segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Cfap: delegado vai indiciar por tortura quatro oficiais da PM


14 comentários:

  1. Essa palhaçada tem que acabar. Vidas policiais são postas em risco e sofrem humilhações. Depois vão para as ruas e querem fazer a mesma coisa com o cidadão pobre e desassistido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Inquérito revela tortura dentro da PM do Rio, na formação de policiais militares.

      Um recruta morreu após ser submetido a “excessos por parte dos instrutores”, admitiu o secretário Beltrame.

      O inquérito que investiga a morte do recruta Paulo Aparecido Santos de Lima, após ter participado de treinamento no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Cfap) da PM do Rio de Janeiro, concluiu que o jovem foi torturado dentro da unidade.

      O fato ocorreu em novembro de 2013. Lima foi internado com manchas avermelhadas pelo corpo e com complicações nos rins, que o obrigaram a ser submetido a sessões de hemodiálise. Segundo relatos, colhidos no inquérito, recrutas são obrigados a beber água das cisternas utilizadas por cavalos, o que teria gerado infecção intestinal em um dos alunos.

      Há relatos, ainda, de exercícios exagerados e “pegadinhas” conduzidos pelo capitão Renato Martins Leal da Silva e os tenentes Sérgio Batista Viana Filho, Jean Carlos Silveira de Souza e Gerson Ribeiro Castelo. Os quatro devem ser indiciados por crime de tortura seguido de morte.

      Em entrevista ao jornal Extra, o delegado Carlos Augusto Nogueira, responsável pela investigação, condenou a ação dos militares. “Os fatos são graves e merecem uma resposta imediata do poder público. Instaurei inquérito para investigar se houve tortura e todos os relatos apresentam proximidade com esse tipo penal.”

      O secretário estadual de Segurança Pública José Mariano Beltrame classificou como homicídio a morte de Lima. “Nesse episódio, sem dúvida nenhuma, houve excesso por parte dos instrutores.

      http://revistaforum.com.br/blog/2014/01/inquerito-revela-tortura-dentro-da-pm-na-formacao-de-policiais/

      Excluir
  2. VAMOS ESPERAR QUE ESSES ASSASSINOS SEJAM PUNIDOS PELA JUSTIÇA COMUM.


    SE DEPENDER DA JUSTIÇA MILITAR , COMO SÃO OFICIAIS , VAI FICAR POR ISSO MESMO .


    E É CAPAZ DA FAMILIA AINDA SER CULPADA E PAGAR INDENIZAÇÃO A ESSA CORJA.

    OS PRAÇAS DEVEM SE MANIFESTAR , DEIXAR A COVARDIA DE LADO E BOTAR A BOCA NO TROMBONE.

    ABRAÇOS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. depois disso foi promovido a CAPITÃO SERGIO. saiu no BOL PM

      Excluir
  3. Muito bom esse delegado, conseguiu concluir que trata-se de tortura. E se o pedido do CMT geral de parar a investigação alegando que era assunto de âmbito militar tivesse sido atendido, será que também chegariam a essa conclusão?

    ResponderExcluir
  4. E isso é só um pouco do que eles fazem com a tropa.

    ResponderExcluir
  5. O Governo do Estado do Rio de Janeiro tem que valorizar os Policiais Militares!

    Policiais Militares do Estado do Rio de Janeiro deveriam ganhar mais de 10 (dez) salários mínimos por mês (R$ 7.240,00) para ter uma remuneração compatível com a responsabilidade e a importância de suas funções.

    O salário líquido de um Soldado da PMERJ, sem as gratificações temporárias, é de apenas R$ 1.909,75 (mil, novecentos e nove reais e setenta e cinco centavos). FALTA MUITO PARA ALCANÇAR A TÃO SONHADA DIGNIDADE. Segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988 está sendo desrespeitado no Rio de Janeiro. O Salário Mínimo Necessário divulgado pelo D.I.E.E.S.E. em Abril de 2013 foi estimado em R$ 2.892,47 (dois mil, oitocentos e noventa e dois reais e quarenta e sete centavos). A defasagem do salário do SD PM ou BM no RJ é de R$ 982,72 (novecentos e oitenta e dois reais e setenta e dois centavos) = 51,5%.

    Bombeiros e Policiais Militares do Estado do Rio de Janeiro não recebem uma remuneração suficiente para suprir as necessidades vitais básicas previstas no dispositivo constitucional supramencionado. Um Estado que possui a 2ª MAIOR ARRECADAÇÃO de impostos do país não pode pagar o MENOR SALÁRIO da Federação! Como vamos sediar a COPA DO MUNDO de 2014 e os JOGOS OLÍMPICOS de 2016 se não conseguimos nem pagar um SALÁRIO DIGNO aos funcionários públicos que prestam SERVIÇOS ESSENCIAIS à população (Bombeiros e Policiais Militares)??? Considerando que o SOLDO é o salário do Militar, seria importante observarmos o valor pago aos Soldados da PMERJ e do CBMERJ. Atualmente, o soldo de um SD PM ou BM é R$ 512,90, R$ 211,10 abaixo do salário mínimo vigente, que é de R$ 724,00 (para equiparar os valores seria necessário conceder um reajuste mínimo de 41,16%).

    Concluindo, o Governo do Estado do Rio de Janeiro precisa conceder 51,5% de reajuste salarial para a PMERJ e o CBMERJ em 2014, para ficar em dia com suas obrigações.

    ResponderExcluir
  6. É preciso criar a entrada única de policiais militares na Corporação, com o curso de Direito como pré-requisito para se tornar oficial da Polícia Militar. A valorização da qualificação profissional é primordial. As vagas deveriam ser destinadas aos 1º Sargentos e Subtenentes, pois a experiência é um fator importantíssimo na carreira policial militar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Curso de direito para Oficial para que? Para acharem que são delegados??? PF lida muito mais com a parte de direito e exige qualquer nível superior, então não vejo pq ser direito...

      Excluir
  7. Espero que sejam todos presos em Bangu! Junto de seus iguais, assassinos!

    ResponderExcluir
  8. Assistam este vídeo no qual Luiz Eduardo Soares defende a PEC 51

    http://vimeo.com/84747584

    ResponderExcluir
  9. Os recrutas expulsos do 12 BPM deveria protestar em frente a cada do Sr CHAGAS depois da covardia que ele fez com os recrutas. Usou os caras para trabalharem durante o fim de ano e deu um bico nos 160 recrutas para o cfap, sendo que 70% dos recrutas residem em Niterói e São Gonçalo. Isso porque ele não cumpriu as normas do cfap e foi denunciado. Foi disponibilizado verbas para por bebedouro e ar-condicionado nas salas e nada disso foi feito. Agora novos recrutas chegarão no dia 31/01 enquanto os que ralaram foram chutados para o cfap ficando longe de suas famílias por incompetência do coronel. Detalhe: o mês de dezembro foi o único que o 12 bateu as metas. Com dez dias de janeiro as meta já chegou no limite. Queremos os recrutas de volta. Chega de Policia vs Policia...

    ResponderExcluir
  10. Ai ai mamãe que que eu estou fazendo aqui, a vida lá em casa era só comer beber dormir. Mil recrutas, homens e mulheres, 33 tem problemas, isso é 0,33 por cento, as mulheres aguentaram. Flexão, corrida, forma, ordem unida,e etc fazem parte do treinamento militar, um soldado não escolhe onde luta, treinamento deficiente mata o soldado e a quem contar com ele. Lamento a morte do recruta e os outros, mas a realidade das ruas é muito pior. Com certeza um exame medico melhor teria evitado essa morte. 86 por cento da arrecadação do Rio vai para o nordeste, 89 por cento da arrecadação de SP tb, o salário da PM lá e muito maior, quem são os estados ricos?

    ResponderExcluir
  11. Fica uma pergunta, o que será feito com os oficiais que estão sendo responsabilizados pelos crimes acima mencionados?
    Há de ser feita a justiça verdadeira, nua e crua, doa a quem doer.
    Faço aqui mais uma pergunta, se fosse com algum praça, o que seria dele?

    ResponderExcluir