sábado, 11 de janeiro de 2014

Manutenção de viaturas supera preço. Estado vai gastar mais com oficina do que pagou por carros das polícias

JORNAL O DIA
O estado do vai gastar R$ 162.571.014,00 por mês até a metade de 2016 na manutenção de 1.555 veículos comprados para as polícias Civil e Militar. O valor é maior que o pago pela compra dos carros e das motos, de R$ 105.373.377,10. Do total de veículos, 1.137 vão para a PM e 418 para a Polícia Civil. O contrato com a CS Brasil, a vencedora da licitação, de R$ 279.869.9, foi assinado no dia 30, como o Informe do DIA informou nesta sexta-feira. No valor, estão incluídos R$ 11.925.606,00 destinados à compra de radiotransmissores.
Uma parte dos carros já foi entregue e está sendo usada nas ruas
O custo da manutenção mensal, cobrado por cada veículo, vai de R$ 2.685,10 a R$ 7.134,60. O serviço prevê troca de peças, lubrificantes e mão de obra, entre outros ajustes. Parte da frota já chegou, e a previsão da Casa Civil é de que até abril todos os veículos sejam entregues.
Foram comprados quatro tipos de carro, além de motos Yamaha XT660R. Os preços variam de acordo com o modelo. São 425 unidades do Sedan Voyage 1.6 4P Flex, por R$ 51.486,60 cada. No site da montadora, o preço do modelo varia de R$ 39 mil a R$ 42 mil.
A picape Nissan Frontier custou R$ 117.173,70 e foram compradas 189 delas. O carro está avaliado entre R$ 90 mil e R$ 130 mil na página da Nissan. O Furgão Renault Master saiu a R$ 152.138,10 cada e foram adquiridos 33. De acordo com o site da fábrica, o carro está avaliado entre R$ 87 mil e 104 mil. O preço de cada uma das 325 motos adquiridas foi de R$ 40.652,20. No site da Yamaha, o valor do veículo é de R$ 27.290.
O número de motos corresponde a quase 21% da nova frota. Foram adquiridas ainda 187 de SUV Renault Duster Dinamique, cujo preço não foi informado. No site da Renault, o modelo sai a partir de R$ 51.350.
A assessoria de imprensa da Casa Civil justificou os preços alegando que os veículos foram adaptados, recebendo giroflex, GPS, pintura e outras modificações. Alguns serão usados para transporte de presos e de cães e em perícias.
O contrato prevê ainda que a empresa coloque à disposição 10% da frota para a substituição de veículos que estejam em manutenção.

9 comentários:

  1. COMO ESSE É O ÚLTIMO ANO DE GOVERNO DO PINÓQUIO CABRAL, ENTÃO É CHEGADA A HORA DE COMEREM O BOI COM CHIFRE E TUDO. É DE PRAXE ISSO, FAZ PARTE DA NOSSA "CULTURA".
    SERIA CÔMICO SE NÃO FOSSE TRÁGICO!!!

    ResponderExcluir
  2. E uma Roubalheira só, e o que me deixa perplexo, e que nem o MP e nem a Justiça se manifestam a respeito. Esse e o País da Copa !!!

    ResponderExcluir
  3. E uma Roubalheira só, e o que me deixa perplexo, e que nem o MP e nem a Justiça se manifestam a respeito. Esse e o País da Copa !!!

    ResponderExcluir
  4. cade o Ministerio Publico e o Tribunal de contas ???

    ResponderExcluir
  5. O dinheiro (público) que deveria ser utilizado para pagar um salário decente aos Policiais Militares está sendo desviado para as mãos de terceiros?

    Policiais Militares do Estado do Rio de Janeiro deveriam ganhar mais de 10 (dez) salários mínimos por mês para ter uma remuneração compatível com a responsabilidade e a importância de suas funções.

    O salário líquido de um Soldado da PMERJ é R$ 1.909,75 (mil, novecentos e nove reais e setenta e cinco centavos). FALTA MUITO PARA ALCANÇAR A TÃO SONHADA DIGNIDADE. Segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988 está sendo desrespeitado no Rio de Janeiro. O Salário Mínimo Necessário divulgado pelo D.I.E.E.S.E. em Abril de 2013 foi estimado em R$ 2.892,47 (dois mil, oitocentos e noventa e dois reais e quarenta e sete centavos). A defasagem do salário do SD PM ou BM no RJ é de R$ 982,72 (novecentos e oitenta e dois reais e setenta e dois centavos) = 51,5%.

    Bombeiros e Policiais Militares do Estado do Rio de Janeiro não recebem uma remuneração suficiente para suprir as necessidades vitais básicas previstas no dispositivo constitucional supramencionado. Um Estado que possui a 2ª MAIOR ARRECADAÇÃO de impostos do país não pode pagar o MENOR SALÁRIO da Federação! Como vamos sediar a COPA DO MUNDO de 2014 e os JOGOS OLÍMPICOS de 2016 se não conseguimos nem pagar um SALÁRIO DIGNO aos funcionários públicos que prestam SERVIÇOS ESSENCIAIS à população (Bombeiros e Policiais Militares)??? Considerando que o SOLDO é o salário do Militar, seria importante observarmos o valor pago aos Soldados da PMERJ e do CBMERJ. Atualmente, o soldo de um SD PM ou BM é R$ 512,90, R$ 211,10 abaixo do salário mínimo vigente (para equiparar os valores seria necessário conceder um reajuste mínimo de 41,16%).

    Concluindo, o Governo do Estado do Rio de Janeiro precisa conceder 51,5% de reajuste salarial para a PMERJ e o CBMERJ em 2014, para ficar em dia com suas obrigações.

    ResponderExcluir
  6. bem, no início, fizeram uma reunião com os motoristas e disseram que qualquer coisa que acontecesse com as vtrs,ra pra serem levadas as oficinas do grupo, mais proximo dos batalhões. o tempo passou, as vtrs estão ultrapassadas, e as oficinas se tornaram em uma espécie de oficina troca-troca. os problemas somente foram direciondos pra mãos terceirizadas. certa ocasião, no bpm que sirvo, um certo PapaMike deixou de fazer a inspeção básica,( à Noite, num horário que as oficinas estão fechadas) e saiu pra trabalhar. quando retornou na mnhâ seguinte, notou que a vtr tinha um amassado na lataria do veiculo. comumnicou o fato ao despchante e o memo colocou no livro e advinha quem foi punido? claro que é o PM motorista. o mais ridículo, é saber que se o amassado na lataria foi feito na oficina, o PM foi quem levou o prejuizo, ficou detido dois dias detido. o pior é ser punido sabendo que essas carroças terceirizadas, custam tanto aos Estado e quando tem problemas , levamos as oficinas e nem sempre tem material pra reparo. até coisas de responsabilidade de terceirizadas caem sobre nós. a solução é COLOCAR BÚFALOS PARA PATRULHAR. CUSTA POUCO, O TRABALHO TAMBÉM, POIS OS ANIMAIS SÓ PODEM TRABALHAR POUCAS HORAS , DIFERENTE DO PM QUE TEM QUE ESTAR PRONTO INDEPENDENTE DA OCASIÃO.

    ResponderExcluir
  7. A melhor parte desse governo é a rendição por vir, só os melhores...e depois chamam policiais de corruptos...

    ResponderExcluir
  8. Olha aí TCU, MP e outros fiscalizadores.

    ResponderExcluir
  9. Os Órgãos Públicos não fazem nada, pois também fazem parte da roubalheira, isso é BRASIL.

    ResponderExcluir