domingo, 3 de novembro de 2013

Traficante que posou com oito fuzis na piscina morre em confronto com a polícia

O traficante que tirou foto com fuzis dentro de uma piscina morreu em confronto com policiais militares. O tiroteio aconteceu na noite de quinta-feira (31) no Parque Proletário, no Complexo da Penha, Zona Norte do Rio. Fernando César Batista Filho, conhecido como Alemão, foi baleado e não resistiu ao ferimento. Dois PMs da Unidade de Polícia Pacificadora da comunidade ficaram feridos. Um fuzil foi apreendido com o bandido. Outros suspeitos conseguiram fugir.
Alemão era da favela do Rola (Rodo), em Santa Cruz, Zona Oeste do Rio, mas estava no Complexo da Penha. De acordo com a polícia, o traficante era investigado em 17 inquéritos. A Justiça já havia expedido seis mandados de prisão. O relações públicas da PM, coronel Frederico Caldas, admitiu que traficantes estão circulando em favelas com UPP. "Há necessidade de fazer uma investigação para saber quem são os marginais, de onde as armas têm vindo", afirmou.
No Facebook, amigos lamentaram a morte de Alemão. "Saudades eternas. Luto. O Rodo e Antares choram com sua perda", afirmou uma internauta. "Saudades mil, complexo te ama. Descanse em paz", lamentou outro usuário. "Vai deixar saudades, chefão", escreveu um jovem na rede social.


Um comentário: