaltados.. o povo não ve isso!! sociedade hipócrita!!

    ResponderExcluir
  17. A INCOMPETENCIA DO GOVERNO E DA POLICIA FAZEM OS POLICIAIS SOFREREM, POIS SE INDIVIDAM, NÃO PODEM PAGAR O SERVIÇO EXTRA, OS POLICIAIS SE DESMOTIVAM PELA FALTA DE COMPROMISSO, AI NÃO SE INSCREVEM MAIS. SIMPLES! FORÇA TODO MUNDO A TRABALHAR! AI SE NÃO RECEBEREM NÃO TEM COMO DEIXAR DE SER INSCREVER NO RAS PELA INSATISFAÇÃO!!!

    ResponderExcluir
  18. tinha era que escalar todos os voluntarios do ras todos os dias sem agua e nem descando, vamos falar a verdade policial nao ker folga ele ker é dinheiro, pois deixa sua familia em casa e vai trabalhar por essa mixaria, bando de merdas falam mal mas é só o governo lancar um planinho de merda todos aderem, e nao venham com essa historinha de que ganham pouco ou que eu to roubando, pois sou do interior e aqui ninguem precisa roubar nem tirar ras pra ter vida trankila, ms eles kerem é levar vantagem de qualquer jeito, é um absurdo 29 bpm mais de trezentos voluntarios no ras, é muita fome de dinheiro de merda, tinha q escalar eses merdas do 29 lá no rio de ras toda segunda folga aí eu qria ver eles irem, bando de merdas... 89000...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo29 de novembro de 2013 18:02
      -QUANTA REVOLTA!kkk
      -O QUE SERÁ QUE O PESSOAL QUE TIRA RAS NO 29BPM FEZ COM A ESPOSA DESSE COMPANHEIRO REVOLTADO?kkkkkk
      -ATENÇÃO PESSOAL DO 29BPM!
      -É PEGAR A PAPELETA E IR DIRETO PARA O SETOR, VAMOS PARA DE IR NA CASA DO COMPANHEIRO ACIMA, POIS O MESMO NÃO AGUENTA MAIS O "ENTRA E SAI"NA CASA DELE!
      -POR ISSO QUER QUE O RAS ACABA!kkkkk
      -COMPANHEIRO DO 29BPM VOU TE DAR UM CONSELHO!
      -SE UM DIA VC SENTIR UMA VONTADE DE SUBIR EM UM PRÉDIO E SE JOGAR!
      -NÃO FAÇA ISSO!!!
      -LEMBRE-SE!!
      -VOCÊ TEM CHIFRES NÃO ASAS!!!!

      Excluir
    2. valeu companheiro!
      Prometo que nao vou mais na casa do "corno revoltado"do 29BPM!!!!
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    3. Assim nao vale
      Se não for mais para ir na casa dele, nao tiro mais RAS!kkkk

      Excluir
    4. kkkkkkkkkkkkk vao tirar RAS mesmo enquanto vcs trabalham eu goso na cara da mulher de vcs kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  19. Venham realizar o COT curso de omissões táticas a política está para isso.

    ResponderExcluir
  20. PMERJ

    7. CPROEIS – COORDENADORIA DO PROGRAMA ESTADUAL DE INTEGRAÇÃO NA
    SEGURANÇA –MUDANÇAS NO RAS - DETERMINAÇÃO

    Este Comando atendendo a solicitação da Coordenadora do CPROEIS, determina aos Comandantes
    das Unidades constantes da tabela abaixo relacionada, que a partir do dia 04DEZ2013, passem a escalar seu
    próprio efetivo de folga em 50% das vagas do RAS de forma compulsória, cabendo ao CPROEIS escalar os
    outros 50% ainda no critério de voluntariado.
    Para tanto, os respectivos P3, deverão criar a partir de 04DEZ2013, eventos que deixem claro o
    emprego do efetivo COMPULSÓRIO e do efetivo VOLUNTÁRIO, sendo OBRIGATÓRIA a criação de eventos
    diferentes para cada um, mesmo que a missão seja a mesma, assim como os horários e locais, lembrando que os
    eventos porventura já criados a partir do dia 04DEZ2013, sem essa padronização, serão desvalidados.

    E não será pago...

    ResponderExcluir
  21. Não acho escravidão,o polícia trabalha de extra recebendo,não estuda e é promovido até subtenente,parem de reclamar,eu amo a pmerj,quem não estiver satisfeito,pede baixa

    ResponderExcluir
  22. Eu quero o pm escalado em 24 por 24 e pegando extra na folga.Ass: Bombeiro ROLUDO .

    ResponderExcluir