sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Vídeo mostra humilhação durante curso da PM na Bahia

Um vídeo disponibilizado por um policial militar e divulgado pela Record Bahia mostra policiais sendo humilhados durante um dos cursos para ingresso em um dos grupamentos especiais da Polícia Militar.
 As imagens mostram policiais levando tapa no rosto, após estarem ajoelhados e com as faces cobertas, e sendo impedidos de pegar comida e água. A data da realização deste treinamento, no entanto, não foi divulgada. No início desta semana, quatro policiais foram internados após passarem mal durante um treinamento para ingresso no Batalhão de Choque da Polícia Militar. Por conta da exaustão provocada depois de correr 10 quilômetros fardados e de coturno, dois policiais (Luciano Fiuza de Santana, 29 anos, e Manoel dos Reis Freitas Júnior, 34 anos) morreram e um terceiro está internado em estado greve no Hospital São Rafael, em Salvador

19 comentários:

  1. Bombeiro roludo adverte, RAS compulsório faz bem a saúde

    ResponderExcluir
  2. Por isso que esses caras ficam revoltados depois que se formam. Depois, alguns, vão para as ruas e fazem as mesmas coisas com paisanos.

    Ridículo esse tal militarismo, desculpe.

    ResponderExcluir
  3. O único curso que a pessoa pode crescer é o estudo, e não essas porcarias que se apanha na cara dos oficiais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo companheiro!!!A educação formal está acima de tudo!Como policial,nunca me interessei por estes "cursos" que não acrescentam praticamente nada.Prefiro me dedicar ao ensino superior e tentar sair da PMERJ,mas ainda que não consiga,o conhecimento por si só,compensa afinal de contas,melhor ser praça graduado no ensino superior, que ser um oficial PSEUDO-GRADUADO.

      Excluir
  4. as policias militares estaduais estão matando seus componentes absurdamente, até quando?

    ResponderExcluir
  5. O salário do Soldado Policial Militar deveria ser de no mínimo R$ 2.892,47 (dois mil, oitocentos e noventa e dois reais e quarenta e sete centavos), para que ele supra suas necessidades vitais básicas, segundo estudo divulgado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos. Receber mensalmente uma quantia inferior ao referido valor significa passar necessidades!

    Sem Policial Militar, não há democracia.

    O Governo do Estado do Rio de Janeiro, com a segunda maior arrecadação de impostos do Brasil, poderia pagar muito melhor os Bombeiros e Policiais Militares. Não está sendo respeitado nem o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988, que visa suprir as NECESSIDADES VITAIS BÁSICAS. Segundo o DIEESE, o Salário Mínimo Necessário referente ao mês de Abril de 2013 foi estimado em R$ 2.892,47 (dois mil, oitocentos e noventa e dois reais e quarenta e sete centavos). O vencimento bruto do soldado PM/BM no RJ está R$ 815,22 abaixo do referido piso, é de apenas R$ 2.077,25 (dois mil e setenta e sete reais e vinte e cinco centavos). É fácil dar DIGNIDADE à tropa, basta querer! A vida de Militar Estadual é complicada (o risco é grande e o salário é insuficiente).

    http://www.dieese.org.br/analisecestabasica/salarioMinimo.html

    O Governo do Estado do Rio de Janeiro precisa conceder apenas 39,25% de reajuste salarial para a PMERJ e o CBMERJ para cumprir o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988, ou seja, para suprir as necessidades vitais básicas dos Militares Estaduais (pagar o Salário Mínimo Necessário aos soldados PM/BM). É preciso oferecer o MÍNIMO DE DIGNIDADE aos integrantes da PMERJ e do CBMERJ. Como vamos sediar a COPA DO MUNDO de 2014 e os JOGOS OLÍMPICOS de 2016 se não conseguimos nem pagar um SALÁRIO DIGNO aos funcionários públicos que prestam SERVIÇOS ESSENCIAIS à população fluminense (Bombeiros e Policiais Militares)? Pagar um SOLDO INFERIOR AO SALÁRIO MÍNIMO vigente aos CABOS E SOLDADOS é o fim da picada!

    OBS: DINHEIRO PARA PAGAR BEM O GOVERNO DO ESTADO TEM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Atualmente, o soldo dos Soldados da PMERJ e do CBMERJ está abaixo do SALÁRIO MÍNIMO vigente, o que é ilegal, inconstitucional.

      O salário mínimo previsto para entrar em vigor a partir de 1º de janeiro do ano que vem é de R$ 724,00 (Setecentos e vinte e quatro reais).

      Excluir
  6. A PROMOÇÃO DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO DEVERIA ACABAR!!!

    DEVIDO ÀS "DOAÇÕES DE DIVISAS", A HIERAQUIA DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO FICOU DEFINITIVAMENTE ENFRAQUECIDA. NINGUÉM DEVERIA SE TORNAR SARGENTO DE POLÍCIA SEM PRESTAR CONCURSO INTERNO. É FALTA DE BOM SENSO PROMOVER TODOS OS INTEGRANTES DA CORPORAÇÃO, POIS É UMA MEDIDA QUE NIVELA A TROPA POR BAIXO.

    Pelo menos 3 (três) concursos internos a Praça precisa prestar durante a carreira (CFC, CFS e CAS)!

    O soldado, com 6 (seis) anos, deveria fazer PROVA para o CFC (para poder ir a cabo);

    O cabo, com 12 (doze) anos, deveria fazer PROVA para o CFS (para poder ir a 3º sargento);

    O 2º sargento, com 20 (vinte) anos, deveria fazer PROVA para o CAS (para poder ir a 1º sargento).

    O importante é a remuneração, o salário, pois é o que sustenta a família do servidor. Não dá para profissionais que prestam serviços essenciais, como Bombeiros e Policiais Militares, receberem soldos inferiores ao salário mínimo vigente (R$ 678,00).

    AS PROMOÇÕES DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO DESMOTIVAM OS POLICIAIS MILITARES PARA O ESTUDO, QUE É FUNDAMENTAL! O POLICIAL MILITAR DO RIO DE JANEIRO ESTÁ ACOMODADO.

    ResponderExcluir
  7. Os profissionais não se improvisam e o Comando cabe ao mais digno e competente.

    Se o tempo de serviço fosse importante, ninguém ingressaria como Oficial PM.

    POR QUE NÃO TORNAR A POLÍCIA MILITAR UMA CARREIRA DE NÍVEL SUPERIOR? Diploma de Ensino Superior (3º Grau) em qualquer área para Soldado PM. Diploma de Bacharelado em Direito para Oficial PM.

    A PMERJ não pode promover automaticamente o soldado a sargento, sem fazer concurso e seleção dos mais aptos para esse importantíssimo cargo de supervisão do policiamento. É preciso reintroduzir a exigência de seleção para formar sargentos!

    As Promoções de Praças por Tempo de Serviço, para serem justas, deveriam considerar o TEMPO NA GRADUAÇÃO! Se não beneficiarmos os bons PMs, a tropa ficará nivelada por baixo.

    Urge termos Policiais Militares bem pagos, com uma carreira que premie os mais capacitados. É necessário, portanto, que só subam na carreira aqueles profissionais que se submetam a concursos internos, todos em níveis de igualdade, exigência essa até mesmo para se chegar ao último posto, aberto a todos os Policiais Militares, desde que sejam aprovados em exames internos, obrigando assim o PM a se reciclar constantemente, resultando para a sociedade profissionais de segurança pública muito mais qualificados e preparados para o exercício de sua função pública. A sociedade quer uma Polícia Militar bem preparada, bem equipada e motivada.

    O Policial Militar é o operador do direito mais importante. Ele é quem faz a triagem do fato e leva ao conhecimento de outras autoridades.

    Para termos uma boa segurança, devemos primeiramente valorizar o Policial Militar, profissional de segurança pública.


    "A farda é leve para quem a veste por vocação, mas é fardo insuportável para aquele que não compreendeu a missão para a qual prestou juramento!"

    ResponderExcluir
  8. PROMOÇÃO POR TEMPO DE SERVIÇO NA PMERJ - NA CONTRAMÃO DA LEGALIDADE

    A Promoção de Praças por Tempo de Serviço deveria acabar na PMERJ, pois foi algo “jogado” na corporação de forma eleitoreira, com fins das cabalar votos... Este Decreto que proliferou uma onda de promoções na PM de forma não muito regulamentar, pois não é efetiva através de concursos ou cursos regulares de formação... O que gerou? Uma grande insatisfação por parte da tropa que estudou, prestou concursos internos para subir em sua carreira, mas as promoções através do critério do Tempo de Serviço acarretaram quebra da precedência hierárquica, abalando um dos pilares institucionais vigentes na PMERJ: A HIERARQUIA.

    Para ser JUSTA, a Promoção de Praças por Tempo de Serviço deveria considerar o TEMPO NA GRADUAÇÃO, pois assim a mesma beneficiaria também os PMs promovidos por bravura ou por concursos internos para o CFC e o CFS. Quando a PMERJ passar a valorizar o intelecto, vamos mudar a imagem da corporação, que não está acompanhando a evolução dos tempos. Temos que valorizar a graduação de Sargento PM. Se não beneficiarmos os bons PMs, a tropa ficará nivelada por baixo. Por uma Polícia Militar melhor, o Comandante-Geral da PMERJ deveria atentar para a necessidade dos CONCURSOS INTERNOS para as promoções às graduações de Cabo e de Terceiro-Sargento (CCFC e CCFS). O ESTUDO NÃO ESTÁ SENDO VALORIZADO NA POLÍCIA MILITAR.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu filho de uma Puta , Babaca, covarde. Você seu idiota, nunca sentiu o gosto de sangue na boca, nunca foi baleado em serviço, nunca salvou um companheiro da morte dentro de uma favela. Vem pra cá com discurso de intelectual de merda, vai fazer concurso para Petrobrás, PRF,PF, aí sim te darei razão.

      Você se acha inteligente e intelectual demais, por que prestou concurso, com esta provinha ridícula para PMERJ ?

      Semi analfabeto metidinho a merda. A Sociedade precisa e de Bravos Guerreiros para enfrentar as tralhas marginalizadas que assombram o Rio de Janeiro, vai ser professor, ops ... nem lá vão te querer.

      Segundão por tempo, com muito orgulho.

      Combate Sempre.

      Excluir
    2. Uma "provinha ridícula" que o "Segundão por tempo" não conseguiu passar, foi reprovado! Tem orgulho de ser ignorante? Semianalfabeto é quem não consegue ser aprovado em concursos internos da PMERJ! A PM é mais importante do que as outras Polícias (PC, PRF e PF), sua tropa precisa estar bem qualificada. Estudar e se atualizar é necessário!

      Excluir
    3. Onde se lê: Estudar e se atualizar é necessário!
      Leia-se: Estudar (se atualizar) é necessário!

      Excluir
    4. ô intelectual, no ano de 2004 cumprindo com meu dever de Policial, fui alvejado por marginais da lei que tentavam efetuar roubo de veículo na Av Pres Kennedy em D. de Caxias. Um marginal morto e outro preso e eu fui baleado. Convalescente no HPM, demorei para me recuperar. Então "professor" eu não pude prestar o concurso e NÃO FUI REPROVADO COMO O Sr, IMAGINOU. Óbvio que em alguns detalhes até lhe dou razão, claro que estudar é necessário, pensando nisso me tornei Bacharel em Direito dia 07/12/2012.

      " Tudo se pode suportar, exceto o desprezo. " Voltaire - Filósofo francês

      Segundão por tempo.

      Combate Sempre.

      Excluir
  9. Vejam o vídeo no youtube : bala de borracha...um esculacho com a nossa corporação...

    ResponderExcluir
  10. vao tomar no cú... pq não pode ter promoçoes por tempo de serviço ? aspirante vai para 2 tenente como ? 2 ten vai a 1 ten como ? 1 ten vai a capt como ? vai chupar uma rola bando de merdas....ta irritado com as promoçoes faça concurso e saia da pmerj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vlw meu Companheiro, mandou bonito.

      Segundão por tempo, com muito orgulho!

      Excluir
    2. É simples, o cara estudou!

      Excluir
  11. http://extra.globo.com/casos-de-policia/aurilio-nascimento/o-mundo-sem-policia-3796007.html

    ResponderExcluir