segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Policiais militares usam óculos para filmar ato


Policiais militares usam óculos para filmar professores durante passeata no Rio. (Foto: Glaucon Fernandes/Eleven/Estadão Conteúdo) 
Um protesto do Sindicato Estadual dos Profissionais de Educaçao (Sepe) interditou por cerca de duas horas a Avenida Rio Branco, no Centro do Rio, a partir das 16h desta segunda-feira (24). Funcionários da rede municipal e estadual reivindicam que um terço da jornada de trabalho seja destinada para atividades extraclasse, o que é lei, segundo a categoria. Os professores realizaram paralisação nesta segunda. De acordo com a Polícia Militar, 150 pessoas participaram do ato.
Os PMs utilizaram um acessório novo nesta segunda, óculos para filmar a manifestação. O objetivo é garantir a isenção nas abordagens policiais e ter arquivos de imagens que contribuam para possíveis investigações.

2 comentários:

  1. Isso é ótimo. Poderia ser usado em todo o Brasil. Sendo assim, a sociedade se defenderia de abordagens arbitrárias, covardias e extorsões dos policiais, bem como os PMs se defenderia da mídia corrupta e testemunhas falsas.

    Seria bom para ambas as partes.

    ResponderExcluir
  2. Em tempo: É claro que o governo pretende intimidar os manifestantes com essas técnicas também. Tipo, estou filmando sua cara, cuidado heim!

    Esses manifestantes estão lutando por direitos trabalhistas e melhores condições de trabalho. A sociedade dar maior apoio, desde que não tenha vandalismos.

    ResponderExcluir