quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Dois militares do Exército são presos suspeitos de sumiço de fuzil

Dois militares do Exército estão presos por envolvimento no sumiço de um fuzil 762, que foi furtado na quinta-feira passada do Depósito Central de Armamento da força, em Deodoro, na Vila Militar. No dia seguinte ao furto, unidades da Vila Militar fizeram blitz na região, em busca de mais suspeitos do desvio do armamento. O fuzil desapareceu depois que a guarda do quartel abandonou o serviço e fez um churrasco nos fundos da unidade militar.
O Comando Militar do Leste, por meio da seção de Comunicação Social, informou que "os fatos relacionados ao desaparecimento de um fuzil no Depósito Central de Armamento estão sendo investigados em Inquérito Policial Militar. O referido inquérito confirmará a sequência dos acontecimentos e irá apurar os responsáveis envolvidos." 
Ainda segundo o Exército, '"a recuperação do fuzil é um compromisso do Exército e as investigações encontram-se em bom andamento nesse sentido

Um comentário:

  1. Pagar bem é fundamental para manter nas instituições pessoas qualificadas e comprometidas com o serviço público.

    BOMBEIRO E POLICIAL MILITAR DO RIO DE JANEIRO NÃO TÊM DIGNIDADE.

    Os integrantes da Polícia Militar (PMERJ) e do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro (CBMERJ) precisam, antes de tudo, receber um salário digno, compatível com as funções que exercem. Nenhum Militar Estadual deveria receber abaixo de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) mensais!

    Como vamos sediar a COPA DO MUNDO de 2014 e os JOGOS OLÍMPICOS de 2016 se não conseguimos nem pagar um SALÁRIO DIGNO aos funcionários públicos que prestam SERVIÇOS ESSENCIAIS à população (Bombeiros e Policiais Militares)???

    ResponderExcluir